, , , , , ,

Opinião Literária: Tara Sue Me - O Dominador

O Dominador
(Submissive #2)
de Tara Sue Me
Título Original: The Dominant
ISBN: 9789892324838
Edição ou reimpressão: 03-2015
Editor: Lua de Papel
Idioma: Português
Páginas: 376
Género: Literatura Erótica; Romance
Compre na
Wook
Livro (aqui)
Bertrand
Livro (Aqui)
Goodreads: 3,97✯(aqui)

Sinopse:
Nathaniel West é quem faz as regras, e as regras são claras: nunca aceitar uma submissa inexperiente.
Mas quando o sedutor milionário conhece Abby, comete o primeiro erro: decide aceitar a jovem e disponível candidata e submetê-la a um teste, na sua casa de campo, durante todo o fim-de-semana…
Ao subestimar a nova submissa, Nat dá o segundo passo em falso. Porque ela não sabe, mas quer aprender. É ingénua, mas sabe o que quer. E quer ultrapassar todas as barreiras, todos os tabus e descobrir o coração que verdadeiramente se esconde por trás da devastadora frieza de Nat.
Começa o jogo. Perigoso, erótico, sensual. E desta vez é Nathaniel quem nos conta a história - e é ele quem deixa cair, uma após outra, as máscaras atrás das quais se protege. Sempre dilacerado por um dilema: ele quer Abby por inteiro, quer conquistá-la. Mas não sabe como, e tem de aprender, mesmo quebrando todas as regras.
Mas até que ponto ele se deixará levar pelo desejo, quando estão em causa os terríveis segredos do seu passado?


A Minha Opinião
Eu li o primeiro livro da série no fim do ano passado, e tive logo vontade de ler o segundo, mas optei por esperar um pouco para não ler tudo de enfiada, o tempo foi passando e passando, e só agora o trouxe finalmente da biblioteca.
A história contada é a mesma do livro A Subsmissa, mas no ponto de vista do Nathaniel, ou seja, do dominador. Ao longo de todo o livro vamos vendo a forma como ele reage interiormente a tudo o que se passa na relação dele com a Abby, percebendo que nem tudo o que vimos no ponto de vista dela, foi tão linear como pareceu, talvez, o Nathaniel West não seja tão frio como parece.
É dificil não fazer comparações com As Cinquenta Sombras de Grey, que eu vi os filmes e li o livro do ponto de vista do Christian Grey, ou seja, dá para comparar perfeitamente os dois, e dizer que este ultrapassa o outro sem sombra de dúvidas na minha opinião.
Já passou algum tempo desde da minha leitura do Grey, mas eu lembrou-me que achei o livro uma fantochada pegada, e não senti verdadeiramente o Christian no livro, se ele pensava daquela forma, perdia o encanto todo.. Já neste livro, nós entramos mesmo na mente do Nathaniel, no quanto o magoa só pensar em magoar a Abby, a ansiedade dele, no sofrimento e nas alegrias e nos medos. Acho que foi tudo isto que o tornou real, ele não era apenas um dominador que só pensava em sexo, ele realmente importava-se com a Abby de uma forma especial e que ele tenta esconder para se proteger a ele próprio, e eu gostei dessa humanidade.
Como sempre, cenas escaldantes, mas que já não me surpreendem, uma pessoa depois de ler uns quantos livros destes deixa de se impressionar. É um livro de literatura erótica a sério e não daqueles que dão a entender que o são e depois é só florizinhas.
Se tem romance? Tem sim, acho que até mais do que o anterior. Se é escaldante? Sem sombra de dúvidas. Se recomendo a quem não gosta de literatura erótica? Nem pensar, não vão ler este livro com a ideia de amor e uma cabana, se não vão-se desiludir.
Em suma, foi uma agradável leitura, não faltou muito para as 5 estrelas, mas faltou algo para me arrebatar por completo, que me deixasse de queixo caído, apesar de ter adorado do fundo do coração entrar na mente do Nathaniel, e mergulhar naquele ser obscuro.

Classificação

Outras Capas

Opinião de Outros Livros da Série
Nota: Ao clicar nesta imagem será dirigido para as diversas opiniões de outros livros da série. Estará sempre atualizado, fazendo com que possa haver mais livros do que os que aparecem na imagem.


P.S: Este post contém links de afiliados. Para saber mais sobre clique aqui

Share:

Sem comentários:

Enviar um comentário