, , , , ,

Mini-Opiniões Literárias: "The Chocolatier" da Terra Kelly e "Mr. Seal" da Ivy Jordan

The Chocolatier
(Man Card #1)
de Terra Kelly
ASIN: B07QLGZ78J
Edição ou reimpressão: 04-2019
Editor: Kindle
Páginas: 62
Género: Romance, Romance Contemporâneo
Idioma: Inglês
Onde Comprar:
Amazon (aqui)
Goodreads: 4,53✯ (aqui)

Sinopse:
A irmã do meu melhor amigo estava fora dos limites, até o dia em que ela entrou na minha sala de aula.
Ela procurava aperfeiçoar suas habilidades com doces.
Estou a tentar ensinar-lhe todas as melhores maneiras de usar chocolate, e nenhuma delas inclui a maneira correta de alinhar um molde de doces.
Ela descobrirá o que realmente significa temperar o chocolate quando eu a levanto e acendo-lhe corpo em chamas.
Ela não sabe disso, mas ela era minha no momento em que pisou na minha cozinha.

A Minha Opinião:
Eu deparei-me com este livro, e pode-se dizer que a capa é bastante sugestiva e quando vi o número de páginas, pensei, porque não?
Nesta short story, temos Rylee uma estudante universitária que gosta de fazer doces, mas não consegue acertar com o ponto do chocolate, e a sua melhor amiga convence-a a ir a um workshop de um famoso chefe pasteleiro, só que quando ela chega ao curso, não vê o chefe, mas sim um dos seus pupilos, Weston, que por acaso é o homem que lhe partiu o coração.
A história está longe de ser uma obra de arte, mas a verdade é que é bem fofa. acompanhamos a reaproximação deles, que num livro normal seriam umas 200 páginas, aqui é em muito poucas, e a forma como eles resolvem os problemas deles.
Como eu disse é uma história fofa, sensual, para entreter e descontrair, com algo leve e até um pouco previsível.
Classificação:

Mr. Seal
(Mr. Series #2)
de Ivy Jordan
ASIN: B06XRR7VMN
Edição ou reimpressão: 03-2017
Editor: Kindle
Páginas: 97
Género: Romance, Romance Contemporâneo
Idioma: Inglês
Goodreads: 3,76✯ (aqui)

Sinopse:
Casamentos e funerais: são eventos em que devemos participar, mas nem todos podem lidar com eles. E Penélope é uma das poucas que lidaria melhor com um funeral do que com um casamento. Apesar disso, ela se força a se vestir e a comparecer ao casamento de sua prima.

E é aí que Ethan chama sua atenção. Alto, bonito e tatuado, o suficiente para que até mesmo seu smoking não pudesse escondê-lo, ele certamente se destacava na multidão.

Os dois se conectam rapidamente, mas ele está apenas na cidade por um mês. Depois disso, ele vai para a Califórnia para cumprir seu dever na Marinha. Sabendo que esta coisa boa não é para durar, ambos se atrasam, mas o destino é o destino.

A Minha Opinião:
Depois de ter lido o primeiro da série não resisti a pegar no segundo!
Neste temos Penelope, que é professora primária e começa a história sendo arrastada pela sua mãe para o casamento da prima, o problema é ter de vestir um vestido. A coisa só fica melhor quando no copo de água conhece Ethan, e acaba no seu quarto, não sabendo bem como lá foi parar. Aí começa a história deles, o problema é que Ethan só tem 1 mês antes de regressar ao seu trabalho enquanto Seal.
Gostei muito mais desta short story que a anterior, porque é mais fofa. O Ethan é tão querido e atencioso, e apesar de não se querer comprometer a verdade é que ele não se consegue afastar da Penelope!
Recomendo, mais uma vez para quem gosta de histórias pequenas, e que entretenham, e que não sejam propriamente fontes de conhecimento! É ótima para ler numa horinha livre!
Classificação

Conhecem algum destes livros, ou costumam ler Short Stories? Deixem tudo nos comentários e até ao próximo post!
Share:
Read More
,

10 Séries que Quero Ver #10


Como já se tornou um hábito mensal, lá venho eu com mais uma lista de séries! Digam lá, já viram alguma destas?
Mom
Christy, uma mãe solteira cuja nova fase na sobriedade lhe permitiu ver a vida de forma mais clara, não gosta do que vê. Agora, ela quer consertar as decisões erradas do passado e ter uma vida melhor ao lado dos filhos.

Modern Family
O dia a dia de três famílias ligadas entre si. Jay Pritchett é um homem mais velho que casa com a latina Glória, muitos anos mais nova que ele. Os dois vivem com o filho dela, Manny, e convivem diariamente com os filhos do primeiro casamento de Jay: Caire e Mitchell. Ela é uma dona de casa casada com o corretor de imóveis Phil Dunphy e que luta para dar a melhor educação para os filhos Haley, Alex e Luke. Já Mitchell vive um relacionamento com Cameron Tucker, que tem como fruto a filha adotiva Lily.

Lucifer
Entediado e infeliz como o Senhor do inferno, Lúcifer abdica seu trono e abandona seu reinado para viver na atordoada Los Angeles. Lá, ele dá início a outro empreendimento: um Piano-Bar chamado Lux.

Cougar Town
Jules Cobb é uma mãe recém-divorciada que vive em Cougar Town, na Flórida com seu filho adolescente, Travis. Na pequena cidade, todas as mulheres solteiras estão à procura de um par mais jovem. Relutante, ela retorna à vida de relacionamentos amorososo com a ajuda de sua vizinha Ellie e sua assistente pessoal, Laurie.

Young Sheldon
Série derivada da comédia The Big Bang Theory que contará a história de origem do nerd mais amado (e odiado) da série da CBS: Sheldon Cooper.

I am Frankie
Frankie Gainesé uma adolescente como todas as horas exceto por um simples detalhe: ela é um andróide da mais alta tecnologia que está em fase de testes. Os únicos que sabem do seu segredo são os membros de sua família, mas esconder sua verdadeira identidade se torna cada vez mais difícil quando ela começa a fazer amizades no colégio e ainda se apaixonar por um humano.

Good Witch
Cassie Nightingale é uma simpática mulher com poderes mágicos. Depois do falecimento do seu marido, ela e sua filha adolescente Grace se mudam para uma cidade pequena a fim de retomarem suas vidas. É lá que elas conhecem seu mais novo vizinho: Sam Radford um misterioso médico.

Punisher
O crime não dura quando Frank Castle está por perto. O veterano de guerra é impiedoso na sua guerra contra malfeitores, alimentada pelo ódio gerado quando sua família foi pega no fogo cruzado durante um tiroteio entre mafiosos.

The Good Doctor
Um jovem cirurgião diagnosticado com savantismo, um distúrbio psíquico raro, é recrutado para trabalhar na ala pedriátrica de um hospital de prestígio. Apesar do seu incrível conhecimento na área da medicina, esse médico não consegue se relacionar com o mundo à sua volta. Resta saber se esta dificuldade será um problema na hora de salvar vidas.

I love Dick
Chris e Sylvere, habitantes de uma comunidade académica no interior do Texas, têm dificuldade para manter seu casamento inteiro enquanto precisam lidar com a obsessão em comum pelo desagradavelmente carismático professor Dick. Enquanto sua união se desfia, um artista nasce, e de um ponto de vista a outro, Dick relutantemente se vê endeusado.

Conhecem alguma destas séries? Deixem tudo nos comentários e até ao próximo post!
Share:
Read More
, , , , , ,

Opinião Literária: Madeline Hunter - Nobre & Poderoso

Nobre &Poderoso
(Os Libertinos #3)
de Madeline Hunter 
Título Original: The Wicked Duke
ISBN: 9789892344379
Edição ou reimpressão: 03-2019
Editor: Edições Asa
Páginas: 320
Coleção: Série Os Libertinos 
Género: Romance, Romance de Época
Compre:
Wook
Livro (aqui) Ebook (aqui)
Bertrand
Livro (aqui) Ebook (aqui)
Goodreads: 3,76✭(aqui)

Sinopse:
Suspeito do assassinato do irmão, Lancelot (Lance) Hemingford, duque de Aylesbury, não vê outra solução senão o anonimato. Desgostoso, o jovem troca a vida rebelde de Londres pela quietude do campo. Mas assim que surge uma oportunidade de limpar o seu nome, ele não hesita. A única coisa que tem a fazer é propor casamento à sobrinha de um vizinho… Tarefa fácil e potencialmente interessante, pois Lance não resiste ao desafio de seduzir uma donzela relutante.

Marianne Radley, que depende do tio para sobreviver, vê-se agora encurralada. A jovem não tem outra alternativa que não a de aceitar a mão de Lance. Mas Marianne tem um plano: tenciona descobrir os segredos mais sórdidos do futuro marido e expô-los ao mundo. Este seria, de facto, um plano infalível. Mas para o levar a bom termo, ela terá de ser totalmente imune aos encantos de um duque devasso… e encantador.

Depois de Uma Reputação Perigosa e Alto, Moreno & Provocador, Nobre Poderoso vem completar a série Os Libertinos, uma trilogia plena de intriga e paixão.

A Minha Opinião:
Este é o terceiro e último livro da trilogia "Os Libertinos" da Madeline Hunter, os primeiros livros que li dela e também a primeira série de livros que terminei!
Quero também agradecer à editora por me terem gentilmente disponibilizado o livro.
O livro segue a vida de Lancelot Hemingford, mais conhecido entre os amigos de Lance, e para a sociedade é conhecido mais recentemente como Duque de Aylesbury, isto depois do seu irmão mais velho ter morrido do nada. Só que esta pequena questão está a dar uma grande dor de cabeça a Lance e os irmãos, já desde do primeiro livro da trilogia, isto porque Lance é o principal suspeito da morte do irmão, já que era o único a estar na residência e não nutrir qualquer afeto por ele. Devido a todas as questões familiares, Lance tem vivido uma vida celibatária, e isolado da grande sociedade, tudo com o objetivo dar uma imagem de Lance de um homem respeitável, pois a sua alcunha é de duque perverso, por andar sempre atrás de um rabo de saia.
Marianne apesar de se sentir atraída por ele, tenta afastar-se já percebendo o que a casa gasta. Mas o tio, com quem ela está recentemente a viver, tem outros planos, que incluem subir na sociedade, e para isso ela só tem uma opção, casar com Lance, quer ela queira ou não.
Eu tinha muitas esperanças no Lance, porque era o irmão mais divertido dos outros livros, mas neste conhecemos a sua essência, e aquilo pelo qual está a passar com o facto de ser o novo duque. Quando ele conhece Marianne é como se a sua vida ganhasse um novo objetivo, e isso foi interessante de ver, porque para ele era só casos de uma noite, e por norma tinha tendência para se meter com mulheres casadas o que só lhe trouxe inimigos, com Marianne ele fica encantado e tem o desafio de a deixar rendida. Já Marianne, como a autora já nos habituou nesta trilogia é uma mulher que tenta ser o mais independente possível, mas com as ideias da mãe torna-se complicado isso acontecer, mas mesmo assim ela arranja maneira de ter o seu próprio dinheiro.
De uma maneira geral eu gostei da evolução da história, gostei da forma como o Lance abordava a Marianne e de como ela reagia a ele, por mais que transmitisse sempre que possível o contrário. Depois toda a integridade do Lance, e a forma como ele tenta protegê-la é fofo, porque para ele, ela é um "suficiente" pelo menos é o que ele diz, na minha opinião desde do inicio que é muito mais.
O que me deixou triste, e que por isso não dei as 5 estrelas, foi o final. Para mim merecia mais algumas páginas, algumas explicações mais pormenorizadas. Houve obviamente o desenvolvimento do mistério, e as minhas teorias não ficaram muito longe da realidade, mas faltava mais, mas eu também tenho a mania de ser exigente!
Em suma, é um livro que recomendo, como sempre para os fãs de romances de época. Mas até digo mais, eu recomendo toda a trilogia. São livros que nos fazem suspirar e que ao mesmo tempo nos fazem acreditar no amor verdadeiro, porque estes 3 homens, que eram uns autênticos libertinos, foram transformados pelas mulheres que amavam.
Classificação

Leitura com Apoio
Outras Capas

Opinião dos Outros Livros da Série
Share:
Read More
, , , , , ,

Opinião Literária: Madeline Hunter - Uma Reputação Perigosa

Uma Reputação Perigosa
(Os Libertinos #1)
de Madeline Hunter 
Título Original: His Wicked Reputation
ISBN: 9789892340845
Edição ou reimpressão: 01-2018
Editor: Edições Asa
Idioma: Português
Páginas: 368
Coleção: Série Os Libertinos 
Género: Literatura Erótica, Romance de Época
Compre:
Wook
Livro (Aqui) Ebook (Aqui)
Bertrand
Livro (Aqui) Ebook (Aqui)
Goodreads: 3,75✯ (aqui)

Sinopse:
Há quatro coisas que destacam Gareth Fitzallen dos outros homens: o rosto belíssimo, o encanto insuperável, as ligações aristocráticas e, acima de tudo, o poder de sedução.
Quando decide restaurar uma propriedade - e investigar um roubo de arte -, Gareth conhece Eva Russell. Oriunda da pequena nobreza, Eva está arruinada. Restam-lhe apenas o estatuto da família, o talento artístico que lhe permite fazer cópias de quadros para sobreviver, e o plano de arranjar um bom casamento para a irmã, Rebecca.

Todos a avisam da reputação de Gareth. Todos a aconselham a proteger a irmã. Mas não é Rebecca que ele deseja… Basta um olhar para Eva perceber que se meteu em apuros… e basta um beijo para dar início a um choque de talentos sem igual.

Uma Reputação Perigosa dá início à serie Os Libertinos, protagonizada por três irmãos com queda para os sarilhos… e para o romance…

A Minha Opinião
Este livro chamou-me à atenção depois de ter lido o segundo da série "Alto, Moreno & Provocador" e quando o vi na biblioteca não resisti e reservei-o logo, mas infelizmente demorou até chegar às minhas mãos, mas enfim...
Este livro fala sobre o filho bastardo do Duque de Aylesbury, Gareth, que apesar da sua condição na sociedade, sempre foi muito bem tratado pelo pai, contudo o mesmo não se pode dizer do irmão, Percey, que quase o tentou matar. Quando este morre, Gareth vai até à mansão ver os meios-irmãos de quem gosta, e Ives dá-lhe a missão de encontrar uns quadros que desapareceram que pertencem a homens com assento na câmara dos Lordes. Dentro do seu meio ambiente, sendo Gareth avaliador e intermediário na venda de obras de arte, ele segue as pistas à procura dos quadros, mas também acaba por encontrar uma bela donzela não muito longe da sua casa, Eva.
Gareth é um Libertino, ao que se chama hoje em dia, um playboy. É extremamente racional no que diz respeito às relações amorosas, e provavelmente devido ao histórico familiar, não acredita em nada que dure para sempre. O que é de louvar nele é que não induz as donzelas em erro, mesmo com Eva ele é extremamente sincero e ela sabe desde de inicio o que a casa gasta.
Já Eva, o facto de ser inocente, não a fazia querer mais o casamento. Ela acredita no amor, mas os seus planos de se tornar uma grande pintora não batem certo com o casamento, por isso não tem muitas expectativas.
Foi as personagens que me fizeram gostar mais do livro. Eles pensam de forma diferente da sociedade, ela querer ter uma profissão que não é adequada a uma mulher, e de ele ser bastardo e de muitas vezes ser insultado por isso. Por outro lado ele vê esse facto como impeditivo para que alguma mulher tenha interesse de casar com ele, afinal ele não era rico, nem tinha rendimentos como os filhos legítimos.
Em suma, gostei bastante deste livro, e ao contrário de outras séries, não gostei menos deste do que do que li anterior. A autora consegue sempre criar histórias que nos fazem querer mais e mais e ansiar por cada capítulo. Agora só falta ler o último da trilogia!!

Classificação:

Outras Capas
Vamos festejar as bonitas capas portuguesas, porque cada vez que vejo as dos outros países me dá uma pontada no coração...

Opinião dos outros Livros da Série:

Share:
Read More
, , , , ,

Cinema: Freaky Friday (2018) e F*&% the Prom

De: Steve Carr
Com: Cozi Zuehlsdorff, Heidi Blickenstaff, Jason Maybaum
Género: Comédia, Fantasia, Musical
País: Estados Unidos da América
Duração: 120 Minutos
Ano: 2018
IMDB: 3,7/10 ✮

Trailer:

Sinopse:
Katherine e Ellie são mãe e filha com feitios bem diferentes: enquanto Katherine é certinha, Ellie faz o estilo rebelde. De repente, elas trocam de corpo entre si, fazendo com que vivam uma nova vida enquanto tentam descobrir como reverter a situação.

A Minha Opinião:
Eu por norma gosto bastante dos filmes da Disney e quando vi que este era novo e ia dar na televisão aproveitei para gravar, e só agora o vi. É um remake musical do filme do mesmo nome protagonizado pela Lindsay Lohan em 2003. Eu não me lembro de o ter visto, mas de qualquer maneira pretendo ver ou rever em breve.
O filme conta a história de Ellie uma miúda preguiçosa que vive em constante conflito com a sua mãe Katherine, que é bastante organizada e que gere toda a família e ainda o seu negócio de catering. Com o seu casamento à vista, a relação entre ambas, torna-se ainda pior, até que numa discussão pegam numa ampulheta que o pai de Ellie lhe deu antes de falecer e trocam de corpos, tendo de viver na pele uma da outra até descobrirem como fazer tudo voltar ao normal.
A história do filme não é má, e até é interessante, mas eu quando vi o filme não estava virada para musicais, porque cada vez que começavam a cantar eu revirava os olhos. Não achei necessidade de haver tantas cantorias e tirando a última música eu não gostei muito. Não há como negar que tanto ambas cantam bem, mas não me conquistou. 
Não é propriamente o filme que eu recomende, há filmes da Disney muito melhores e por isso espero que os que aí vêm deles superem este... Todavia deixo-vos com a música que mais gostei do filme todo.

Classificação:


De: Benny Fine
Com: Danielle Campbell, Joel Courtney, Madelaine Petsch
Género: Comédia, Drama
País: Estados Unidos da América
Duração: 122 Minutos
Ano: 2017
IMDB: 4,3/10 ✮

Trailer:

Sinopse:
Maddy e Cole eram amigos inseparáveis ​​até que o secundário começou e Maddy se tornou a rapariga mais popular na escola. Quando ela começa a se sentir solitária e com o coração partido, ela reconecta-se com Cole e a dupla conspira para destruir o último concurso de popularidade adolescente.

A Minha Opinião:
Eu também já estava à algum tempo para ver este filme, mas mais uma vez não estava com muitas espectativas.
O filme centra-se numa escola secundária onde todos andam às voltas com o baile de finalistas, todos, excepto os "ignorados" pelo sistema, que são humilhados pelos ditos "Populares". Maddy, uma das populares é traída pela sua BFF, que é apanhada a beijar o namorado dela. Destroçada Maddy volta a falar com o seu amigo de infância e juntos planeiam tornar o baile de finalistas num desastre.
Muito sinceramente toda a popularidade da Maddy me meteu nojo bem como a própria Maddy. Desde do inicio que nunca fui com a cara dela, parece daquelas raparigas que não partem um prato, mas que na realidade partem a loiça toda. Além de que só quando foi traída é que percebeu que os seus amigos na realidade eram péssimas pessoas.
Depois temos o Cole é que um pateta por acreditar na pobre e desgraçada Maddy, e na minha opinião só no final é que pareceu abrir os olhos, mais vale tarde que nunca...

Não é um filme mau, mas está longe de ser uma grande coisa. Cheio de estereótipos, que acabam por ser reais, o filme passa uma mensagem, mesmo que nunca se tenha ofendido ninguém, compactuar com as pessoas que o fazem, não dizendo nada vai dar exactamente ao mesmo.  

Classificação:

Share:
Read More
, , , , , ,

Mini-Opinião Literária: Ivy Jordan - Mr. Doctor e Charleigh Rose - Stepdaddy Savage

Mr. Doctor
(Mr. Series #1)
de Ivy Jordan
ASIN: B06XFZR3M6
Edição ou reimpressão: 03-2017
Editor: Kindle
Páginas: 92
Género: Romance, Literatura Erótica
Idioma: Inglês
Goodreads: 3,51✯ (aqui)

Sinopse:
Nada na vida é tão valioso quanto a nossa saúde. Então, quando a irmã, Caroline, vê uma verruga suspeita (ou mancha, uma vez que mudou) na Claire antes de ir para a praia, ela incentiva-a a ir ao médico. Preocupada, ela marca a primeira consulta que consegue. Fica com o choque na sala de exame quando percebe que seu médico não é apenas incrivelmente bonito, mas é o irmão de um instrutor de surf que ela tinha uma paixoneta em adolescente.

Perguntar a qualquer homem parece estranho para Claire, mas convidar depois que ele já ter visto as  suas partes mais íntimas, bem, isso prova ser particularmente ousado. Mas, querendo ouvir o conselho de uma revista feminina que ela leu na sala de espera do consultório, ela decide assumir o comando e dar o primeiro passo.

As coisas parecem boas, mas ao mesmo tempo algo parece errado. Ao ver os seus comportamentos estranhos significa que ele está escondendo alguma coisa, então ela vai a sua casa para confrontá-lo, e descobre que ele tem uma filha. Por um tempo, isso parece esclarecer as coisas, mas então os rumores começam a girar e preocupá-la, lançando dúvidas em sua mente.

Os dois conseguem superar os rumores para criar uma vida juntos?
Minha Opinião:
Eu já tenho este ebook à tanto tempo para ler, que já nem o encontro para colocar o link aqui...
O livro é no ponto de vista da Claire que vai ao médico devido à insistência da irmã mais velha, e quando chega ao ginecologista vê que ele um autêntico gato e ganha coragem para o convidar para sair e ele aceita e começa a história deles.
Eu não tinha lido a sinopse, e posso dizer que para um livro tão pequeno ela é bastante elucidativa, até tem demais, pois não há muito na história para além do que fala na descrição, mas eu felizmente não sabia.
Não se pode comparar este livro, que nem 100 páginas tem, a um de 300 páginas, nem de 200 sequer. A história é muito mais rápida, acontece muita coisa, com intervalos de tempo, o que para quem não gosta de livros que andam numa pasmaceira o tempo todo, este é indicado. Todavia até não é a melhor história do mundo, nem acho que seja esse o objetivo, mas a verdade é que poderia ter "momentos" mais bem explicados, que nota-se que foi mesmo para apressar.
As personagens até são interessantes, mas não há muitas páginas para que possam ser exploradas infelizmente.
Não foi uma grande leitura, mas sinceramente já li livros muito maiores e consequentemente muito piores. Para quem gosta de literatura erótica, e de uma espécie de conto, este pode ser o livro indicado!

Classificação: 

Stepdaddy Savage
(Savage People #1)
de Charleigh Rose
ASIN: B01L0DEOHA
Edição ou reimpressão: 24-2016
Editor: Kindle
Páginas: 132
Género: Romance, Literatura Erótica
Idioma: Inglês
Goodreads: 3,72✯ (aqui)

Sinopse:
Você não responde "não" a Graham Savage, porque Graham Savage não pergunta. Assim como o nome dele sugere, ele aceita e, no momento, acredita que eu sou dele.
Ele é um mafioso Irlandês frio, calculado, implacável, formidável e ... meu padrasto.
Independentemente do fato de que não é nada mais do que uma transação comercial, ele é tecnicamente casado com a minha mãe. Mesmo assim, me vejo com medo de ser apanhada, mas ainda mais apavorada de ser solta.
Dizem que o amor é como uma borboleta ... bem, estamos prestes a provar ao mundo que também é como um soco na cara. Às vezes inevitável ... e sempre doloroso.

Minha Opinião:
Eu estou para ler este livro desde Outubro e na realidade nem sei porque não o li mais cedo ele tem pouco mais que 100 páginas, e na realidade lê-se bastante rápido.
O título sugere exactamente o que o livro é, que até pode ser um pouco controverso, mas na realidade não há nenhuma ilegalidade neste livro, ou melhor há, mas não do tipo mais provável.
O livro é contado no ponto de vista de Dahlia, que tem um padrasto que é um autêntico regalo para a vista e por quem ela subtilmente suspira, apesar de ele quase meter medo. Depois de ele a encontrar num dos seus bares, quando ela é menor e não pode estar ali, e pouco tempo depois a encontra numa situação embaraçosa, é quando a sua mãe vai de viagem é a oportunidade perfeita para que eles se conhecerem melhor.
É de ressalvar que eles só se envolvem quando ela faz 18 anos.
Eu lá no fundo até gostei do Graham, ele até tem um bom coração, e boas intenções, mas é sem dúvida demasiado autoritário, e ao mesmo tempo até respeitador, mais ao menos.
Para quem gosta, mais uma vez, de literatura erótica, vai gostar do livro é bastante intenso e até tem um pouco de romance querido, contudo está longe de ter sido um livro que me arrebatou, infelizmente, mas quero ler o resto da série para ver o que acontece com os outros Savage!
Classificação:

Share:
Read More
, , , , , ,

Opinião Literária: Grace Burrowes - Coração Ardente

Coração Ardente
(Noivas da Regência #2)
de Grace Burrowes 
Título Original: Too Scot to Handle
ISBN: 9789897800931
Edição ou reimpressão: 03-2019
Editor: Quinta Essência
Páginas: 352
Género: Romance; Romance de época
Compre na 
Wook
Livro (Aqui) Ebook (aqui)
Bertrand
Livro (Aqui) Ebook (aqui)
Goodreads: 3,82✭ (aqui)

Sinopse:
Colin MacHugh é um homem de muitos talentos. Foi capitão no exército, liderou homens, resolveu problemas e lutou com valentia. Agora, porém, a sua luta é outra… contra as jovens debutantes com ideias de arranjar marido.
Até ao dia em que conhece a intrigante Miss Anwen Windham, cuja natureza reservada é rara e suficientemente enigmática para o cativar. E quando ela lhe pede ajuda para angariar fundos para um orfanato, Colin não hesita em aceder…
De facto, o jovem escocês parece ter sido a escolha ideal. Para além de saber lidar com os pequenos malandros, parece genuinamente interessado nas ideias de Anwen. Por sua vez, a jovem dificilmente consegue resistir àquele encantador sotaque. Mas Colin tem inimigos dispostos a tudo para o derrubar. Se partir, será o fim do orfanato… Se ficar, poderá pôr em risco o seu futuro com Anwen… e até a própria vida.

Sobre a Autora:
Grace Burrowes foi sempre adepta da escrita e da leitura, mas também deu aulas de piano e de ballet, escreveu textos técnicos e tirou o curso de Direito. 
Foi só depois de a filha sair de casa que resolveu dedicar-se à ficção. 
Nesse momento abriu-se uma porta, pois Grace não parou mais de escrever… 
Atualmente vive numa zona rural de Maryland, EUA, e adora receber cartas dos fãs.

A Minha Opinião:
  Vou admitir que parti para este livro um pouco de pé atrás. Tinha lido algumas opiniões menos positivas sobre o primeiro da série e por isso estava com medo de não gostar, mesmo que pela sinopse pensasse o contrário.
  O livro segue a vida de Anwen Windham, uma jovem que toda a família pensa que é muito frágil, devido a na infância ter estado às portas da morte, mas na realidade é cheia de vitalidade e de ideias pouco próprias para uma jovem da sua classe social, mas ela pouco se importa com isso. Para ela importam os seus meninos do "Lar para Meninos de Rua" que está na ruína.
  Já Colin MacHugh é um escocês que acaba em Londres depois de o seu irmão ter virado duque, e das suas irmãs estão a desfrutar da temporada pela primeira vez. É independente, tem o seu próprio rendimento, não vive às custas de ninguém como os seus novos amigos de Londres, que o estão a ajudar a entrar nos costumes da sociedade inglesa. O seu amigo mais próximo tenta que ele fique encantado pela beleza da sua irmã, mas Colin só tem olhos para a Miss Anwen que não é nada menos que a cunhada do seu irmão.
  Eu gostei bastante deste livro, é diferente do que eu já li do género e isso é sem dúvida um ponto a favor. Esta história não se baseia unicamente na história de amor da Anwen e do Colin, mas em todo o mundo envolvente deles. De um lado temos o problema do orfanato, que está com falta de dinheiro e corre o risco de fechar, e Colin sensibilizado com a dor de Anwen e também com os rapazes acaba por se envolver na causa para a tentar salvar, e do outro lado temos o que eu chamo "as sangugas da sociedade", que não são mais nem menos que os novos amigos de Colin, que o pobre coitado pensa que realmente querem o seu bem, mas no fim de contas querem apenas lucrar à custa disso. A autora mostra muito bem a sociedade da época, de um lado as damas que se acham a última bolacha do pacote e que por isso recusam os cavalheiros que não têm dinheiro ou posição social, e do outro os cavalheiros que como não são duques, vivem à custa dos rendimentos trimestrais que estes lhes enviam, e que procuram uma dama com o objetivo de viver à custa do dote delas. Foi talvez o que mais me enervou no livro, principalmente por ter a noção que era mesmo o que acontecia. 
  Quando à relação entre o Colin e a Anwen propriamente dita, foi do que mais gostei no livro. Eles já se conhecem do livro anterior, já existe desde aí o interesse do Colin, mas é neste livro que ele toma a iniciativa, e a Anwen em vez de se fazer uma enjoadinha, mostra que está à frente do seu tempo. Além disso, pela primeira vez existem duas personagens que não andam com joguinhos e mentirinhas, coisas que se acompanham as minhas opiniões eu me tenho queixado. Pela primeira vez, vi dois adultos que partilham os problemas e que não os escondem, ouvindo os conselhos que o outro tem para dar. 
  Em suma, é um livro que recomendo, e fiquei fã da autora. É algo diferente do habitual, mas como sempre com muito amor à mistura, não deixando de aquecer os nossos corações. 
Classificação

Leitura com Apoio

Outras Capas
Eu gosto sempre de avaliar as capas, mesmo que nem sempre deixe aqui a minha opinião, mas tenho a dizer que a portuguesa é a mais bonita, apesar de nem me queixar muito destas, que face ao que já vi noutros livros são umas flores. 
Deixo só uma curiosidade, a última capa desta fila, a francesa, não é nada mais, nada menos que do mesmo photoshoot que a capa do "Nobre & Poderoso" da Madeline Hunter.

Já leram alguma coisa da autora? Ficaram curiosos com este livro? Deixem tudo nos comentários e até ao próximo post!
Share:
Read More