Cinema: A Viagem de Arlo

17:38 Liliana Silva 0 Comments

Título original: The Good Dinosaur
De: Peter Sohn
Com: Raymond Ochoa (Voz), Jeffrey Wright (Voz), Steve Zahn (Voz)
Género: Animação, Comédia

Sinopse:
Como seria o Mundo se, por um mero acaso do destino, o asteróide que chocou com a Terra há aproximadamente 65 milhões de anos tivesse passado ao largo? Neste cenário hipotético, os dinossauros e os seres humanos teriam de se habituar à presença uns dos outros, partilhando “habitats” e formas de sobrevivência. “A Viagem de Arlo” segue esta premissa e conta-nos a história de amizade entre Arlo, um jovem e pacífico apatossauro de 70 metros, e de Spot, uma pequena cria de Homo Sapiens. Juntos, enfrentando muitos perigos, os dois amigos embarcam numa épica aventura pelas paisagens assombrosas do planeta Terra onde as diferenças abissais entre eles apenas são superadas pelo enorme sentimento de companheirismo, generosidade e confiança mútua. (in Público)

Trailer:

A Minha Opinião:
Este filme já é bastante tempo, mas faltava-me alguma vontade confesso. Apesar de ter gostado bastante do trailer, havia algo que me fazia ficar de pé atrás. Estive até para o ir ver na época ao cinema, mas uma colega minha pensava que era mudo, e acabámos por não ir. É claro que o filme tem som, e que as personagens falam!
O Filme conta a história de Arlo, um dinossauro medroso, pequenino (mas bastante fofinho), que vive em com os seus pais e os seus irmãos. Eles vivem numa espécie de quinta, onde eles são os agricultores, e criam também animais. Essa é a função de Arlo, dar comida aos animais, mas ele tem medo das galinhas. Todos os irmãos crescem e conseguem deixar a sua pegada, menos Arlo, que continua com medo de tudo, o seu pai acha que ele vai melhorar, mas ninguém acredita. Então uma criatura começa a comer as suas reservas de alimentos para o inverno, e é dada a Arlo a função de apanhar tal criatura, mas este não consegue e acaba por soltá-la. Numa tentativa de dar coragem ao filho, o pai de Arlo vai com ele atrás da dita criatura, mas uma tempestade começa e este é levado pela corrente, ao tentar salvar o filho.
Arlo sente-se culpado, e então quer apanhar a criatura para deixar a sua marca.  
O filme mostra o inicio do homem, num mundo onde os dinossauros não foram extintos, e é como se de um cão se tratasse. Cheira, anda com quatro patas, não fala e ainda uiva, e é leal. A amizade que ele cria com Arlo é muito bonita, porque eles ajudam-se mutuamente e quando mais precisam estão lá. Arlo consegue vencer os seus medos para salvar e proteger o amigo, e isso é sem dúvida especial. 
Depois temos todas as aventuras em que eles se metem, a ingenuidade de Arlo, que de certa forma ajuda todos, e muitas vezes acaba por se prejudicar.
O filme surpreendeu-me, logo pela banda sonora do trailer, que eu me apaixonei por completo, como pela história. Mostra que por mais medo que tenhamos conseguimos ultrapassá-los se realmente quisermos. 
Agora que estamos a entrar no inverno, é um excelente filme para ver em família. 
A Minha Classificação:

0 comentários: