Na TV: Dear White People

19:37 Liliana Silva 6 Comments


Nome: Dear White People
Género: Sátira
Número de Episódios: 10
Onde ver: Netflix

Sinopse:

A série acompanha um grupo de estudantes negros de uma importante universidade dos Estados Unidos, pertencente à Ivy League, cuja maioria dos alunos é branca. Dear White People retrata como esses personagens lidam com o racismo no campus da universidade. Depois de uma festa de Halloween, com a temática blackface, organizada por um grupo de alunos brancos, várias tensões raciais se desenrolam no ambiente acadêmico. São 10 episódios, cada um focando um dos personagens centrais, incluindo Sam White (Logan Browning), a criadora do programa de rádio que dá nome à série.


Trailer:




A Minha Opinião:
Ouvi falar da série através de blogues que diziam que para quem gostava da série do momento 13 reasons why, que também dei a minha opinião aqui, iria gostar desta.

A série aborda a vida de alguns dos estudantes negros na universidade, e a história começa com uma festa de halloween considerada racista chamada de Blackface, onde era suposto irem mascarados de negros. É com essa festinha que os movimentos contra o racismo começam com mais intensidade. Este é o ponto de partida da série, e depois assistimos à vida de alguns dos protagonistas. O nome da série bem do programa de rádio feito pela Sam, que se chama Dear White People, onde ela "acusa" os brancos de algumas coisas e expõe a sua opinião.

Eu achei a série interessante de certo modo, aqueles alunos tinham uma causa, que na minha opinião em certos aspectos um bocadinho exagerada. Como o facto de os chamarem de niggas, de acharem que estavam sempre contra eles. Também li diversos comentários menos positivos sobre o facto de os negros se vitalizarem, talvez... esse o foco do problema, verem situações racistas onde por vezes as pessoas não falavam por mal.
Claro que muitas coisas estavam erradas, a começar pela festa, que é no mínimo ridícula, ou  como o facto de estarem dois rapazes à luta e quando a polícia aparece só interpela o negro e inclusive lhe pergunta se ele estuda lá, ele resiste, insulta os polícias e eles apontam-lhe uma arma prontos a matar. A ideia que eles nos querem passar é que eles apenas pegaram na arma porque se tratava de negro, mas visto agora de fora, ele também insultou a autoridade, mesmo assim não era caso para tanta agressividade.

O final deixou a desejar, contudo tendo em conta que a Netfix já confirmou uma segunda temporada, talvez tenha alguma lógica, mas mesmo assim podia ter acabado muito melhor!

Em suma, eu gostei da série, mas não a achei assim tão parecida com a 13 reasons Why como diziam. Sim abordam a temas sensíveis na sociedade e talvez seja esse o objectivo da Netflix, consciencializar os jovens para o que passa e nesse sentido estão a ir bem e notável o que estão a fazer, e espero que o continuem a fazer.

A Minha Classificação:

6 comentários:

  1. fiquei curiosa para ver! excelente post.

    https://algodaodoce1234.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Oi, Lili! É incrível como esse tipo de preconceito ainda é tão presente nos dias de hoje, não é? Vou ver se assisti a série! Belo post. Bjs

    ResponderEliminar
  3. Assisti o primeiro episódio mas não me despertou nada muito fervoroso. Acho que vou dar uma segunda chance, tem mta gente falando bem. Se não der, paciência ne? hahah Vc falando que n gostou mto do final ja me deixa desmotivada.. Bom post! Beijos

    ResponderEliminar
  4. Vi a série toda assim que saiu! Achei super interessante, e tal como tu consigo encontrar dois pontos de vista para interpretar o objetivo do criador! Por um lado, incrível como na época em que vivemos, pleno século 21, ainda tenhamos de nos deparar com situações racistas. Por outro lado, incrível como é que o ostracismo foi tanto que as pessoas que antes sofriam de ataques racistas hoje os vejam em todo o lado quando na verdade estamos numa sociedade cada vez mais compreensiva!
    A série é espetacular, o fim foi terrível concordo, fico à espera de uma segunda temporada! ;)

    ResponderEliminar
  5. Ainda não vi a série, e sobre os comentários( que leu) que dizem que as pessoas que sofrem racismos exageram(ou se vitimizam) é sinal que conhecem poucas pessoas negras ou a realidade delas, nossa sociedade é racista, conheço pessoas capacitadas que não foram aceitas em cargos pelo simples fato de serem negros, eu sou branca mãe de negro e sei o que me filho passa, não é exagero é uma realidade. E sobre o comentário da Cláudia dizer que estamos em uma sociedade compreensiva, mostra o quanto precisa conhecer melhor a realidade de quem sofre preconceito, é no dia dia, podem fazer um teste se não acreditam. Não podemos dizer que alguém não fez por mal, quando não foi conosco, quando não fomos nós que sofremos na pele, não só negros, mas diversas minorias sofrem todos os dias, devemos nós procurar tratar as pessoas com amor, empatia e principalmente respeito! Vou conferir a série, adorei a dica.

    ResponderEliminar
  6. Oie tudo bem? Adorei a indicaçao de serie, ja tinha ouvido falar, mais nunca parei pra assistir. Mas anotei aqui, parece ser interessante essa serie. Sucesso

    ResponderEliminar