, , , ,

Cinema: Harry & Meghan: Um Novo Capítulo e Love You Like Christmas

Título Original: Harry & Meghan: Becoming Royal
De: Menhaj Huda
Com: Tiffany Smith, Laura Mitchell, Charles Shaughnessy
Género: Romance
País: Estados Unidos da América
Duração: 87 Minutos
Ano: 2019
IMDB: 5,4/10 ✮

Trailer:

Sinopse:
O filme retrata a história de amor do príncipe Harry e da actriz Meghan Markle durante o seu primeiro ano de matrimónio.

A Minha Opinião:
Eu estava a fazer zapping quando apanho este filme a dar na SIC, inicialmente pensei ser um outro também dos duques, que eu já vi e já tem aqui opinião no blogue, mas quando presto atenção aos atores vejo que não são os  mesmos, logo não poderia ser o mesmo filme e fui investigar do que se tratava.
Este é então uma espécie de continuação do outro, começando no momento em que ela vai para o Reino Unido viver com ele, antes de se casarem até ao nascimento do bebé se não estou em erro, ou muito perto disso. Apanhando os preparativos do casamento, todos os dramas que houveram, tanto do pai, como da tiara, e até ao facto de ela ter uma grande boca e não perceber que pertencer à casa real britânica trás alguns dissabores e que também não pode dizer tudo o que pensa.
Para mim tudo começou mal quando trocaram os atores entre filmes, se a "Megan" ficou mais parecida o "Harry" nossa senhora ficou muito diferente, de resto nem tenho muito a apontar sobre o filme. A história é mais ao menos conhecida, o orçamento é baixo para estes filmes de televisão, mas tirando isso, até nem está mau para o dinheiro que têm.
É bom ver estes filmes em televisão aberta, por norma os filmes da Lifetime ou a Hallmark em Portugal, se passarem passam em canais de cabo, e é bom de vez enquanto transmitirem filmes mais soft na TV, mas pessoa gosta de um filmezinho para descontrair!
Para quem é fã da realeza britânica e gostar destes filmes, vejam este, acho que vão gostar!

Classificação


De: Graeme Campbell
Com: Bonnie Somerville, Brennan Elliott, Madison Brydges
Género: Romance, Natal
País: Estados Unidos da América
Duração: 90 Minutos
Ano: 2016
IMDB: 6.7/10 ✮

Trailer


Sinopse
Uma executiva reconsidera suas prioridades quando dos diversos problemas com o seu carro a levam a até Christmas Valley, uma cidade apaixonada pelo Natal.

A Minha Opinião
Qual não foi o meu espanto por ver um filme de Natal a passar na Fox Life em pleno verão!

Neste filme conhecemos Maddie uma executiva que trabalha na área da publicidade que não gosta lá muito do natal e prepara-se para fazer uma viagem de trabalho para apresentar um plano a um cliente, só que o seu medo de andar de avião levam-na a fazer a viagem de carro, e digamos que não é propriamente um topo de gama, e acaba por avariar em Christmas Valley. Além disso uma tempestade, atrasa a entrega da peça para o carro e ela acaba por ficar mais tempo do que desejava na cidade, e acaba por conhecer muitas pessoas.

O que este filme nos mostra é que por mais que o trabalho seja importante, afinal é graças a ele que temos o que comer, a verdade é que temos também de olhar para o que se passa ao nosso redor, porque pode-nos estar a escapar uma vida melhor. A Maddie está viciada no trabalho, não tem família, os que ainda existem estão longe da vida dela, e ali em Christmas Valley, ela acaba por encontrar essa família. 
Outra coisa interessante, eu nunca esperei que houvesse realmente um local com este nome, mas é verdade, Christmas Valley, fica no estado de Oregon nos Estados Unidos da América. Agora se é tão natalícia como o que o filme mostra é que tenho dúvidas pelas fotos que encontrei na net. 

Mas em suma, para quem gosta destes romances de natal, vejam, acho que também há livro para quem gosta de ler deste género de história.

Classificação

Share:
Read More
, , , , , ,

Opinião Literária: Marco Malvaldi - A Medida do Homem

A Medida do Homem
de Marco Malvaldi 
Título Original: La misura dell'uomo
ISBN: 9789896657956
Edição ou reimpressão: 06-2019
Editor: Suma de Letras
Páginas: 272
Género: Mistério, Histórico
Compre
Wook
Livro (aqui) Ebook (Aqui)
Bertrand
Livro (Aqui) Ebook (Aqui)
Goodreads: 3,42✯ (aqui)

Book Trailer




Sinopse

Outubro de 1493. Florença continua de luto pela morte de Lorenzo, o Magnífico. Os navios de Colombo só recentemente chegaram ao Novo Mundo. Enquanto isso, Milão experimenta um renascimento sob a liderança de Ludovico, o Mouro. Aqueles que vagueiam pelos pátios do Castelo de Milão ou ao longo dos canais Navigli encontram, frequentemente, um estranho homem, vestido com uma longa túnica rosa. Tem uma expressão calma, como alguém que está perdido nos seus próprios pensamentos.

O homem, cujo nome é LEONARDO DA VINCI, vive por cima da sua oficina, com a mãe e um rapaz travesso que adora; não come carne, escreve da direita para a esquerda e luta para que os seus empregadores lhe paguem um salário. A sua fama estende se para além dos Alpes, até à corte francesa de Carlos VIII, cujos enviados receberam uma missão secreta que diz respeito ao próprio Leonardo. Há quem diga que o inventor italiano mantém os seus desenhos mais ousados incluindo talvez o projeto de um cavaleiro mecânico invencível num caderno que traz escondido sob as vestes, perto do coração.

Quando um homem é encontrado morto no pátio do castelo, o Mouro pede ajuda a Da Vinci. Embora o cadáver não mostre sinais de violência, a morte é altamente suspeita: rumores de uma praga ou explicações supersticiosas precisam ser refutados rapidamente.

Leonardo não está em posição de recusar o pedido do seu mestre para investigar.


Sobre o Autor
Marco Malvaldi nasceu e mora em Pisa, onde se doutorou em Química pela Universidade Normale. Os seus livros anteriores incluem a série BarLume — com Massimo the Barman e os quatro detetives idosos —, que é também uma série de televisão. Escritor reconhecido e querido, os seus romances policiais valeram-lhe o Prémio Isola d’Elba e o Prémio Castiglioncello.

A Minha Opinião
Este livro foi uma surpresa!

Este livro tem várias dimensões, ou melhor, muita coisa a acontecer, e muitas personagens. No centro de tudo temos o messer Leonardo Da Vinci, um génio, nas mais diversas áreas, com um currículo que deixa muito desejoso do seu trabalho quem o conhece e que vive em Milão. 
Um dos acontecimentos é o de Carlos VIII, Rei de França que quer invadir Itália e tomar Nápoles, mas para isso tem que passar por Milão, e Ludovico, senhor de Milão, faz intenção de o deixar passar sem problemas, que o espanta tanto os franceses como os italianos. Os franceses aproveitam-se da simpatia dele e vão a Milão para lhe pedir dinheiro emprestado, mas também para roubar o caderno que Leonardo trás sempre consigo que acreditam que tem os seus planos para fazer dinheiro. Como se não bastasse ter os emplastros franceses no castelo, Ludovico dá-se de caras também com um corpo aparece no pátio do castelo, todos pensam ser a peste, principalmente o astrólogo, mas chamam Leonardo para fazer, o que hoje se chama, autópsia, e este afirma que ele foi morto, e perguntam-se, porquê? onde? Como? E porque raio ele veio parar ao palácio?

Porque é que este livro me surpreendeu?
Primeiro, não é o primeiro livro que eu leio que se passa nesta época em Itália, e até reconheci alguns nomes, mas toda a questão do mistério, e ver como os franceses tentam sacar o caderno ao Da Vinci, dá outra emoção ao livro e dá-nos mais vontade de ler. 

Segundo, a forma como é contada a história. Foi talvez o que mais me surpreendeu, porque é mesmo como se estivéssemos sentados a ouvir alguém contar a história do amigo lá se casa, onde dá opiniões e nos ajuda a perceber a diferença de tempo. É isso mesmo que o autor faz, ele conta a história dando uma espécie de opinião sobre as personagens e as suas ações, e em certas atitudes até faz paralelismos com a nossa época, e muitas dessas vezes dirige-se a nós, os leitores. Toda esta proximidade com a história faz com que muito mais facilmente nos envolvamos em todo o enredo e também cria mais empatia com as personagens, o que só melhora a leitura. 

O que é que eu não gostei, ou melhor gostei menos...
Demorou muito tempo até acontecer alguma coisa de relevante na história, e admito que isso me enervou um bocadinho, porque queria mais ação a acontecer, e todo o enredo muito parado. 
Outra coisa, tem a ver com a edição, a letra podia ser maior, principalmente devido ao facto de haver muita coisa escrita em itálico, além disso, o tipo de letra usada fez-me alguma confusão no inicio, porque não é a habitual nos livros, mas foi algo que me fui habituando ao longo da leitura

Em suma, foi um livro que me surpreendeu, principalmente pela forma como toda a história foi abordada, e que me cativou, como eu à partida não pensei que conseguisse fazer. Recomendo para quem gosta de livros históricos, de certeza que vai mergulhar no mundo do fantástico Leonardo Da Vinci. 

Classificação


Capas Pelo Mundo Fora

Leitura com Apoio

P.S: Este post contém links de afiliados. Para saber mais sobre clique aqui.
Share:
Read More
, , , , ,

Opinião Literária: Carla M. Soares - Limões da Madrugada

Limões na Madrugada
de Carla M. Soares 
ISBN: 9789898886064
Edição ou reimpressão: 11-2017
Editor: Cultura Editora
Páginas: 224
Género: Romance
Compre na 
Wook
Livro (aqui) Ebook (Aqui)
Bertrand
Livro (Aqui) Ebook (Aqui)
Goodreads: 4,00✯ (aqui)

Sinopse:
Ansiosa por regressar à Argentina, mas presa a Portugal, distante do homem que ama e da mulher com quem vive, Adriana está perante um dilema universal e intemporal: manter-se comodamente na ignorância ou desvendar o passado da família, como se de um caso policial se tratasse, enfrentando assim aquilo de que andou a fugir toda a vida, por mais doloroso que seja. 

Num jogo magistralmente imaginado pela autora, entre a vida atual de Adriana e os ecos do Portugal antigo, machista e violento dos seus pais e avós, esta história, de uma família e dois continentes, é uma viagem entre o presente e o passado, uma ponte sobre o fosso cultural que separa as gerações, um tratado sobre tudo aquilo que a família pode fazer à vida de um só indivíduo.

Entre a sombra e a luz, deixando que por vezes os silêncios falem mais alto do que as palavras, Limões na Madrugada é um romance sobre o amor incomum, o poder da família e a necessidade da coragem.


Sobre a Autora:
Nasceu em 1971, em Moçâmedes, no Namibe. De lá, trouxe escassas memórias e a viagem no corpo. 
Formou-se em Línguas e Literatura em Lisboa, tornou-se professora, mestrou em Literatura Gótica e Film Studies e estudou História da Arte num doutoramento incompleto. 

A Minha Opinião
O que dizer sobre este livro?
É melhor começar pelo recheio do livro, nele acompanhamos Adriana, uma jovem nascida em Portugal, mas criada na Argentina, que devido à morte da sua tia regressa a Portugal para receber os bens da sua herança. Mas a verdade é que esta viagem tem muito que se lhe diga, principalmente porque há uma parte que não quer vir e outra cheia de curiosidade sobre a família portuguesa que o pai abandonou, e principalmente o porquê do pai ter feito tal coisa. Adriana mergulha na história de família, afastando-se dos que mais ama, tudo para descobrir a história escondida da família. 
Tenho desde já a dizer, que a premissa do livro é interessante, daí eu o ter começado a ler para uma das categorias da Lusiteratura em Maio, contudo só em Julho o terminei, é demasiado tempo para um livro tão pequeno, que se devia ler de enfiada como eu pensei ao inicio, mas a verdade é que custou entrar na história. 
Primeiro, temos os saltos temporais constantes, e mal assinalados, ou melhor sem qualquer sinalização. De um momento para o outro ela está num sitio qualquer, acaba o capítulo e o seguinte já é sobre o passado onde a personagem relata alguma coisa ou pessoa da sua vida na Argentina. Isto torna-se bastante cansativo e irritou-me.
Além disso, senti que nada era abordado com profundidade no que diz respeito às histórias da família. Não senti que nos fosse contada uma história com principio, meio e fim, e quando o livro acabou eu tinha muitas questões, principalmente da vida pessoal da Adriana. Quanto ao embróligo familiar, temi não perceber nada, mas felizmente fiquei muito mais esclarecida quanto à família nos últimos capítulos, em que é desembrulhada a teia toda.
Foi também complicado ter uma ligação com a personagem da Adriana, principalmente por não perceber o que a movia. Em parte compreendia-a, mas ao mesmo tempo não. É algo estranho...
O que safou mesmo foi a escrita da autora, que gostei bastante, só não gostei da forma como ela resolveu apresentar a história. Tenciono ler mais livros dela, pelo que li este foge ao nível da forma dos restantes, por isso não pretendo desistir dos livros da autora. 
Em suma, eu não posso dizer propriamente que recomendo este livro, foi uma leitura complicada para mim, todavia tem excelentes críticas no goodreads em parte de 5 e 4 estrelas, logo há pessoas que realmente gostaram. O que eu recomendo é que tentem perceber se este livro faz parte do género de livros que gostam de ler e se for, arriscarem na sua leitura. 

Classificação
Na realidade são 2,5, mas não encontrei imagem...
P.S: Este post contém links de afiliados. Para saber mais sobre clique aqui
Share:
Read More
, , , , , ,

Opinião Literária: Tessa Dare & Christi Caldwell - Noivas Em Fuga

Noivas em Fuga
de Tessa Dare e Christi Caldwell
Título Original: Rogues Rush In
ISBN: 9789896685508
Edição ou reimpressão: 07-2019
Editor: TopSeller
Páginas: 272
Género: Romance, Romance de Época
Compre
Goodreads: 3,68✯ (aqui)

Sinopse
Noiva à Disposição
Há uma regra entre cavalheiros que não pode ser quebrada: nunca tocar na irmã de um melhor amigo. Sebastian Ives sempre lutou para resistir a Mary Clayton, a irmã do seu melhor amigo. Mas, quando o noivo de Mary a abandona no altar, só Sebastian a pode salvar da ruína. Irá Sebastian manter-se fiel ao amigo? Ou será a tentação de tomar Mary nos braços demasiado irresistível?

Duquesa por um Dia
Crispin Ferguson, o Duque de Huntington, passou os últimos anos a viver em angústia. A jovem com quem se casou, Elizabeth, partiu sem dizer nada, e a sua fuga apressada teve repercussões devastadoras. Só que Crispin nunca parou de pensar em Elizabeth. E, agora que a encontrou, tem um pedido a fazer-lhe: quer que ela seja sua duquesa, publicamente, apenas por um dia. Irá este reencontro reatar os laços que em tempos os uniram? Ou poderá uma revelação chocante separá-los para sempre?

Duas noivas escandalosas.
Dois amigos difíceis de esquecer.

Sobre as Autoras

Tessa Dare
Tessa Dare é uma autora norte-americana, bestseller do New York Times e do USA Today. Os seus livros foram alvo de inúmeros elogios e prémios, incluindo o Prémio RITA para Melhor Romance Histórico, atribuído pela Associação Americana de Escritores de romance, e prémios da revista RT Book Reviews.
A revista Booklist nomeou-a «uma das novas estrelas do romance histórico», e os seus livros já foram traduzidos para mais de 12 línguas. Bibliotecária de formação e amante de livros, vive na Califórnia com o marido, os dois filhos e dois gatos.


Christi Caldwell
Christi Caldwell é uma autora norte-americana, bestseller do USA Today. Formou-se na Universidade de Connecticut, altura em que decidiu começar a escrever o seu primeiro romance. Vive no sul do estado de Connecticut, onde ocupa o tempo a escrever romances de época e a cuidar dos três filhos.


A Minha Opinião
Uma dupla perfeita...

Eu mal vi que este livro ia sair, fiquei de orelhas no ar, esperando a oportunidade de o ler, e desde já agradeço à Bertrand por me ter gentilmente cedido o livro. 
Temos então duas histórias. Uma novella, escrita pela Tessa Dare e uma Short Story escrita pela Christi Caldwell, de quem eu nunca li nada, e que agora quero ler tudo. 

Mas vamos às histórias, na primeira intitulada de Noiva à Disposição da Tessa Dare, começamos com Mary a ser abandonada no altar pelo seu noivo Giles,que nem se digna a aparecer na igreja. Ela está basicamente sozinha no mundo, os pais morreram e o irmão também, o casamento seria a sua salvação, e Sebastian sabe disso, por mais que não concordasse com o casamento de Mary com Giles. Sebastian é o que resta a Mary, o melhor amigo do falecido irmão, e que também é seu amigo. Só que Sebastian é também completamente apaixonado por Mary, mas prometeu ao amigo nunca tocar nela, mas quando vê a sua ruína, propõe-lhe casamento para a salvar, pelo menos é isso que ele mete na cabeça. 

Apesar de curtinha, não deixa de ser uma história fofa, porque o Sebastian é completamente apaixonado pela Mary, e pelo que nos conta desde sempre. Contudo o objetivo dele quando se casa é mesmo protegê-la do que a sociedade pudesse dizer e de como iria ser posta de parte, porque tudo o que ele quer é que ela esteja bem. 
Não é difícil perceber que o que mais gostei foi mesmo o Sebastian, apesar de também ter gostado da Mary e de toda a maneira dela de ser. Ela gosta de dar a sua opinião, e sabe perfeitamente que está certa, o que de certa forma acaba por enervar Sebastian, porque não gosta de dar o braço a torcer.
Temos até um cheirinho do Ikea, com uma cama de madeira para montar feita por suecos, que desde já deu um trabalhão a montar e uma boa discussão!


Na segunda história, intitulada de Duquesa por um Dia, temos a Elizabeth, uma mulher que trabalha como professora numa escola de boas maneiras para jovens da alta sociedade. Aparentemente ela é apenas uma mulher vulgar e solteirona, proveniente de uma família pobre, mas quando Duque de Huntington lhe aparece à porta enquanto dá uma aula de como arranjar marido, o mundo cai-lhe aos pés, porque seu marido finalmente encontrou-a. Crispin, o Duque de Huntington, viu-se negro para encontrar a duquesa desaparecida, passados tantos anos ainda estava furioso por ela o ter abandonado, mas quando a vê é como se o seu mundo desse uma volta. Apesar de tudo a conversa não é muito amigável, e Crispin apenas lhe pede que volte com ele por um dia para um baile, para que toda a sociedade saiba que ele é casado e que as mães das jovens solteiras o larguem, e ao contrário do que ele esperava, ela aceita.

Esta foi a história que me surpreendeu mais, principalmente pela personagens. Elizabeth e Crispin são amigos desde crianças, mesmo sendo ele um futuro duque e ela filha de um comerciante, mas os dois homens ficaram amigos e as crianças também. Eles partilhavam tudo, inclusive a sede por conhecimento e foi algo que não mudou com o tempo, e mesmo quando se encontram, e discussões do passado à parte, é na partilha de conhecimento, principalmente científico, que eles percebem o quando não mudaram. 
Admito que o Crispin foi o que mais me surpreendeu. Tem fama de canalha e não faltam escândalos nos jornais, mas a verdade é que não deixa de ser um cavalheiro, e de ser um duque fora do normal, mesmo tendo sido criado para tal. É um homem que trata do seu cavalo, ajoelhando-se na lama, que aceita a opinião de uma mulher e a respeita, que viaja com livros, e acho que tal como aqueceu o coração da Elizabeth, também fez o mesmo ao meu. 
Como poderia haver duas pessoas tão diferentes num só? Pois eu também me perguntei o mesmo. 
Claro que é desvendado o porquê de ela ter fugido, e vi algumas opiniões que diziam que tinha sido parvo por poder ser resolvido tão facilmente. Verdade, mas se em livros contemporâneos temos histórias em que omissões estragam bonitas histórias de amor e que facilmente conversas resolveriam todos os problemas, como é que podemos nos surpreender com o facto de acontecer à séculos e séculos atrás? Pressões sociais, situações pouco esclarecidas, não há época mais propicia para tal acontecer, e pessoalmente achei o motivo muito válido, e compreendo perfeitamente a posição da Elizabeth, apesar de também perceber o Crispin...

Em suma, posso dizer que simplesmente adorei o livro. Cada história oferece-nos algo especial, que nos transporta para outros tempos, e principalmente para a amizade. 
As raízes de ambas as histórias estão na verdadeira amizade entre os casais, acima de tudo eles casam com base a proteger as pessoas de quem gostam, e por quem dariam a vida, claro que com algum romance à mistura, mas até o matrimónio acontecer, apenas existia uma bela e pura amizade e só mostra que isso é a base para tudo. 
A Tessa Dare já é bem conhecida em Portugal, e acredito que o nome dela chame muitos dos seus fãs para ler o livro, mas para mim a surpresa foi sem dúvida a  Christi Caldwell, de quem nunca tinha ouvido falar, e que me conquistou completamente com a sua história fora dos padrões. Espero que este seja o primeiro dos muitos livros seus em Portugal. 
Acho que dizer que recomendo este livro já nem é necessário, espero que tenha ficado implícito por tudo o que já disse. 
Foram ambas histórias que me apaixonaram desde da primeira linha e que me deixaram a suspirar até à última.



Classificação

Capas pelo Mundo

Leitura com Apoio

Opinião Outros Livros da Tessa Dare
Nota: Ao clicar nesta imagem será dirigido para as diversas opiniões de outros livros da autora. Estará sempre atualizado, fazendo com que possa haver mais livros do que os que aparecem na imagem.

P.S: Este post contém links de afiliados. Para saber mais sobre clique aqui.
Share:
Read More
, , , ,

Na Tv: Life Sentence

Género: Comédia, Drama
Temporadas: 1
Número de Episódios: 13
Ano: 2018
Estado: Cancelada
Produtora: The CW
Com:  Lucy Hale, Elliot Knight, Jayson Blair 
País: Estados Unidos da América
Duração: 44 minutos


Trailer: 




Sinopse
Quando uma jovem mulher descobre que o cancro terminal do qual sofria está curado, e agora precisa viver com as consequências das decisões que tomou enquanto achava que estava morrendo.

A Minha Opinião
Eu demorei 1 ano a acabar esta série, acho que isso já diz muito sobre ela! Raios só tem 13 episódios!

A sinopse basicamente resume a série na perfeição. Stella pensava que ia morrer de um cancro que teve durante 8 anos, ela decidiu viver a vida que lhe restava aproveitando cada momento, todavia um tratamento que fez curou-a e agora está na hora de lidar com as consequências e descobrir a verdade sobre o mundo perfeito que ela viveu quando esteve a morrer. 

Acho que o que chocou mais foi que toda a família mostrava apenas o melhor para ela, e quando ela está curada é um choque de realidade. Primeiro os irmãos não são tão bem resolvidos como ela julga, os pais não são felizes, a vida deles é muito diferente do que ela pensava, ou do que eles a deixaram pensar. Basicamente a vida de toda a família estava direccionada para ela, e quando ficou boa teve de levar com o choque de realidade. E a verdade é que ela nem sabia o que era a realidade, e quando teve "mão" na sua vida, agiu por impulso, ficou noiva numa viagem a Paris, e no fim das contas nem conhecia bem o marido, ela ia morrer de todas as maneiras, ao menos morria casada. 
É aqui que entra o Wes, ele é louco por casar com uma gaja que está para morrer, e a família aceitar. Ele podia ser um golpista a aproveitar-se do desespero dela, por acaso não, mas não se pode propriamente casar com o primeiro homem que se encontra, ou no caso dele, mulher. A todo o drama da vida deles, junta-se a ex-noiva dele, e o médico do hospital onde ela é voluntária, e uma miúda que apenas queria encontrar o amor, de repente tem dois, e ainda de levar com a ex do marido.
A juntar ao drama do casamento, temos ainda a derrocada da família, que é terrível e os problemas vêm todos ao de cima. 

Supostamente esta série é comédia misturada com drama, mas eu devo ter perdido a comédia. Havia partes que simplesmente eu só queria que acabassem porque me estava a enervar, e a Stella é extremamente ingénua e sem a mínima noção da realidade, que o me fez quase desistir desta série. Contudo acredito que parte do problema seja eu, que não aprecio muito este tipo de séries, para mim o que funciona é comédia, a sério, e policiais, de resto aborreço-me depressa. E com isto digo, que para mim não funcionou, mas não quer dizer seja má, há quem tenha gostado.

Classificação



Share:
Read More
, , , , , ,

Opinião Literária: Julie Garwood - O Segredo

O Segredo
(Highlands' Lairds #1)
de Julie Garwood 
Título Original: The Secret
ISBN: 9789897801587
Edição ou reimpressão: 07-2019
Editor: Quinta Essência
Páginas: 416
Género: Romance, Romance de Época
Compre
Wook
Livro (aqui) Ebook (Aqui)
Bertrand
Livro (Aqui) Ebook (Aqui)
Goodreads: 4,26✯ (aqui)



Sinopse
Judith Hampton tenciona ir à Escócia para acompanhar a sua querida amiga de infância, Frances, num dos momentos mais importantes da sua vida. Um plano simples que esbarra num obstáculo ancestral: Judith é inglesa e Frances é escocesa… e todos sabem que ingleses e escoceses são inimigos figadais! 

Frances envia o seu cunhado, Iain Maitland, para acompanhar a amiga na viagem. Embora vá a contragosto, Iain não tarda a perceber que Judith não só é lindíssima como absolutamente encantadora! A atração entre os dois é inegável, e depressa dá lugar a sentimentos mais profundos. Mas Judith tem um outro motivo - que mantém em segredo - para visitar as Terras Altas escocesas… algo que poderia arruinar o mais glorioso dos amores.


Sobre a Autora
Tendo crescido numa família de ascendência irlandesa, não é de admirar que Julie Garwood tenha uma veia de contadora de histórias. Só se pôde dedicar à escrita, porém, quando todos os seus filhos passaram a frequentar a escola. Já escreveu ficção juvenil, romances históricos e ficção contemporânea, e desde então figura com frequência nas listas de bestsellers. Atualmente encontram-se em circulação mais de quarenta milhões de exemplares dos seus livros, traduzidos para dúzias de línguas em todo o mundo. Mas, quer a história se passe na escócia medieval, na Regência inglesa, no Velho Oeste ou na Louisiana dos dias de hoje, os seus temas são recorrentes: família, lealdade e honra (com um bocadinho de humor à mistura). Julie vive no Kansas, e está sempre a trabalhar no livro seguinte.


Minha Opinião
Acho que temos um dos melhores do ano!!

Iain Maitland é o chefe do Clã Maitland, e quando o irmão se vê numa enrascada com o concelho por ter feito uma promessa à sua adorável esposa, Ian toma o seu partido, e acaba numa viagem a Inglaterra para ir buscar a melhor amiga da cunhada. Uma parte dele acha que ela não quererá ir, e faz questão de a levar à força só pelo trabalho que ela lhe deu, mas espanta-se ao reparar que ela realmente faz tenção de os acompanhar até à Escócia. 
Já Judith nunca pensou sequer em não ir, uma vez que prometeu à sua melhor amiga que estaria com ela no parto, o que não pensou era que fosse encontrar escoceses tão mal humorados e pouco simpáticos. Só que nem assim se deixa ir abaixo, não são os seus sentimentos que interessam mas os da sua amiga, e aliás, eles podem nem ser muito simpáticos, mas não consegue esconder que acha Ian atraente, e ele pouco a pouco lá se vai habituando à sua forma de ser e começa a pensar que não terá coragem de a levar de volta. 

Dizer que parti para este livro com expectativas altas é eu eufemismo, eu não esperava nada menos que maravilhoso, fantástico e que me deixasse de queixo caído. Verificaram-se as três! As minhas altas expectativas não vinham de opiniões que tinha lido, mas do outro livro que li da autora e que amei do fundo do coração, A Noiva. Entre os dois, escolher apenas um seria um sacrilégio, porque cada um tem os ingredientes certos para amolecer o meu coração de pedra. 

Este livro traz ao de cima ainda mais as rivalidades entre ingleses e escoceses, mas ao mesmo tempo uma amizade que transpôs toda a fúria entre ambos. Frances e Judith, duas crianças que se conheceram num festival dos clãs, para elas não havia nenhuma rivalidade, a amizade é que valia a pena, e mantiveram-na sempre. É algo admirável numa altura em que se dava tanta atenção às aparências, mas a verdade é que os defeitos que ambos os povos acusavam, para elas não existiam, foram bem recebidas nos dois lados da barricada. 
E tal como impressionou Iain, impressionou-me a mim, a lealdade que tinham uma para com a outra. Promessas que nunca quebraram, por mais que fosse fácil fazer. 

Depois toda a relação entre o Iain e a Judith. Apesar de ser resmungão, o Iain, é muito simpático para ela, preocupa-se com ela, e todas as intenções de se afastar dela, mal chegassem aos seus terrenos, acabam defraudadas, porque ele simplesmente não consegue. Às vezes é mauzinho para ela, não sendo completamente honesto nas suas palavras, e noutras vezes é ela que não se apercebe do que ele realmente lhe está a dizer. 
Já a Judith é obstinada por natureza, lida bem com a forma como é tratada pelas mulheres quando chega à Escócia, sendo algumas delas bem maldosas, mas tem um lado sentimental. Na minha opinião, ela apenas se preocupa com as ações das pessoas que ela realmente gosta. Depois teve um grave problema em adaptar-se às regras do clã, que para ela não fazem sentido (nem para mim!), acabando por arranjar alguns problemas. 
Juntos eles têm uma química única e fantástica, sendo um dos meus casais literários favoritos.

Não esquecendo o título e também a sinopse, que levam para um segredo, que desde cedo é revelado pela autora ao leitor, e mesmo tema de conversa entre as duas amigas, ou seja, o segredo é basicamente com Iain e o clã. É quando ele é revelado que se vê toda a intensidade da relação deles, e então o final partiu-me o coração, quase que libertei umas lágrimas, porque de tudo o que eu pudesse imaginar, nunca pensei naquilo.

Adorei, amei, e já o voltei a ler, não na totalidade, mas as partes que mais gostei, porque simplesmente não conseguia sair daquela história. Só para terem noção eu li o livro numas 5 horas, se tanto, porque eu não conseguia parar, sem saber como acabava. 
Resumindo, se gostarem de romances de época, leiam este livro, porque ele tem um misto de tudo o que faz um romance deixar-nos com o coração na boca e lágrimas nos olhos.


Classificação


Leitura com Apoio

Opinião de Outros Livros da Autora
Nota: Ao clicar nesta imagem será dirigido para as diversas opiniões de outros livros da autora. Estará sempre atualizado, fazendo com que possa haver mais livros do que os que aparecem na imagem.

Outras Capas pelo Mundo

P.S: Este post contém links de afiliados. Para saber mais sobre clique aqui.
Share:
Read More
,

16 Filmes que fazem 10 anos em 2019 #2

Trago mais filmes que fazem 10 anos este ano, e sinto-me velha. Não é que eu tenha visto a maioria, porque não vi, mas lembro-me de falarem neles, e até de alguns estarem na minha lista para ver desde desse tempo. Ao menos o meu problema não é de agora!
Mas Vamos então à lista!
1. 2012

2. G.I. Joe - A Origem de Cobra
3. (500) Dias com Summer
4. 17 Anos, Outra Vez!
5. Coraline e a Porta Secreta
6. X-Men Origens: Wolverine
7. Nas Nuvens
8. És o Maior, Meu!
9. Inimigos Públicos
10. Um Lugar para Viver
11. Sobre Rodas
12. Adventureland
13. Amar... é complicado!
14. Hannah Montana: O Filme
15. O Resgate do papá
16. Os Feiticeiros de Waverly Place: Férias nas Caraíbas

Já viram algum destes? Deixem tudo nos comentários e até ao próximo post!
Share:
Read More