, , , , ,

Opinião Literária: Sofie Sarenbrant - Uma Morte Conveniente

Uma Morte Conveniente
de Sofie Sarenbrant 
Título Original: Visning pågår
ISBN: 9789722060981
Edição ou reimpressão: 09-2016
Editor: Dom Quixote
Idioma: Português
Páginas: 416
Género: Policial, Thriller
Compre na Wook:
Livro (aqui)
Ebook (Aqui)
Goodreads: 3,33✮ (aqui)

Sinopse:
SOFIE SAREMBRANT é considerada a mais promissora autora sueca de policiais depois de uma rápida ascensão aos tops suecos. UMA MORTE CONVENIENTE foi o seu primeiro livro a cruzar as fronteiras e encontra-se já traduzido em doze países, entre os quais se contam a Alemanha e os Estados Unidos.

UMA MORTE CONVENIENTE é o primeiro livro de uma série que tem como protagonista Emma Sköld, uma jovem e entusiasta inspetora da polícia. Quando é chamada a intervir nesta investigação, Emma está grávida e começa a perguntar-se se conseguirá conciliar a carreira com a maternidade. Conta para isso com a ajuda do seu companheiro Kristoffer, um agente imobiliário viciado em trabalho que espera em breve encontrar a casa ideal para os três. Sofie Sarembrant imprime a esta intriga um ritmo imparável que nos leva a querer virar a página do primeiro ao último capítulo.

A Minha Opinião:
Eu descobri este livro quando na biblioteca me emprestaram um marcador do livro, e em casa andei a investigar e achei a premissa interessante, e dentro do género literário que eu tenho ando a começar a ler, thrillers e policiais. 
Este livro começa com a morte de Hans que é encontrado pela filha, Astrid, com as entranhas de fora, literalmente. Contudo a relação dele com a mulher, Cornelia, não é boa, eles estão para se separar, pois finalmente ela ganhou coragem para lhe pedir o divórcio depois de anos de violência doméstica. Para resolver o caso é chamada a inspetora Emma Sköld, que acaba por estar mais envolvida no caso do que gostaria, pois Cornelia é muito amiga da sua irmã, Josefin. Depois de muito procurarem, a polícia descobre que só uma pessoa não gostava de Hans, a sua mulher, e Cornelia terá de provar que está inocente.
Gostei bastante das personagens do livro, são bastante coerentes e reais. Vemos por exemplo a forma como a Astrid se comporta, ela é uma menina que tem alguns problemas, e tanto é afectuosa como começa a disparatar e a bater. A autora não se limita apenas às personagens principais, como também nos dá a conhecer mais sobre outras personagens que eu acredito que apareceram nos livros seguintes da série. De certo modo, é nos apresentado situações às quais não obtemos resposta no livro. 
Quanto ao desenvolvimento do caso, tivemos a oportunidade de ir lendo as diversas perspectivas das personagens principais, e começar a tirar conclusões que de certa forma não nos levam a lado nenhum, o que é estranho. Mas o facto de saltarmos de personagem em personagem, faz com que a leitura flua muito bem e que queiramos saber o que vem a seguir, e que novas pistas apareceram. 
Não acho que seja previsível, apesar de eu ter acertado, porque sai um bocado da caixa, e o facto de o final ser aberto, o que de certa forma me irritou, porque eu queria o que ia acontecer, mas tenho que esperar que em Portugal traduzam o próximo livro (isto é se chegar a acontecer), porque ainda não seu ler sueco. Contudo, este final mostra que nem sempre tudo funciona bem, às vezes a polícia tem problemas, o que de torna o livro ainda mais real e provável de acontecer no dia-a-dia. 
Para quem gosta deste tipo de livros, é um livro que aconselho, é de leitura rápida, por muitas páginas que tenha, eu devorei-o em pouco tempo, porque simplesmente queria saber quem era o culpado, mas cada vez me senti mais confusa e dividida. Outra coisa boa, é que não dá para ir ler o fim para descobrir, não é explícito. Eu só descobri realmente nas últimas linhas, e isso para mim foi um golpe de mestre da autora.
A Minha Classificação:




Outras Capas:
Definitivamente a portuguesa é a mais bonita, estas são macabras!
Share:
Read More
, ,

Filmes para Ver no Halloween em Família

O Halloween está a chegar, e por mais que eu não seja a maior fã desta época, são muitos os filmes, que costumam passar na televisão, e também com o frio a chegar, nada como ver uns filmes sentados no sofá. 
Como eu sou oficialmente uma medricas no que diz respeito a filmes de Terror. O que vos trago é um lote de filmes para ver em Família, nesta quadra. 
Alguns mais conhecidos do público, outros nem por isso. Alguns já vi, outros já ouvi falar!
Vamos então à lista:

Trilogia Hotel Transylvania
São provavelmente os monstros mais adorados do cinema! Ainda só vi o primeiro, mas espero por estes dias ver os outros dois.

O Hotel Transilvânia é um resort cinco estrelas que serve de refúgio para que os monstros possam descansar do árduo trabalho de perseguir e assustar os humanos. O local é comandado pelo Conde Drácula, que resolve convidar os amigos para comemorar, ao longo de um fim de semana, o 118º aniversário de sua filha Mavis. O que ele não esperava era que Jonathan, um humano sem noção, fosse aparecer no local justo quando o hotel está repleto de convidados e, ainda por cima, se apaixonasse por Mavis.

ParaNorman
Norman Babcock é um garoto que consegue ver e falar com os mortos. Entretanto, o único que acredita em suas habilidades é Neil, um amigo excêntrico. Um dia, o tio de Norman conta sobre um importante ritual anual realizado na cidade, com o objetivo de protegê-la de uma maldição jogada por uma bruxa séculos atrás. Norman resolve ajudar no ritual, mas as coisas não saem como planeado e uma nuvem mágica faz com que os mortos se levantem das tumbas da cidade.

Coraline
Entediada em sua nova casa, Caroline Jones, um dia encontra uma porta secreta. Através dela tem acesso a uma outra versão de sua própria vida, a qual aparentemente é bem parecida com a que leva. A diferença é que neste outro lado tudo parece ser melhor, inclusive as pessoas com quem convive. Caroline se empolga com a descoberta, mas logo descobre que há algo de errado quando seus pais alternativos tentam aprisioná-la neste novo mundo.

Saga Halloweentown
Mais uma daqueles séries que têm diversos filmes. Pelos menos 4 tem, que abarcam várias gerações.

A adolescente Marnie é uma bruxa que vive na vila de Halloweentown com sua família. Ela e seus amigos estão prestes a começarem o novo ano escolar, mas querendo estar perto de pessoas da sua idade, eles convencem o conselho de bruxos de Halloweentown a deixá-los estudar em uma escola humana. Só que para isso eles não poderão usar os seus poderes, e caso algo perigoso aconteça por causa da presença deles no colégio, os jovens perderão seus poderes para sempre. O problema é que o arqui-inimigo da família de Marnie, o Cavaleiro da Adaga de Ferro, descobre onde eles estão e resolve atacar o mundo mortal.

Hocus Pocus
Winnie, Sarah e Mary são três bruxas do século XVII, que chegam ao século XX após seus espíritos serem evocados no Dia das Bruxas. Banidas há 300 anos devido à prática de feitiçaria, elas estão dispostas a tudo para garantir sua juventude e imortalidade. Porém precisarão enfrentar três crianças e um gato falante, que podem atrapalhar seus planos.

Scooby-Doo and the Witch's Ghost
Após conhecer o escritor de histórias de terror Ben Ravencroft no seu último mistério, a Mistério SA o acompanha até a pequena cidade de Oakhaven, Massachusetts, para um festival de outono. Ben revela aos jovens a história de sua ancestral Sarah Ravencroft, que é uma bruxa má, e a turma decide desvendar o mistério das aparições ao mesmo tempo em que uma banda de garotas góticas chega à cidade para o evento.

Scooby-Doo 2: Monsters Unleashed
Após se reencontrarem e reativarem a Mistérios S.A., Fred, Daphne, Salsicha, Velma e Scooby-Doo partem rumo a Coolsville para desvendar mais um mistério. Lá está um homem mascarado, que planeja usar uma máquina criadora de monstros para controlar o lugar. Em meio às investigações eles conhecem Patrick Wisely, o curador do museu local, e ainda Heather Jasper-Howe, uma repórter que se apaixona por Fred.
Na realidade qualquer filme do Scooby-Doo é de Halloween, eles caçam monstros.

The Dog Who Saved Halloween
Zeus e os Bannister mudam-se para uma casa nova bem a tempo da festa de Halloween. Com o desaparecimento de um gato preto, Zeus e George decidem investigar um vizinho muito suspeito e acabam presos em sua casa assombrada, onde ele vive com um cão assustador.

Girl vs Monster
Skylar descobre que os pais dela são monstros depois que ela acidentalmente libera alguns monstros de uma câmara de contenção secreta. Então ela e um amigo devem recapturar todos os seres e também salvar os pais de Skylar dessas criaturas malignas que estão em busca de vingança.

Monsters vs. Aliens
Susan Murphy está prestes a casar-se com Derek Dietl, um repórter de TV que sonha em ascender profissionalmente. No dia de seu casamento ela é atingida por um meteorito, oriundo de um planeta que explodiu recentemente. A radioatividade do objeto espacial faz com que ela cresça até a altura de 15 metros. Sem saber o que está ocorrendo, Susan é capturada pelo exército e confinada em uma base secreta, onde estão alojados outros monstros: dr. Barata, Elo Perdido, B.O.B. e Insectossauro. Todos deveriam permanecer isolados da sociedade, mas um súbito ataque alienígena faz com que o presidente dos Estados Unidos, Hathaway, aceite o plano de libertá-los para que possam combater o novo inimigo.

Happy Family
Emma, a mãe da família Wishbone, está tentando de todas as formas salvar a relação com seus familiares, que não é nada amigável. Já que nenhum deles se dá muito bem e a paz e tranquilidade são quase impossíveis, ela planeja uma noite de diversão fora de casa. Mas a confusão começa quando, inesperadamente, uma bruxa os transforma em monstros.

Spooky Buddies
Seis cachorrinhos juntam-se a um fantasma na descoberta de mistérios envolvendo uma mansão mal-assombrada. A jornada dos cachorrinhos será repleta de muita aventura, ação e confusão.

Goosebumps
O jovem Zach Cooper se muda de Nova York para uma cidade pequena dos Estados Unidos, para onde a mãe é transferida. Lá, eles passam a morar na casa ao lado da de Hannah – por quem o adolescente se apaixona – e o pai, o ranzinza R. L. Stine Depois de escutar gritos vindo da propriedade ao lado, Zach invade a residência com a ajuda do medroso colega e acaba, acidentalmente, abrindo um dos livros e, consequentemente, dando início à libertação de todos os monstros criados por Stine. Juntos, eles terão que mandar as criaturas de volta para as prateleiras.

Conhecem algum destes? Que filmes adicionariam?
Share:
Read More
, , , , , ,

Cinema - Real Murders: An Aurora Teagarden Mystery

De: Martin Wood
Com: Candace Cameron Bure, Lexa Doig, Marilu Henner 
Género: Mistério, Crime, Drama
País: Estados Unidos da América
Duração: 120 Minutos
Ano: 2015



Sinopse:
Aurora encontra um membro de seu grupo de homicídios, o Real Murders Club, morto de uma maneira que lembra estranhamente o crime que o clube estava prestes a discutir. À medida que outros assassinatos brutais "imitadores" se seguem, Aurora terá que descobrir a pessoa por trás do terrível jogo.

Trailer:

A Minha Opinião:
Mais um filme da Hallmark Movies & Mysteries e da Aurora Teargarden, que por norma passam na Fox Life, e que eu gravei no verão para só ver agora.
Neste filme a Aurora tem um caso bicudo para resolver, não só porque gosta de o fazer, mas também porque a sua vida e a vida dos seus amigos está em risco. O seu clube de Homicídios continua de vento em poupa, com ela como diretora, e no dia que vão discutir um homicídio acorrido nos anos 30, alguém resolve imitá-lo, matando um dos membros do clube. Só que quando pensam que é um caso isolado, outros vão aparecendo, sempre a imitar um homicídio famoso nos livros, e alguém do clube está implicado, seja como vítima ou como possível assassino. Aurora pode ser uma das próximas vitimas, mas isso só lhe dá mais vontade de encontrar o criminoso, antes que mais pessoas sofram.
Eu gostei do outro filme, e fui para este com expectativas, contudo pensei que a história de vida da Aurora se podia interligar mais com o outro, o que não acontece, por exemplo na vida amorosa, e não sabemos quanto tempo passou entre ambos.
Quanto ao mistério central do filme, é muito mais complexo que o outro, tratam-se de vários crimes, que estão todos interligados, e eu estava a apostar no cavalo errado para o criminoso, apesar de ter desconfiado por instantes do verdadeiro. Todo o enredo é muito bem pensado, não fosse uma das escritoras a Charlaine Harris.
Para quem gosta deste tipo de filmes, aconselho vivamente!
A Minha Classificação:
Share:
Read More
, , , , ,

Opinião Literária: Danielle Steel - Porto Seguro

Porto Seguro
de Danielle Steel 
Título Original: Safe Harbour
ISBN: 9789722530668
Edição ou reimpressão: 07-2015
Editor: 11 X 17
Páginas: 448
Género: Romance
Compre na Wook: 
Livro (Aqui)
Livro Bolso (Aqui)
Goodreads: 4,05✮ (aqui)


Sinopse:
A coragem para voltar a amar. Uma história inesquecível de sobrevivência... de como duas pessoas que perderam tudo reencontram a esperança ... e dos atos extraordinários de fé e de coragem que motivam e mantêm as famílias juntas... Com graça e compreensão Danielle Steel explora os laços ténues entre mães e filhas, maridos e esposas, membros da família e amigos ao longo da vida. Este romance leva-nos através da paisagem complexa da perda e do bem que também sempre surge associado às mais terríveis tragédias. Em síntese, uma história de triunfo e uma elegia comovente para aqueles que sofrem e sobrevivem, Porto Seguro é, talvez, seu romance mais poderoso de afirmação da vida.

A Minha Opinião:
Mais um livrinho de bolso que eu li, sem dúvida que tenho de pensar em comprar mais, porque são do melhor para levar na mala. 
Não é a primeira vez que leio um livro da Danielle Steel. Há uns anos a minha prima emprestou-me o livro "A Estrela", e eu fiquei rendida à escrita da autora. 
Este livro conta-nos a história de Ophélie e Pip, que perderam o marido/pai e o filho/irmão num acidente de avião. Ophélie mergulhou numa tristeza profunda, esquecendo-se quase da filha que lhe restava, que vivia a tentar não incomodar a mãe. Nas férias de verão vão para Porto Seguro, onde Pip com o seu cão costumam ir passear na praia quando a mãe vai ao grupo de ajuda à cidade. É na praia que Pip conhece Matt, um pintor que vive isolado do mundo naquela vila, sem vontade nenhuma de querer mais gente na sua vida. Se inicialmente Ophélie pensa que ele é um pedófilo, não tarda a colocar essas ideias de lado e a ver que encontrou um bom amigo, que tal como ela sente que o seu mundo acabou. 
O que mais gosto nos romances desta autora é forma como ela nos apresenta uma história que é tão comum de se encontrar na sociedade que nos cativa e envolve na história. Depois as personagens, por um lado Ophélie, uma mulher que perdeu quase tudo, e que não quer mais gente na sua vida, pois não suporta a ideia de perder. Vive mergulhada numa depressão horrível, e que quase nem dá atenção a Pip, que apesar dos seus 13 anos, a vida obrigou-a a tornar-se adulta. E por fim Matt, um homem que a ex-mulher trocou pelo melhor amigo, e que levou os filhos para o outro lado do globo, dizendo que não estes não têm interesse no pai. 
A história o que tem de bonito, tem de cruel. Mentiras, traições, e acima de tudo recomeços, ou a vontade de recomeçar quando tudo à volta está como que destruído.
Uma das coisas que mais gostei neste livro foi a forma como foi construída a amizade entre o Matt e a Ophélie, muito antes de qualquer amor, está uma sólida amizade. 
O que me fez tirar meia estrela? Foi o final, acho que foi muito apressado, apesar de compreender que só se vive uma vez, mas mesmo assim. 
Para quem gosta de romances recheados de amizade, drama e personagens reais, aconselho este livro!

A Minha Classificação:





Outras Capas:

Share:
Read More
,

10 Séries que eu tenho que Acabar #3

Eu sou fantástica deixar séries para trás, e com o tempo fica cada vez pior! Umas porque me esqueço de ver as temporadas seguintes, outras da minha infância que nunca cheguei a ver o final, mas que finalmente quero ver, e outras que ficaram a meio, mas com planos para serem terminadas. 
Já viram alguma destas?
1. Dear White People
Quando os alunos brancos de uma escola decidem dar uma festa temática sobre a raça negra, quatro alunos negros começam uma manifestação. Esta é uma sátira feroz ao racismo e ao pensamento politicamente correto e condescendente a respeito da diversidade racial.
2. 13 Reasons Why
Uma caixa de sapatos é enviada para Clay (Dylan Minnette) por Hannah (Katheriine Langford), sua amiga e paixão platônica secreta de escola. O jovem se surpreende ao ver o remetente, pois Hannah acabara de se suicidar. Dentro da caixa, há várias fitas cassete, onde a jovem lista os 13 motivos que a levaram a interromper sua vida - além de instruções para elas serem passadas entre os demais envolvidos.
3. Two and Half Men
A vida de um homem rico e solteiro, Charlie (Charlie Sheen), que se aborrece quando seu irmão divorciado Alan (Jon Cryer) e seu sobrinho Jake (Angus T. Jones) acabam indo morar na sua casa em Malibu. Apesar das enormes diferenças entre os dois irmãos, eles decidem firmar uma parceria para dar um lar ao pequeno Jake.
4. Claws
No salão de beleza Nail Artisan of Manatee County, ninguém é quem parece ser. As cinco manicuristas principais são traiçoeiras e venenosas, com vidas que parecem saidas de um reality show.
5. A Filha da Lei
A série gira em torno de Isabel Garcia, Inspetora-Chefe da PJ, que é confrontada com o maior desafio da sua carreira ao ser designada para comandar a investigação daquele que será o mais importante caso policial em Portugal nos últimos 20 anos: os violentos assassinatos em série que assolam a cidade de Lisboa. Samuel Lopes, Inspetor estagiário formado em Psicologia Criminal, junta-se à Brigada de Garcia onde terá que conquistar o seu lugar e o respeito dos inspetores mais experientes. O convívio com o inspetor estagiário ajuda Garcia a entender melhor a sua filha Sara, uma adolescente de 16 anos fruto de um casamento falhado com o implacável jornalista Jaime.
6. Marvel's Cloak & Dagger
Tandy Bowen e Tyrone Johnson são dois jovens com criações distintas que terão de aprender a lidar e aprimorar superpoderes recém-adquiridos, e mais: a viver em casal, na vida pessoal e na luta contra o crime, como os inseparáveis Manto e Adaga.
7. NCIS: Los Angeles
O Escritório de Projetos Especiais é uma divisão da NCIS (Serviço Naval de Investigação Criminal) que tem por objetivo resolver os crimes que mais ameaçam a segurança nacional. Os Agentes Aspeciais Callen (Chris O'Donnell) e Hanna (LL Cool J) são os encarregados de conduzir as investigações. Para isso, eles assumem identidades falsas e contam com o apoio da tecnologia avançada do departamento e da sua colega de trabalho Henrietta "Henry" Lange (Linda Hunt), que providencia todos os disfarces e equipamentos necessários. Juntos, eles irão fazer o que for preciso para desvendar quem são os criminosos que mais põem o país em risco. 
8. 2 Broke Girls
Para pagar as contas, Max Black (Kat Dennings) trabalha em dois empregos, incluindo um como garçonete de um restaurante. Caroline Channing (Beth Behrs), por sua vez, é uma riquinha mimada que, após perder todo o seu dinheiro, precisa procurar um trabalho pela primeira vez na vida. Trabalhando e morando juntas, Max e Caroline irão começar a juntar dinheiro para investir em uma loja de cupcakes.
9. A Casa de Anubis
A série conta a história de estudantes de um internato inglês que tentam desvendar mistérios. Nina Martin (Nathalia Ramos), uma nova estudante, chegou cercada de mistérios no colégio, dando origem ao clube secreto chamado Sibuna.  
10. Raven's Home
Raven Baxter (Raven-Symone), a simpática adolescente que via o futuro, está de volta, agora divorciada e mãe de uma casal de pré-adolescentes. Ela mora com Chelsea (Anneliese van der Pol), que também cria seu filho pequeno. Só que um filhos de Raven herdou seus poderes, mas assim como sua mãe, ter esse dom só aumenta as possibilidades de se meter em confusão.
Share:
Read More
, , , , , , ,

Opinião Literária: Tara Sue Me - Submissa

A Submissa
(Submissive #1)
de Tara Sue Me 
Título Original: The Submissive
ISBN: 9789892324180
Edição ou reimpressão: 07-2013
Editor: Lua de Papel
Idioma: Português
Páginas: 280
Género: Literatura Erótica, Romance
Compre Wook:
Livro (Aqui)
GoodReads: 3,97✮  (Aqui)

Sinopse:
Abby tem uma fantasia secreta. Em Nova Iorque toda a gente sabe quem é Nathaniel West, o sedutor milionário que controla as West Industries. Mas poucos conhecem o seu segredo: ele é um dominador terrivelmente sexy, extremamente exigente. E procura uma nova submissa.
Abby é uma bibliotecária, tem uma vida cinzenta, anseia por mais - todo um mundo de prazeres de que ouviu falar mas que nunca ousou experimentar. E tem uma dívida antiga para com Nathaniel, que ele próprio desconhece. Ela oferece-se a medo, promete satisfazer-lhe os mais recônditos desejos. E após um tórrido fim-de-semana a dois, Abby não tem dúvidas: quer mais, muito mais, nem que para isso tenha de se submeter às condições impostas pelo seu novo Mestre… Mas até onde será capaz de ir? Num jogo de paixão e poder, onde aos poucos o amor se insinua, Abby vê-se perante um dilema: face à frieza e distância de Nat, ela teme que o coração dele esteja fora do seu alcance - ou que o seu próprio coração esteja para sempre perdido.
Muito antes de As Cinquenta Sombras de Grey, 8 milhões de leitoras ávidas devoraram a trilogia A Submissa, que continuará com O Dominador e A Iniciação.

A Minha Opinião:
Desde do Grey que eu não pegava num livro de Literatura Erótica. Já tinha ouvido falar deste livro quando ainda andava no secundário, entretanto já acabei a universidade, e quando o vi na biblioteca, não resisti. 
O livro conta a história sob a perspectiva da Abigail que se candidata para ser submissa de um famoso homem de negócios, Nathaniel West, este apesar da falta de experiência dela, aceita-a combinando um fim-de-semana à experiência para ele decidir se ela "serve" para o papel, e também para ela ter a oportunidade de desistir. Acontece o costume nestes livros, ela apaixona-se, quer dizer, na verdade ela já se sentia atraída por ele, mas acaba por se apaixonar mesmo por ele. 
Há semelhanças com as Cinquenta Sombras de Grey, tenho quase a certeza que a E. L. James, se inspirou neste trilogia, porque há coisas que não podem ser coincidência. Por exemplo, a profissão da personagem feminina é ligada à literatura, a Abby é bibliotecária, licenciada em Literatura, nesta última parte tal como a Anastacia,  e ambas querem ser independentes, no sentido que não querem que eles lhes comprem coisas. Os dominadores ficaram órfãos, o Grey, foi adotado, e o Nathaniel foi criado pela tia, ou seja, ambos têm um passado complicado, foram ambos submissos, são milionários, tem jatos privados.
Contudo divergiu em algumas coisas, que para mim, fizeram com que a história ficasse melhor (eu da trilogia do Grey só li mesmo o Grey). Primeiro, a Abby não é um pãozinho sem sal, inocente que nem sabe o que é o sexo, ela candidata-se para ser submissa, mesmo que não soubesse bem como ia ser, ela sabia ao que ia, e isto para mim é essencial. Uma coisa que me deixou mais surpresa, e para ligar à capa, as submissas usam uma "coleira", que é uma espécie de gargantilha de diamantes, para que os outros dominadores saibam que elas "têm dono". 
Este livro torna-se menos romântico que outro, porque ele não lhe dá esperanças, como Grey, tendo em conta que a Anastasia nunca assinou o contrato, ou seja, acaba por ser uma história de amor, como muitas cenas de sexo à mistura, este não, ela assina, ela torna-se sua submissa. E as cenas de sexo são muito mais explicitas e intensas que nos outro.
Eu gostei do livro, em três horas eu li-o, o livro não tem tempos mortos, está sempre a acontecer alguma coisa, o que faz com que não consigamos parar de ler, e isso foi um ponto a favor na leitura.
Eu aconselho este livro para quem gosta deste género, não vale a pena irem ler com ideia que é um romance fofinho, não é, apesar de ter as suas cenas mais queridas, não deixa de ser um livro erótico, e quem não se sente à vontade com este tipo de literatura, não leia!  
A Minha Classificação:




Outras Capas:

Share:
Read More
, , , , , , ,

Opinião Literária: Marc Levy - Enquanto Estiveres Aí

Enquanto Estiveres Aí
(Et si c'était vrai #1)
de Marc Levy
Título Original: Et si c'était vrai...
ISBN: 9789722326902
Edição ou reimpressão: 05-2002
Editor: Editorial Presença
Idioma: Português
Páginas: 190
Género: Romance
Compre na Wook:
Livro (a nova edição) (Aqui)
Goodreads (Aqui)


Sinopse:
Arthur, um jovem arquitecto californiano, acaba de alugar uma nova casa em São Francisco. Os objectos ainda empacotados encontram-se empilhados pelo chão. Decide preparar um banho relaxante enquanto é embalado pelas doces melodias de Peggy Lee. Subitamente Arthur começa a ouvir o som do estalar de dedos a acompanhar a música da rádio. "Não pode ser verdade...é do cansaço" pensa Arthur, contudo o som continua e aumenta, cada vez mais claro e distinto. Segue o som até ao armário da casa-de-banho. Ao abrir a porta depara-se com uma mulher sentada que continua a estalar os dedos ao som da música. Confuso, Arthur pensa tratar-se de uma partida do seu amigo Paul e pede à mulher para deixar a sua casa. Espantada e ainda mais confusa que Arthur, ela pergunta-lhe "Está a ver-me?". Lauren conta-lhe então uma história inverossímil: médica de profissão era a anterior inquilina daquele apartamento quando sofreu um acidente de automóvel. Seis meses ainda se encontrava em coma no hospital onde costumava trabalhar. Durante todo esse tempo o seu espírito vagueou pelo seu apartamento, que agora a sua mãe, já com poucas esperanças de uma recuperação, tinha arrendado a Arthur. Era tudo demasiado estranho, mas...e se fosse verdade? Com base neste enredo nasce uma história de amor forte, delicada e comovente, cheia de situações de um humor desconcertante, e um imenso potencial para ser transformado em imagens.

A Minha Opinião:
A principal razão para querer ler este livro, foi ter sido a inspiração para um filme que eu gostei bastante, apesar de já não me lembrar bem da história. Andei muito tempo à procura do livro livro, mas descobri que em Portugal ele tem dois nomes, sendo a edição que está disponível nas livrarias, editado pela Contraponto, tem o nome do filme "E se Fosse Verdade". Claro que isto dificultou a minha procura.
Mas vamos então à história. O livro inicia-se com um acidente de viação de Laren, na sua velha carrinha que a mete em coma, contudo é um caso clínico que ninguém compreende, o coração funciona, mas o cérebro não, é como se ela fosse um vegetal. Lauren é uma interna no hospital, onde depois vai parar, ao nível da cirurgia, e é uma das melhores alunas. Passados 6 meses, Arthur que se mudou à pouco tempo para a sua nova casa, a antiga casa de Lauren, vê uma mulher no seu armário, se inicialmente pensava que era uma brincadeira do seu sócio, acaba por perceber que se trata de um fantasma, o de Lauren. À sua volta todos pensam que está louco, afinal fala sozinho, abraça pessoas invisíveis, o amigo até o leva a um psiquiatra. Habituando-se à companhia de Lauren, Arthur fica em pânico quando os médicos conseguem convencer a mãe desta a desligar as máquinas, e então engendra um plano para os impedir de avançar com a ideia.
Isto não é um livro para pessoas cépticas. Até que ponto pode ser verdade? Quase nenhum, mas não deixa de ser uma história bonita, mesmo que curta ao nível de páginas, mas com muitas descrições do meio envolvente e do ambiente médico. O que mostra investigação, mas também para quem não percebe nada daquilo, acaba por se tornar um bocado aborrecido.
Apesar de eu não me lembrar bem do filme, tenho a impressão que no filme divergiram do livro, como é costume, porque no filme ela não tem memória coisa que no livro não acontece, ela lembra-se de tudo, de quem são as pessoas, e do que se passa com ela. E na minha opinião só isso faz com que os formatos sigam direções opostas, além dos nomes das personagens serem diferentes.
Mas regressando ao livro, houveram coisas que não me convenceram, certas cenas que eu tento imaginar para quem pudesse estar a observar, seria estranho acho.
Contudo, acabei por gostar do livro, foi uma leitura interessante, de um autor que eu não conhecia, não leio muita literatura francesa, gostei da escrita dele, por mais que tivesse descrições extensivas, e para quem gosta de livros com fantasmas, e meios sobrenaturais, mas ainda assim na terra, aconselho que leiam.
Infelizmente o livro acaba com um final aberto, pois há um segundo, que pouco foi falado em Portugal. Eu já andei à procura, e é bastante complicado de encontrar, porque só há versão de bolso. Sinceramente não percebo o porquê de dois livros, conseguiam enfiar tudo no mesmo, mas enfim...
A Minha Classificação:




Outras Capas:

Share:
Read More
, , , , ,

Opinião Literária: Nora Roberts - À Procura de Noivas

À Procura de Noivas
de Nora Roberts 
Título Original: The MacGregor Brides
ISBN: 9788468792583
Edição ou reimpressão: 02-2017
Editor: HARLEQUIN
Idioma: Português
Páginas: 320
Género: Romance
Compre na Wook:
Livro (Aqui)
Goodreads: 4,08✮ (Aqui)

Sinopse:
A vida e os amores da extraordinária família MacGregor.
Com noventa anos, não havia nada que o poderoso patriarca do clã MacGregor gostasse mais de fazer do que de casamenteiro com os elementos da sua família e de constituir casais felizes. 
Encontrou em três das suas netas as noivas perfeitas para os três candidatos que tinha em mente, porem, primeiro teria de as convencer que o amor e o casamento eram tão importantes como as suas carreiras profissionais…

A Minha Opinião:
Este livro já está na minha estante à algum tempo, e finalmente tive tempo para o ler. Como agora a minha vida é passada em parte em comboios, estes livrinhos de bolso são fantásticos para entreter durante meia hora de viagem.
Este conta a história de um avô muito intrometido, Daniel MacGregor, que acha que está na altura dos netos assentarem e formarem família, tudo para deixar a avó feliz, Anna a sua mulher, porque ele faz tudo para o bem da sua adorada esposa, ou pelo menos é o que ele diz. Neste livro o plano é casar as netas. A primeira é a Laura, advogada, filha de advogados, não está nos planos dela casar-se nem pouco mais ao menos, ela está bem como está. Mas um dia o avô manda instalar na casa onde vive mais as primas um sistema de segurança todo sofisticado, e quem o vem instalar é um homem todo jeitoso, Royce Cameron, e logo da primeira vez que se vêem é numa situação constrangedora. Eles na realidade tão bem um para o outro, não querem nada sério!!
A segunda neta, é  Gwendoly, uma cirurgiã de sucesso, que tal como a prima mantém a sua vida focada no trabalho. Mas o avô arranja-lhe um entretém, ao sugerir que ajude um escritor de policiais, Branson a criar uma das suas personagens que é médica, e acaba por haver uma tensão sexual entre eles. 
Por último e não menos importante, a Julia, filha do ex-presidente dos EUA, que adora comprar casas, vai viver sozinha, mas a sua casa ainda está em remodelações. O avô, com uma pequena ajuda, consegue que o empreiteiro mude, e vai logo ser um homem, Calum, que Julia não gosta, mas ao menos é reciproco. Ele gostam ambos de vencer, o que gera discussões porque nenhum dá o braço a torcer, mas a verdade é que sempre houve uma tensão entre eles.
Eu gostei bastante do livro, é como que um livro de contos. Se por um lado o livro é leve e divertido, com histórias de amor cliché, mas que adoçam qualquer coração, mas por outro lado a história acaba por não ser muito desenvolvida (o que também é algo de positivo para quem não gosta daqueles floreados todos). No inicio do livro tem uma árvore genealógica, o que ajuda a nos localizarmos na família, mas para mim devia estar no fim!
Uma coisa que eu não encontro qualquer lógica é o nome do livro, neste caso a tradução. Em inglês, The MacGregor Brides (traduzindo As Noivas The MacGregor), tem muito mais lógica. Isto porque, primeiro, nenhum dos elementos procura noiva nem noivo, e segundo as estrelas do livro são as netas do The MacGregor, e não os homens.
Apesar de ler livro de bolso, a letra tem um bom tamanho, não tem aquele aproveitamento de página que quase temos de desmembrar o livro para conseguir ler, o que é bom. A capa e as páginas são mais fracas, mas também o preço do livro tem de vir de algum lado, e a mim não me incomoda minimamente esses pormenores.
Eu gostei muito do livro, é um livro leve, para quem não quer ler daquelas escritas muito trabalhadas, mas que proporciona um bom momento de leitura e entretimento.  
A Minha Classificação:



Outras Capas:

Share:
Read More
, , ,

Cinema: Como Despachar um Encalhado

Título Original: Failure to Launch
De: Tom Dey
Com: Matthew McConaughey, Sarah Jessica Parker, Kathy Bates 
Género: Mistério, Crime, Drama
País: Estados Unidos da América
Duração: 97 Minutos
Ano: 2006




Sinopse:
Tripp (Matthew McConaughey) tem 35 anos e ainda não saiu do conforto da casa dos pais. Mas eles estão fartos do filho e por isso decidem contratar a mulher dos seus sonhos, Paula (Sarah Jessica Parker), para que ela o convença a sair - finalmente! - de casa.
Trailer:
A Minha Opinião:
Já tinha ouvido falar do filme, e até apanhei partes dele enquanto fazia zapping. E finalmente consegui apanhá-lo desde inicio!
O filme conta a história Tripp um homem de 35 anos que ainda vive com os pais. Além disso não consegue manter uma relação durante muito tempo, quando a quer acabar leva a pretendente a casa dos pais acabando com tudo. Contudo os seus pais querem vê-lo de lá para fora, e contratam Paula, para que o seduza fazendo-o sair. Se de inicio ele pensa que a consegue manipular com as outras, rapidamente ele percebe que ela é esperta. Só que as coisas acabam por descarrilar e como de costume nestes filmes ela apaixona-se.
Este é um daqueles filmes cliché, que se sabe o final à partida, ou seja, o que se aprecia no filme é a viagem, e todas as peripécias pelas quais passam. E pode-se dizer que neste filme são muitas. 
O Tripp tem toda uma estratégia que aplica quando a relação está para avançar, o que não resulta com Paula, que já a conhece. Por outro lado, ela apesar das boas intenções acaba por se envolver demais. 
Na realidade eu não percebi bem como é que ela o ia fazer sair de casa. Tendo em conta que era uma relação de fachada, para ela, como o iria fazer sair? É uma questão à qual não consegui responder. 
Em suma, para quem gosta daqueles romances clichés, com personagens divertidas e um pouco loucas, aconselho o filme! 
A Minha Classificação:

Share:
Read More