Critítica Literária: Leandro Peleja - 100 Sentimentos

13:55 Liliana Silva 11 Comments

100 Sentimentos
de Leandro Peleja 
ISBN: 9789895211739
Edição ou reimpressão: 10-2017
Editor: Chiado Books
Idioma: Português
Páginas: 186
Género: Poesia

Compre na Wook:
Livro: 9,90€


Sinopse:
E eu continuo. Continuo em busca da paz. Em busca da rima perfeita. Em busca de sentimentos. Em busca do fim do mundo. E não vou parar até encontrar. Não vou parar até encontrar tudo o que me falta. Tudo o que me completa. E se a fé se for, eu vou. Mesmo sem fé. E se o meu irmão for, eu vou. Mesmo sem ele. Se a maré subir, eu vou. Mesmo sem pé. E mesmo que eu morra, eu vou. Mesmo morto. Porque enquanto vocês me lerem, eu vou continuar vivo.Ainda estou à procura daquilo que me falta. Estou cada vez mais perto, mas sinto-me cada vez mais longe. Mas lembremos: Seja a nossa despedida amanhã, ou tenha sido ontem, estaremos sempre juntos. Olha para o lado, e eu estarei lá. Para te apoiar. Para te ajudar a levantar. Para te mostrar o mundo. E para partilhar contigo todas as aventuras. Eu não gosto de despedidas. É difícil dizer adeus. Mas eu contínuo aqui. Vivo dentro de ti. Porque tu vives em mim. Até breve. Até um dia destes. Porque, se estás a ler isto, é tarde demais.
Sobre o Autor:
Leandro Peleja nasceu em 1997 no Hospital do Barreiro. Cresceu e viveu, desde sempre, na Margem Sul. Muitos chamam-no de “sonhador”. E ele admite que nunca deixa de sonhar. Mesmo quando lhe dizem que “quanto maior o sonho, maior a queda”.
Desde pequenino que é apaixonado pela leitura. Gosta de se perder nos livros que lê. Escrever foi uma paixão que surgiu mais tarde, em 2009. Sempre foi conhecido por “menino das composições”. Tinha sempre a melhor da turma. Reza a lenda que raramente fazia a gramática dos testes de português; Para ele, só a composição interessava.
Em 2017 lançou a sua primeira obra, intitulada “A Saudade tem um Nome”.
É apaixonado pela vida. Diz não ter sentimentos. Adora conduzir. Gosta de se perder por caminhos
desconhecidos. É um excelente cozinheiro. E gosta de animais. O seu lema é “Fazer Acontecer”. A única razão para ser ele a fazer a sua própria biografia é o facto de gostar de falar de si na 3ª pessoa, sem soar demasiado pretensioso.
A Minha Opinião:
Demorei bastante tempo a acabar este livro, apesar de ele ser tão fácil de ler. Porquê? Sinceramente não sei. Foi-se acumulando a falta de tempo com a falta de vontade de ler no geral, mas finalmente terminei. 
Este livro é considerado poesia, eu não percebo bem porquê, tem poemas é certo, mas trata-se mais de textos de reflexão, com alguns pontos de ligação, por vezes confusos. Lá no fundo tem um romance, ao de leve e por vezes confuso. Sim, eu achei muita coisa confusa neste livro, principalmente porque estou habituada a ler "histórias" e não este tipo de textos. 
Contudo eu gostei, dei por mim em algumas questões a identificar-me com o que o autor tinha escrito. É um texto com muitas verdades, que nos coloca a pensar sobre o mundo que nos rodeia, e sobre a nossa vida. 
"(...) o tempo não volta. Tudo o que volta é a vontade de voltar no tempo."
Recomendo este livro a quem gosta deste tipo de textos, que nos fazem questionar toda a nossa vida, e pensar em coisas que por norma não fazem parte dos nossos pensamentos. 
A Minha Classificação:





Leitura com o Apoio:

11 comentários:

  1. Dele já li foi "A saudade tem um nome" e tenho até uma pequena entrevista que lhe fiz no meu blog :)

    ResponderEliminar
  2. Oi Lili, eu sei como é quando a leitura não flui, as vezes o livro é bom, mas não rende, eu também prefiro narrativas porque preciso materializar na minha mente o que eu estou lendo. Gostei muito da tua sinceridade.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  3. Ola
    Muito chato quando isso acontece, mas que bom que chegou ao fim da leitura e tirou proveito de algum ponto. Acho que esses tipos de texto são bons para ler no momento certo, mas é bom indicar.
    Bjus

    ResponderEliminar
  4. Odeio quando a leitura empaca por algum motivo rs.
    Não conhecia o autor, mas acredito que esses poemas são bons para ler em um momento ideal para refletir, sabe?

    Beijos
    Sai da Minha Lente

    ResponderEliminar
  5. Olá, tudo bem? Não conhecia o livro, então que pena que ele foi confuso. De fato é chato quando não conseguimos "classificar" um enredo. Não curto muito texto para refletir, pois parece auto ajuda, no entanto falarei dele para amigos que curtem :) Ótima e sincera crítica!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  6. Olá, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o livro ainda e nem o autor, mas confesso que pareceu não fazer muito meu estilo. Não sou muito fã de poesia e, mesmo você falando que são mais textos reflexivos, acho que é uma leitura que não me agradaria muito. Além disso, achei uma pena algumas partes serem mais confusas.
    Mas fico feliz que, apesar disso, você tenha gostado e conseguido se identificar com algumas questões escritas pelo autor.
    Beijos!

    ResponderEliminar
  7. Tem poesia, mas não é só poesia; tem textos reflexivos com ligações entre eles, às vezes confusas... Sinceramente, não me atraiu. Gosto de outro tipo de leitura, mais simples, em que a história é mais tranquila de entender.

    ResponderEliminar
  8. Gosto de poesias e livros assim costumo degustar aos poucos,livro que mantenho na cabeceira. Talvez tenha achado confuso pelos textos não ter conectado com você, sempre acho que poesia nos fala a alma, ,mas pra isso é preciso conexão,caso contrario não rola. Com toda verdade que ele nós trás é uma indicação que eu anoto.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  9. Esse não é o tipo de leitura que eu gosto, mas confesso que ultimamente eu ando assim colocando tudo na frente da leitura e no final ficando entediada. Mas que bom que no final você encontrou algo de bom na leitura e gostou, isso que vale!

    ResponderEliminar
  10. Eu adoro esse tipo de livro que nos faz questionar sobre um monte de coisas e até mesmo a nossa própria existência, mas essa obra em especial me deixa meio confusa, nao é o tipo de leitura que eu faria, me parece um amontoado de tentativas juntas, sabe? Uma pena.

    ResponderEliminar
  11. Olá, eu não conhecia o autor e apesar de não ser muito fã de livros do gênero fiquei curiosa com esse *-* Dica anotada.

    ResponderEliminar