, ,

Viagem ao Passado: Aerosmith


Esta semana voltaremos a viajar novamente até 1970, para conhecer outra banda de rock, mas desta vez americana, conhecida por: "A Maior Banda de Rock and Roll da América" formada por Joe Perry, Tom Hamilton, Steven Tyler, Joey Kramer e Ray Tabano, os Aerosmith
É a banda de rock norte-americana que mais vendeu em toda a história, com mais de 150 milhões de álbuns vendidos ao redor do mundo , incluindo 66.5 milhões vendidos, somente nos Estados Unidos.  Eles também detêm o recorde do maior número de álbuns com certificações de ouro e multiplatina de um grupo norte-americano.
 A banda conseguiu colocar 21 músicas no Top 40 da Billboard Hot 100, 9 músicas no topo do Hot Mainstream Rock Tracks, ganharem 4 Grammy Awards e 10 MTV Video Music Awards. Eles foram induzidos no Hall da Fama do Rock and Roll em 2001, e foram incluídos nas listas de 100 Maiores Artistas de Todos os Tempos da Rolling Stone ficando na 59° posição.
Das suas músicas destaco “I Don't Want to Miss a Thing” a minha preferida, “Crazy”, “Cryin’”, “Angel” entre outras fantásticas.


Espero que tenham gostado da viagem, até ao próximo destino. 
Share:
Read More
, , , , , ,

Série: Vidago Palace


Nome: Vidago Palace
Canal: RTP 1
Produtora: Portocabo
Idioma: Português, Galego
Onde ver: RTP Play

Sinopse:
Uma história passada durante o Verão de 1936 no Vidago Palace, repleta de romance, paixões, ódios, traições, mistério e suspense
Vidago Palace tem como pano de fundo o ano de 1936 e conta-nos uma história de amor entre dois jovens de classes diferentes, dispostos a enfrentar todos os obstáculos.
Uma história repleta de romance, paixões, ódios, traições, mistério e suspense.
1936. O Vidago Palace Hotel acaba de inaugurar o seu campo de golfe desenhado pelo célebre arquiteto escocês Philip Mackenzie Ross.
A combinação de um palácio com tratamentos termais e um campo de golfe de luxo acabaria por colocá-lo entre as estâncias europeias de maior prestígio nesse período, atraindo assim uma diversidade de clientes abastados, desde a mais fina aristocracia europeia até à mais robusta burguesia portuguesa. Todos apreciam especialmente as famosas festas nele organizadas e os longos passeios pela floresta envolvente.
Nesse verão de 1936, junta-se um lote especialmente heterogéneo e marcante de hóspedes. Famílias portuguesas, espanholas, francesas, inglesas e alemães convivem ao longo das férias no Hotel. Muitos trazem os criados que se instalam no 3º piso do Hotel.
A Europa está em convulsão. Os ventos de guerra já sopram. Hitler prepara o terreno para a II Guerra Mundial. A Espanha está em plena guerra civil.
Este é o pano de fundo para uma história repleta de romance, paixões, ódios, traições, mistério e suspense.
Uma história integralmente passada no Verão de 1936 no Vidago Palace.

A minha Opinião:

Desde já é de frisar a parceria com a TVG, que leva esta série para um novo nível. Tem por isso a presença de atores galegos, que dão à história veracidade. 
Vi a série desde do primeiro dia, e apaixonei-me pelo amor do Pedro e da Carlota. Tudo começa como um momento de constrangimento para ela, mas o amor dele já vinha de trás. Apesar da classe social da Carlota, apesar da família estar falida, ela é uma rapariga simples, que acredita que viverá o seu verdadeiro amor. 
É nos demonstrado o peso da classe social na época, e também o poder do nome da família, e o que são capazes de fazer para o manter. Daí vem a mãe de Carlota, a condessa de Vimieiro, e aquela que lidera a família, obrigando a filha a casar com César Augusto, um herdeiro de uma basta fortuna.
É uma mini-série histórica, que nos dá o retrato daquela época, não apenas pela história de amor, mas pela veracidade do que acontecia naquela altura, como os Jogos Olímpicos de Berlim, a Guerra Civil Espanhola, entre outros, o que nos leva para a história de fundo, que permite nos conectar com a própria história. 
De negativo apenas destaco o facto de estarem constantemente a introduzir memórias que aparecem "do nada" e para os mais distraídos podem baralhar-se. 

Classificação:

Share:
Read More
, , , , , ,

Cinema: Ladrões com Muito Estilo

Título original: Going in Style
De: Zach Braff 
Com: Morgan Freeman, Joey King, Ann-Margret, Matt Dillon, Michael Caine, John Ortiz 
Género: Comédia
Duração: 96 Minutos
Ano: 2017
País: Estados Unidos da América



Sinopse:
"Há já várias décadas que Willie, Joe e Albert (Morgan Freeman, Michael Caine e Alan Arkin, respectivamente) são amigos inseparáveis. Reformados e com pouco que fazer, levam uma vida tranquila e rotineira. Mas quando descobrem que, por culpa do banco, perderam todo o dinheiro que lhes garantia uma reforma condigna, ficam sem saber o que fazer. É então que Joe, ao testemunhar um aparatoso assalto a um banco, encontra aí a solução para todos os problemas. Se, a princípio, os companheiros acham a ideia estapafúrdia, depressa o desespero e a atraente visão de viver uns últimos anos sem preocupações financeiras os convence a alinhar no plano. O grande problema é que nenhum deles sabe, sequer, empunhar uma arma…

Com assinatura do actor e realizador Zach Braff ("Garden State", "Dava Tudo para Estar Cá") e argumento de Theodore Melfi, uma comédia de acção que tem por base a história já antes contada no filme "A Quadrilha do Reumático", realizado por Martin Brest, em 1979." in PÚBLICO

Trailer:


Minha Opinião:
Fui para o cinema com muitas expectativas, o trailer mostrava que o filme iria ser realmente de comédia, o poster adoçava ainda mais o apetite, e para cereja no topo do bolo, o leque de atores, que era sem dúvida de luxo. 
Logo no início do filme, levamos com o choque de uma realidade que a todos nos vai ser íntima, ser idoso, ser vulnerável ao mundo, e de não ter no governo o apoio para o qual trabalhámos. São 3 homens, 3 amigos, com percursos de vida diferentes, mas com algo em comum alguém da amizade, e com o antigo trabalho em comum. E quando vêem toda a sua vida por água abaixo, quando ficam sem a sua reforma.
A ideia é peregrina, é doida, mas sem dúvida que ninguém acreditaria que seria possível. Leva-nos para outra questão: Não estaremos a subestimar os idosos? Afinal eles têm tanto a ensinar, e ninguém lhes dá o devido valor.
Acima de tudo este filme não é apenas mais uma comédia, é daqueles em que saímos do cinema e andamos ali, dias e dias a matutar no que nos foi transmitido. 
Ri-me, encolhi-me na cadeira, e sinceramente vivi aquele filme como nunca o tinha feito.


A Minha Avaliação:



Share:
Read More
, , , , , , , ,

Opinião Literária: Joanne Harris - Maligna


Maligna
de Joanne Harris

ISBN: 9789892316383
Título Original: The Evil Seed
Editor: Edições Asa
Edição ou reimpressão: 1992, 2011
Idioma: Português
Género: Terror, Romance
Páginas: 352
Compre na 
Wook 
Ebook (aqui) Livro (aqui)
Bertrand
Livro (aqui) Ebook (aqui)
Goodreads: 2,98✯ (aqui)


Sinopse:
Algo dentro de mim recorda e não esquecerá...
Alice e Joe têm em comum a paixão pela arte - ela é pintora e ele é músico - e, em tempos, estiveram também unidos pelo amor que sentiam um pelo outro. As suas vidas seguiram diferentes rumos, mas o reencontro é inevitável. Joe tem agora uma nova namorada, Ginny, que provoca em Alice uma intensa perturbação. A beleza etérea e singular de Ginny repele-a, e o seu sinistro grupo de amigos atemoriza-a.
Os hábitos estranhos da jovem deixam Alice suficientemente inquieta para levar a cabo uma investigação por conta própria. E o que descobre vai mudar tudo. Ginny tem em seu poder um velho diário que conta a trágica história de amor de Daniel Holmes e Rosemary Virginia Ashley, cujo poder de sedução não conhece limites. Só que Rosemary morreu há meio século… mas o seu magnetismo não está certamente extinto.
À medida que as histórias se entrelaçam, passado e presente fundem-se; Alice apercebe-se de que o seu ódio instintivo em relação à nova namorada de Joe pode não se dever apenas ao ciúme, já que algo em Ginny a arrasta irremediavelmente para um universo de insondável obsessão, vingança, sedução e sangue…
A Minha Opinião:
Primeiro de tudo comprei este livro numa feira do livro de uma grande superfície sem saber bem o que estava a comprar. O livro era barato, se não me engano pouco mais de 3€, a sinopse era interessante e porque não? É algo que faço bastante, comprar livros à descoberta.
Surpreendi-me logo nas Notas de Autora quando esta afirma que o livro costumava estar na secção de terror. Pensei em nem sequer continuar a ler, não era um género que apreciasse, mas resolvi ler o livro.
Na realidade não o encarei como um livro de terror, mas sim suspense e mistério. Adoro mistérios, e este não foi excepção. Além disso a forma como está organizado o livro é bastante interessante, mostra-nos os diferentes pontos de vista das personagens principais, que eu até a data nunca tinha visto num livro, dando-me ideias para um dos meus livros.
Passamos o livro a tentar perceber, o que de tão especial tem Rosemary para deixar os homens completamente encantados por ela, e a acompanhar Alice na sua própria investigação, que além de ser louca é também muito perigosa, afinal ela está a pisar terreno que desconhece.
De negativo apenas destaco os capítulos finais, pelo facto que serem misturados pontos de vista, que na minha opinião tornam complicado acompanhar o que se está a passar na cena.
Tirando isso, adorei o livro, é diferente do habitual e isso é sem dúvida um ponto muito positivo, além de ser escrito pela excelente Joanne Harris, que já nos habituou a excelentes obras, e sendo esta a sua primeira é sem dúvida um fantástico livro.
Boas Leituras!
Classificação


Outras Capas

Share:
Read More
, , ,

Viagem ao Passado: Queen


Viajaremos até aos meados de 1970, onde no Reino Unido era formado o grupo por Brian May, Freddie Mercury, John Deacon e Roger Taylor, chamado Queen. É citado como um dos expoentes do seu estilo, também sendo um dos recordistas de vendas de discos a nível mundial. A música da banda também é conhecida por ser altamente eclética, passeando por várias vertentes do rock.
Em 1991 faleceu o vocalista da banda, Freddie Mercury, aos 45 anos de idade vítima de SIDA, contudo ainda hoje é citado como principal influência de muitos outros cantores e bandas.
Os Queen já venderam mais de trezentos milhões de discos em todo do mundo, tendo lançado quinze álbuns inéditos, várias coletâneas e trabalhos em vídeo. O grupo foi introduzido no Rock and Roll Hall of Fame em 2001 e ganharam uma estrela na Passeio da Fama de Hollywood em 2005.
As músicas mais conhecidas são sem dúvida “We are the Champions”, “I Want To Break Free”, “Don’t Stop Me Now”, “Bohemian Rhapsody” e muitas outras que continuam ainda bem presente na memória dos fãs. Pessoalmente são as minhas preferidas, principalmente “Don’t Stop Me Now”, pela sua musicalidade e energia.

Convido também a ver uma das audições para o Britain’s Got Talent em que uma orquestra fez um cover surpreendente da música “Don’t Stop Me Now”.

Espero que tenham gostado e até à próxima viagem!
Share:
Read More

Bem Vindos


Muito bem vindos ao meu mundo! Aqui falarei um de um pouco de tudo, mas sem dúvida que o meu foco é a arte, os livros, cinema, TV, DIY.
Sinceramente espero que gostem e que sigam o blogue, tanto aqui como nas redes sociais!
Share:
Read More