Cinema: Trolls


Título original: Trolls
De: Mike Mitchell, Walt Dohrn
Com: Anna Kendrick (Voz), Zooey Deschanel (Voz), Justin Timberlake (Voz)
Género: Animação, Comédia
Classificação: M/6

Sinopse:
Os trolls são pequenas e doces criaturas cujas cores chamativas e cabelos pontiagudos os tornam ainda mais adoráveis. A sua alegria é diariamente demonstrada em cantigas, danças e abraços incessantes. Mas têm outra característica que em nada os favorece: um sabor delicioso. São por isso muito apreciados pelos bergens, os seus antípodas em termos de beleza, tamanho e sentido de humor. É neste contexto que Poppy, a líder mais optimista e feliz que alguma vez existiu, se vê obrigada a salvar a sua tribo das garras dos seus inimigos. A seu lado – para o bem e para o mal – terá Branch, um pequeno troll que, ao contrário da maioria, é altamente paranóico, pessimista e de mau feitio. Apesar das claras diferenças das suas personalidades, e do modo diametralmente oposto como encaram a vida, os dois acabam por compreender que têm muito que aprender um com o outro…

Um filme de animação computorizada, em ritmo de musical, que dá vida aos famosos "trolls da sorte", bonecos criados pelo lenhador dinamarquês Thomas Dam (1909-1986). A realização fica a cargo de Mike Mitchell ("Gigolo Profissional", "Shrek para Sempre", "Alvin e os Esquilos 3: Naufragados") e Walt Dohrn (na sua estreia em realização em cinema). Na versão original, as vozes são dos actores Anna Kendrick, Justin Timberlake, Zooey Deschanel, Russell Brand, James Corden e Gwen Stefani. in PÚBLICO

Trailer:

A Minha Opinião:
Este foi mais um daqueles filmes que eu vi bem mais tarde do que a maioria das pessoas. Apesar de já ouvir a música do Justin Timberlake "can't stop the feeling" à bastante tempo, ainda não me tinha dedicado a ver o filme. 
A animação conta a história dos Trolls, criaturas pequena e muito adoráveis e que supostamente trazem alegria aos Bergens, uns monstros feios, que acreditam que só serão felizes se comerem um Troll. Numa oportunidade conseguem fugir das mãos dos bergens, e criam o seu próprio reino. Passados muitos anos, Poppy a futura rainha tem a ideia de dar uma festa, apesar de Branch, um troll que é muito paranóico com os bergens, lhe dizer que é um erro. Ninguém liga nada ao resmungão e o que acontece é que os bergens vêem a festa e invadem-na levando alguns trolls consigo. Depois começa a jornada para salvar os capturados. 

Eu achei a história interessante, mas também não mostrou nada de extraordinário. Na minha opinião era muito previsível, e a partir do inicio da história era fácil chegar a um final, claro que com algumas surpresas, mas nada de especial. 
Quanto ás personagens, achei que foram aos extremos, a Poppy demasiado inconsequente enqunto o Branch, muito pessimista, apesar de mostrar o seu lado mais sentimental. 
É um bom filme para ver em família, pois mostra que a felicidade de cada um depende de si, e que não existe nenhuma fórmula para lá chegar. 

A Minha Classificação:




Crítica Literária: Vicente Alves do Ó - Marylin à Beira Mar

Marylin à Beira-Mar
de Vicente Alves do Ó


ISBN: 9789895560066
Edição ou reimpressão: 08-2012
Editor: Oficina do Livro
Idioma: Português
Páginas: 220
Género: Romance

Compre Aqui:
Livro: 14,90€
Ebook: 10,49€ 

Sinopse:
Narrada pelo filho, esta é história de Laura, uma mulher pouco convencional que desafia os limites do permitido no Portugal conservador dos anos 50. Laura foge do marido que a maltrata e descobre o universo dos sonhos e do amor, onde finalmente lhe é consentida alguma liberdade. 
Tendo como o pano de fundo a figura quase omnipresente de Marilyn, ídolo de Laura. 
Livro intenso, provocador, adaptado ao cinema por António da Cunha Telles (Kiss me).

A Minha Opinião:
Lembro-me que comprei este livro numa promoção de hipermercado, era leve 3 e pague 2. O que me chamou à atenção foi o nome do livro e a capa. Fiquei bastante curiosa para ver o que ia sair dali, afinal o quer teria a Marilyn a ver com Portugal? Foi o que fiquei a descobrir.
O livro conta a história de Laura, mas narrada pelo seu filho mais novo, Simão. Laura é uma mulher forte, em pequena era a protegida do pai, a menininha dos seus olhos, o que criava na sua mãe alguma revolta, deste modo assim que o pai falece, a mulher arranja maneira de casar a filha. Contudo o casamento está longe de correr bem, e Laura foge e é obrigada a abandonar o filho. Acaba por encontrar paz em casa da tia, vinda da América tinha uma vida completamente diferente do que Laura conhecia, e foi ela a sua salvação.
O livro mostra um Portugal conservador, em que um homem bater numa mulher é normal, que o divórcio é um pecado, e outras coisas horríveis que se praticavam naquela época. O que mais me incomodou, foi submissão da mulher no seio familiar, algo que foi contrariado por Laura, que foi falada e falada na vila por tudo o que fazia. Uma mulher não fumava, não conduzia e não vestia calças, coisas que para nós hoje em dia fazem parte do quotidiano à 50 anos atrás era pecado.
Quanto às personagens a minha preferida foi a própria Laura, ela era dona de si própria (a partir de uma certa parte da história) e lutou para ter a sua vida, e isso é um exemplo.
O que menos gostei no livro, foi as descrições que eram muitas, mas isso já é defeito meu. De resto gostei bastante do livro, e aconselho a lerem!

Trailer
É verdade, houve um filme do livro. Estrelado pela apresentadora Marisa Cruz, conta com nomes de Rui Unas, Nicolau Breyner e Manuel Wiborg. Estreou em 2004, e admito que o trailer não é assim grande coisa!

A Minha Classificação: 


Vou Para A Universidade e Agora? - A Casa Nova

Fonte: Pinterest

Olá mais uma vez, estamos quase no final da nossa série de Universidade e hoje venho com o tema da casa nova. Trago-vos dicas de como decorar, organização e convívio.
A Todos os que já entraram na Universidade, Boa sorte para a nova etapa que vos aguarda, para quem ainda não entrou, não perca a esperança porque ainda têm oportunidade.

Decoração

Uma das coisas que gosto na mudança de casa é a decoração, acabo por decorar vários quartos, mas sempre tenho em conta o facto de ser uma casa alugada.
Por norma não podem estragar nada, principalmente as paredes, com furos e colas que estragam as paredes.
Formas de ultrapassar isso:

* Usar cabides que colem à parede
Evitam andar a fazer buracos, existem também cabides que se penduram nas portas (encaixam em cima) e não estragam nada.
* Colar coisas com fita cola.
Podem usar fita cola dupla face, mas a que tem espuma é difícil de remover da parede. Uma forma de colar coisas é com fita cola normal, mas daquela muito larga, que encontram facilmente nos chineses.

Depois podem usar velas, frascos, molduras, para tornarem o espaço mais vosso, pois será onde passaram parte do tempo.

Organização

Por norma cada inclino tem direito a uma prateleira na cozinha para guardar os utensílios, mas se não se sentem à vontade, pelo menos, nos primeiros tempos para o fazer, podem arranjar uma grande caixa de plástico que facilmente guardam debaixo da cama, e guardam lá os vossos utensílios de cozinha.
Se não tiverem muitos armários no quarto, poderão usar as caixas para guardar o que precisarem, e mais uma vez, debaixo da cama é um excelente lugar!

Convivência

O mais importante, afinal não vamos viver sozinhos. Eu que já vivi em quatro casas, sei que nem sempre nos identificamos com as pessoas com quem vamos viver, todos somos diferentes, isto é, não terão de ser os melhores amigos, mas é bom que exista uma boa relação em casa.
Vou dar algumas dicas para as coisas correm da melhor forma.

* Lista de Tarefas
Cada semana alguém faz alguma coisa, e isso fica estipulado numa tabela, para não haver dúvidas. Esta lista vai evitar os problemas de uns limparem e outros sujarem, claro que nem todos a cumprem, mas não se deixem pisar por ninguém, vocês não são empregados deles.

* Dividir as contas
Em muitas casas os próprios inclinos é que têm a responsabilidade de pagar as contas (dividindo por o número de habitantes da casa, como é óbvio), se cada um pagar uma é muito mais fácil e não cria problemas adicionais, como o facto de não pagarem. Podem também estabelecer o método de pagamento entre vocês, se querem que os outros vos dêem em dinheiro ou façam transferência.

Para mim estas são as básicas. O essencial é terem em atenção o que não gostavam que vos fizessem. Se  quiserem fazer um jantar em casa com muita gente, informem os restantes colegas de casa para não criar mau ambiente.

Espero ter-vos sido útil! Em breve trarei a minha experiência na Universidade!

Viagem ao Passado: Luka


Desta vez viajaremos até 2003, onde Luciana Karina Santos de Lima, ou melhor Luka, lançou o seu primeiro álbum, Porta Aberta, onde a música "Tô nem aí" ficou muito conhecida. O álbum vendeu 1,5 milhões de cópias em todo o mundo!
Em 2006, lançou mais um álbum intitulado de "Sem resposta", mas a repercussão do sucesso não foi tão grande como o primeiro, vendendo cerca de 100 mil cópias em todo o mundo. Depois deste seguiram-se "O Próximo Trem" e o mais recente em 2015 "Céu de Diamantes".



De todas as músicas destaco as minhas preferidas, "Tô Nem Aí", "Porta Aberta" e "Sem Resposta".







Espero que tenham gostado, e até à próxima viajem!!

Vou Para A Universidade E Agora? - Dicas de Estudo


Olá, cá estou eu de novo com a série de ida para a Universidade, hoje com dicas de estudo.
Eu nunca fui uma pessoa de estudar muito, era nas vésperas, ou pouco antes, mas quando vim para a Universidade é que tive de começar a trabalhar a sério. Eu posso afirmar que nunca estudei tanto como este ano, e nem sempre as vossas notas vão ser proporcionais  ao vosso tempo de estudo, e é bastante frustrante ver que por mais que nos esforcemos não atingimos os resultados que pretendemos.
As dicas que vos vou dar são muito gerais. São algo que devemos fazer, mas cada um tem de encontrar o método que resulta para si. Quem vem com hábitos de estudo deste do secundário já tem uma boa parte do trabalho feito, mas quem, como eu, não os tem, terá que tentar encontrar o que resulta o mais rapidamente possível.

1. Não deixar matéria para trás. 
Esta é essencial, mas também a mais complicada de todas, pelo menos para mim. Um dos meus métodos de estudo é ter um caderno onde passo tudo e depois passo a limpo para folhas, ou seja, eu acabo por rever a matéria, mas nem tudo fica e é necessário muitas vezes uma segunda revisão, e é isso quem em mim falha.

2. Não faltar às aulas. 
Eu sigo esta à risca. Normalmente quando falto é por motivos de saúde, e mesmo assim é muito complicado. Claro que já faltei por vontade própria, mas foi em aulas que não estava ninguém na sala, e foi um erro.
Ir às aulas é essencial por muitas razões, uma delas é que vão ouvir a matéria explicada, e já é um começo no estudo. Estar atento numa aula, perceber o que o professor diz faz com que percam menos tempo em casa a rever, porque já têm bases.

3. Organização
Ser organizado é essencial, contudo cada um tem a sua forma de organização. Conheço pessoas para quem a organização deles é para mim uma desorganização total.
No meu caso, as coisas todas bonitinhas, com canetas de cores especificas para cada disciplina são formas de motivação para estudar.

4. Gestão do Tempo
Há tempo para tudo, para ir às festas, aos jantares de curso, à queima, à latada, passear, ginásio, resumindo se gerirem bem o vosso tempo conseguem ir a todo lado. Óbvio que exige esforço, dedicação, mas sem estas duas coisas não se consegue nada.

5. Estudar com antecedência.
Para mim deve-se estudar com uma antecedência razoável, e isso depende de pessoa para pessoa. Cada um tem a sua capacidade de assimilação. Existem pessoas que se começarem a estudar com muita antecedência baralham tudo, outras que não, e aí voltamos ao que eu disse no inicio, cada um tem que encontrar o seu método.
Tive um professor que dizia que não era preciso estudar, bastava estudar nos momentos certos, e era uma das cadeiras mais difíceis do meu curso.

6.  Ambiente Favorável
Se estiverem desconfortáveis vai ser mais complicado conseguirem concentrar-se no que estão a fazer. Existe quem goste de estudar sozinho, outros que gostam de ir para bibliotecas, outros em grupo, com música, em silêncio. Cada um tem o seu método, e lá voltamos novamente ao que eu disse no inicio!

Existem diversos artigos de como estudar, de dicas de como ter sucesso, mas para mim a base de tudo é a persistência, a vontade de fazer algo. Se for assim vocês conseguiram, pode não ser à primeira, mas não desistam, e acreditem que sei como é frustrante não ver resultados, mas agarrem nela e lutem mais!
Quais os vossos métodos de estudo?

Book Haul - Agosto


Eu adoro comprar livros, mas admito que me contenho muito devido aos preços que andam a praticar as editoras. Cada vez os preços aumentam mais, e apesar de dizerem que é devido às editoras não poderem utilizar as economias de escala, pois não conseguem ter produções altas. Eu não tenho a mesma opinião, mas isso fica para outro dia.
Hoje trago-vos as minhas comprinhas e prémios literários do mês passado.

Sarah Mlynowski - Liga-me
Editora: Saída de Emergência
Compre Aqui

Sinopse: 
Devi está a ter um dia estranho: acabou de receber uma chamada do futuro. Pior... quem lhe ligou foi ela própria!
Devi desperdiçou três anos da sua vida a namorar com Bryan - o bonito, adorável e pulha do Bryan. Devi afastou-se dos amigos, desleixou-se nos estudos, não se juntou a clubes… e como Bryan acabou com ela mesmo antes do baile de finalistas, não lhe sobrou nada. Nem mesmo um telemóvel - deixou cair o seu numa fonte. Agora só liga para um número… o seu! E quem atende é ela própria… três anos mais nova!
Mal recupera do choque e convence a sua versão mais nova de que não está doida, Devi apercebe-se que tem uma oportunidade de ouro. Pode dizer ao seu "eu" mais jovem todas as coisas certas a fazer… porque ela própria já fez todas as erradas! Se a jovem Devi aceitar os seus conselhos, pode manter os amigos, candidatar-se a uma boa universidade, tornar-se uma estrela, e mais importante, poupar-se ao desgosto amoroso de Bryan!

Mas a Devi de 14 anos já não tem tantas certezas. Ela gosta de Bryan. É feliz. Mas a quem melhor dar ouvidos do que ao seu futuro "eu"?

Foi a sinopse que me chamou à atenção, e admito que também o preço, que custou 5€, este é o preço do livro em todo lado, pois trata-se de um livro descatalogado.

Melissa Marr - Wicked Lovely - Tatuagem

Editora: Saída de Emergência
Compre Aqui

Sinopse:
Leslie, de dezassete anos, não sabe nada sobre fadas nem sobre as suas lutas obscuras pelo poder. Quando se sente atraída por uma tatuagem estranhamente bela, só sabe que tem de a ter, convencendo-se de ter encontrado um símbolo tangível das mudanças de que precisa desesperadamente na sua vida.
A tatuagem traz mesmo mudanças - não do tipo que Leslie sonhou, mas mudanças sinistras e irresistíveis, que ligam Leslie a Irial, um rei das fadas tenebroso e temível que luta pela alma da sua corte. Aos poucos, Leslie é arrastada cada vez mais para dentro do mundo feérico, incapaz de resistir ao seu fascínio e de compreender os seus perigos…

Melissa Marr dá seguimento aos seus contos de Fadas numa história sombria e arrebatadora de tentação e consequências, e de heroísmo quando menos se espera.

Este foi outro livrinho a 5€, mais um que está na classe dos descatalogados!!

Sylvain Reynard - O Príncipe
Editora: 11 X 17
Compre Aqui

Sinopse:
Para os leitores de Sylvain Reynard, mas também para os que anseiam descobrir pela primeira vez o mundo sensual e perigoso criado pelo autor, eis que chega O Príncipe.
Durante muito tempo estiveram secretamente na posse do professor Gabriel Emerson ilustrações preciosas de Botticelli para A Divina Comédia de Dante Alighieri. Agora, graças à sua esposa Julianne, decide partilhá-las com o mundo através da galeria Uffizi, em Florença.
Mas Gabriel desconhece que a coleção de ilustrações de valor incalculável expõe-no a um inimigo misterioso que o vigia atentamente. Antes de ele adquirir as ilustrações, estas tinham sido roubadas daquele que governa o submundo de Florença.

Agora uma das mais perigosas entidades da cidade está determinada em reclamar o seu prémio e vingança sobre os Emerson, mas não sem antes descobrir algo perturbador sobre Julianne…

L.S. Hilton - Domina

Editora: Editorial Presença
Compre Aqui

Sinopse:
Ela pensava que os seus problemas tinham chegado ao fim. Mas estão apenas a começar... Judith Rashleigh conseguiu. Tem uma vida de luxo por entre o esplendor da cidade de Veneza, e começa agora a sentir-se confortável na sua nova pele. Mas um dia é traída pelo passado. Alguém que sabe o que Judith fez quer acertar contas com ela. Vítima de chantagem, ela terá agora de descobrir o paradeiro de um quadro de valor incalculável - que talvez nem exista de verdade... Desta vez, Judith não controla a situação. Sentindo-se desorientada e sem saídas, desarmada e fragilizada, tem de enfrentar um inimigo mais poderoso e impiedoso do que ela alguma vez poderia imaginar. E se não conseguir sair desta situação, Judith poderá morrer.

Ganhei este livro num concurso no blogue A Menina dos Policiais, mas antes de ler este vou ter de ler a "Maestra" antes!

Ana Teixeira Recto - King Lovers
Editora: Chiado Editora
Podem ler a minha Opinião Aqui
Compre aqui

Sinopse:
Ella é uma rapariga do povo. Zayn um príncipe que nunca ligou às regras…
Bastou uma festa e uma dança para que os seus destinos colidissem… Ela nunca quis nada dele. Ela nem sequer o quis alguma vez conhecer. Foi por acaso. Talvez alguns o considerem Um azar e outros uma sorte… Mas nem tudo é fácil! Ele está prometido em casamento a uma princesa e, Ella tem 12 meses para casar após a morte da sua mãe, ou, caso contrário, será tornada uma escrava do rei.

Duas pessoas apaixonadas contra regras rigorosas e um rei exigente. O que vencerá?

Este livro foi-me disponibilizado pela Chiado Editora, devido à parceria existente entre esta e o blogue.

Estas foram as minhas novidades, e as vossas como foram?

Vou para a Universidade e Agora? - Materiais


Olá, cá venho eu para mais umas dicas para quem vai para a Universidade, desta vez com o material escolar.
Uma das coisas que mais gosto na Universidade é o facto de não ser necessário muito material (sem ser os livros), ninguém controla o que vocês trazem, ou sequer se levam alguma coisa. Vi diversas vezes colegas a entrarem com uma folha à quatro dobrada e uma caneta no bolso, um sonho para mim, mas infelizmente não consigo fazer esse feito.

O material essencial é o básico

* Caneta ou/e lápis. 
* Caderno/folhas 
Depende muito do que cada um gosta. Eu, por exemplo, uso um caderno onde escrevo tudo, meio à balda, e depois passo tudo para folhas que organizo num grande Dossie (normalmente 2 por semestre).

É verdade este é o essencial, mas claro que existem quem leve muito mais coisas. Mas por experiência do que vejo, a maioria das pessoas nos primeiros dias anda com tudo direitinho, muitas canetas de todas as cores, mas para o meio é só uma caneta e um lápis atirado para dentro da pasta.

Livros

O grande bicho de sete cabeças para a carteira. Já tive livros de cadeiras que custavam 200€, claro que eu não comprei, mas acredito que houve quem o fizesse.

Alguns conselhos:

* Estabelecer Prioridades
Primeiro fotocopiem os materiais disponibilizados pelos professores, e depois sim passem aos livros. Normalmente eles na primeira aula falam dos materiais necessários, e dizem os livros que valem mais a pena.

* Vejam se é realmente preciso o livro 
O truque é não comprarem logo os livros, vejam na biblioteca e analisem se vale ou não a pena, se tem toda a matéria necessária. Se só tiver partes podem fotocopia-las e fica mais barato.
Eu por exemplo tenho livros que nunca usei e que foi um desperdício de dinheiro.

* Nem todas as Fotocopias são crime.
Parte de livros não é, mas descobri à uns tempos numa aula de contabilidade que certas reprografias pagam uma "cota" à associação dos autores (ou algo do género) que lhes permite reproduzir obras.

O que devem ter em conta é as vossas possibilidades. Normalmente as bibliotecas das faculdades têm os livros que os professores sugerem, e normalmente estes têm isso em atenção para que os alunos que não tenham condições de comprar possam ter acesso a eles.

Espero que vos tenha ajudado, se tiverem alguma dúvida ou questão não hesitem em perguntar.


Cinema: Vaiana


Título original: Moana
De: Ron Clements, John Musker, Don Hall, Chris Williams
Com: Dwayne Johnson (Voz), Jemaine Clement (Voz), Auli'i Cravalho (Voz)
Género: Animação, Aventura
Classificação: M/6

Sinopse:
Há dois milénios, numa pequena ilha da Polinésia, vivia Moana Waialik, a única filha de um chefe de uma longa linhagem de navegadores. De espírito aventureiro e apaixonado, o maior desejo dela era explorar o mundo e navegar pelo oceano. Apesar de todos os avisos do pai, que desejava que ela seguisse os seus passos como líder da tribo, a rapariga, que tinha em si a força e a coragem de várias
gerações, não se coibia de sonhar com grandes façanhas. Quando, subitamente, a ilha foi ameaçada por uma escuridão inexplicável, ela percebeu que tinha chegado o momento de transpor os limites do recife, salvar a sua aldeia e procurar respostas para as perguntas que sempre a atormentaram. E foi nesta longa viagem de descoberta que conheceu Maui, um lendário semideus de quem se tornou amiga e que a ajudou a enfrentar mil perigos…

Produzido pelos estúdios Walt Disney Animation, um filme de aventura em animação computorizada com realização de Ron Clements e John Musker, e co-realização de Don Hall e Chris Williams. in PÚBLICO

Trailer:



A Minha Opinião:
Eu como grande distraída que sou vi este filme um ano depois do resto das pessoas, eu sou mesmo assim... a minha colega de casa diz que sou uma tristeza de cada vez que ela fala num filme básico e eu digo "eu ainda não vi"!
Mas vamos então à Vaiana, primeiro que tudo acho estúpido terem trocado o nome, para mim Moana estava bem, é que nenhum deles tem um significado especial em Portugal, por isso não percebo... talvez porque os portugueses gostam de ser diferentes.
O filme conta a história de uma rapariga, Vaiana, que vive numa ilha da Polinésia. Ela é aventureira e não tem medo de nada o que lhe trás alguns problemas com o pai. Quando a ilha começa a entrar na escuridão, isto é, sem peixe, os cocos estão secos, Vaiana pensa em atravessar o recife algo proibido devido um erro do Semideus Maui. Assim ela vai tentar encontrá-lo para trazer tudo de volta à normalidade.
Eu gostei do filme, principalmente das personagens. A Vaiana é uma força da natureza, ninguém a pára, é destemida e prova que nada é impossivel. Depois o Maui que é bastante engraçado.
Toda as vibrações positivas que o filme nos trás são muito boas, desde de que nada é impossivel, que devemos sempre lutar contra os nossos medos e principalmente que uma mulher é capaz de tudo. Uma coisa que também me agradou bastante é que não há qualquer interesse amoroso para Vaiana, deixando de lado aquela veia de donzela em perigo.

E vocês já viram o filme? Se sim o que acharam?
Se ainda não viram, dêem uma vista de olhos porque vale a pena!

A Minha Classificação: 


Leituras do Mês de Agosto


Normalmente Agosto é o mês em que leio mais, tudo porque costumo ir para a praia, o que é de longe a atividade que mais gosto, por isso tenho de me entreter com alguma coisa, o que normalmente é com livros.
Este mês contabilizei seis livros o que nem foi nada mau, principalmente tendo em conta o habitual.

Foram então estas as obras:

King Lovers - Ana Teixeira Recto
Editora: Chiado Editora
Compre aqui 
Podes ler a minha opinião aqui

Sinopse:
Ella é uma rapariga do povo. Zayn um príncipe que nunca ligou às regras…
Bastou uma festa e uma dança para que os seus destinos colidissem… Ela nunca quis nada dele. Ela nem sequer o quis alguma vez conhecer. Foi por acaso. Talvez alguns o considerem Um azar e outros uma sorte… Mas nem tudo é fácil! Ele está prometido em casamento a uma princesa e, Ella tem 12 meses para casar após a morte da sua mãe, ou, caso contrário, será tornada uma escrava do rei.
Duas pessoas apaixonadas contra regras rigorosas e um rei exigente. O que vencerá?



Cidades de Papel - John Green
Editora: Editoral Presença
Compre Aqui
Em Breve darei a minha opinião sobre o livro aqui no blogue

Sinopse:
Quentin Jacobsen e Margo Roth Spiegelman são vizinhos e amigos de infância, mas há vários anos que não convivem de perto. Agora que se reencontraram, as velhas cumplicidades são reavivadas, e Margot consegue convencer Quentin a segui-la num engenhoso esquema de vingança. Mas Margot, sempre misteriosa, desaparece inesperadamente, deixando a Quentin uma série de elaboradas pistas que ele terá de descodificar se quiser alguma vez voltar a vê-la. Mas quanto mais perto Quentin está de a encontrar, mais se apercebe de que desconhece quem é verdadeiramente a enigmática Margot.
Cidades de Papel é um romance entusiasmante, sobre a liberdade, o amor e o fim da adolescência.

O Quinto Mandamento - Barry Eisler

Editora: Saída de Emergência
Compre Aqui
Em breve darei a minha opinião sobre o livro aqui no blogue

Sinopse:
John Rain só quer desaparecer para sempre. Mas um antigo némesis no FBI japonês quer que ele lhe faça um último favor: eliminar um assassino que mata sem remorsos e usa métodos semelhantes aos de Rain. Há demasiadas coisas em jogo - inclusive a vida dos poucos amigos que Rain tem e, especialmente, a vida de uma paixão do seu passado. Protegê-los implica mergulhar no meio de uma guerra entre a CIA e a máfia japonesa, na qual as diferenças entre amigos e inimigos, a verdade ou a mentira, são tão obscuras como as ruas regadas pelas chuvas nocturnas de Tóquio.
Será que Rain tem a frieza necessária para derrotar um inimigo que parece pensar como ele?

O Nascimento de Vénus - Sarah Dunant
Editora: ASA
Compre Aqui
Podes ler a minha opinião sobre a obra aqui

Sinopse:
Alessandra Cecchi tem quase quinze anos quando o pai, um próspero mercador de tecidos, contrata um jovem pintor para pintar um fresco na capela do palazzo da família. Alessandra é uma filha da Renascença, tem uma mente precoce e um temperamento artístico… e rapidamente fica inebriada pelo génio do pintor.
Muitos anos depois, a irmã Lucrezia morre no convento onde passou grande parte da sua vida. Perplexas, as outras freiras observam a estranha serpente tatuada no seu corpo.
É que, antes de entrar para o convento, a irmã Lucrezia era Alessandra. Jovem, bela e inteligente, ela viveu o esplendor e luxo da Florença renascentista, conviveu com os ricos e poderosos, criou, amou, transgrediu... Como foi ela parar àquele convento? O que significa a tatuagem na sua pele? Quais foram afinal as causas da sua morte?
Romance de amor, mistério e arte, O Nascimento de Vénus dá-nos a conhecer um irreverente elenco de mulheres inesquecíveis, que nos abrem as portas da Florença renascentista, um dos mais formidáveis centros de cultura e arte da história da humanidade.

Um Momento Inesquecível - Nicholas Sparks
Editora: ASA
Compre aqui
Em breve darei a minha opinião sobre o livro aqui no blogue

Sinopse:
Em abril, quando o vento sopra do mar e traz consigo o aroma dos lilases, a memória de Landon Carter desperta para os momentos agridoces que viveu em 1958. Foi nesse ano que conheceu a bela Jamie Sullivan. Ao contrário dele, que era o rapaz mais popular da escola, Jamie era recatada e tímida, preferindo viver no seu próprio mundo, longe das aventuras e dramatismos da adolescência.
O jovem e estouvado Landon nunca teria olhado duas vezes para a insípida jovem, não fosse o Destino juntá-los da forma mais inesperada. E aquela rapariga que parece tão banal tem tanto para lhe ensinar… Com Jamie, Landon vai conhecer os recantos mais profundos do coração humano, e embarcar numa viagem de alegria, amor e perda.
Foi nesse momento que Landon se tornou homem.
Esse será, para sempre, um momento inesquecível.
Inspirado pela vida e a coragem da irmã de Nicholas Sparks, Um Momento Inesquecível foi, até à data, o livro que o autor mais gostou de escrever. Foi também o único que o fez chorar enquanto o fazia.

Marylin à Beira-Mar - Vicente Alves do Ó 
Editora: Oficina do Livro
Compre aqui
Em breve darei a minha opinião sobre o livro aqui no blogue

Sinopse:
Narrada pelo filho, esta é história de Laura, uma mulher pouco convencional que desafia os limites do permitido no Portugal conservador dos anos 50. Laura foge do marido que a maltrata e descobre o universo dos sonhos e do amor, onde finalmente lhe é consentida alguma liberdade.
Tendo como o pano de fundo a figura quase omnipresente de Marilyn, ídolo de Laura.
Livro intenso, provocador, adaptado ao cinema por António da Cunha Telles (Kiss me).





Estas foram as minhas leituras, e as como foram as vossas?

Viagem ao Passado: Tony Carreira


Desta vez viajaremos até 1988, onde António Manuel Mateus Antunes, ou melhor Tony Carreira, foi escolhido para a gravação do seu primeiro disco por um produtor francês.
Gravou até hoje 20 discos, 4 compilações, e 4 álbuns ao vivo. Em 2017 lançou o seu mais recente álbum intitulado de Sempre Mais. 



Cantor de música romântica, é muito popular entre as comunidades portuguesas de emigrantes em França e também em Portugal. Em 2016, Tony Carreira foi condecorado pelo governo francês com a medalha de Cavaleiro da Ordem das Artes e das Letras.
De todas as suas músicas destaco, as que mais gosto, que são também das mais antigas, como "Sonhos de Menino", "Porque é que vens?", "A vida que eu Escolhi", "A Minha Guitarra".








Deixo também uma playlist com mais músicas dele! Espero que gostem!


Espero que tenham gostado e até à próxima viagem!


Vou Para A Universidade e Agora? - Cozinhar?

Fonte: Pinterest

Cozinhar. Para uns um bicho de sete cabeças, para outros a simplicidade.
Muitas pessoas acham que aos 18 anos (idade com que normalmente se vai para a universidade) os jovens já deviam saber cozinhar, principalmente as raparigas (os tempos mudam, mas as mentalidades ainda estão em transformação). Na minha opinião depende do meio em que se viveu, pois nem todos os que não nasceram com aptidão natural para culinária foram "obrigados" pela vida a aprender. O post de hoje é dedicado a esses jovens.

Eu quando fui para a universidade estava longe de saber cozinhar. Sabia fazer uma omelete, fritar algumas coisas, mas mais nada. Levava as receitas escritas e ainda me lembro de nos primeiros tempos ser muito rigorosa com as medidas, mas lá me fui habituando.

Dicas
Estas dicas são para quem não sabe cozinhar, para quem é preguiçoso, e também para poupar algum dinheiro, o que na universidade é bastante complicado.

Dicas para as refeições 

* Levar comida congelada de casa. 
Podem pedir a alguém que vos faça comida e depois levam congelada. É a opção mais comum e conhecida, os estudantes andarem a levar muitos tupperwares.
*Aprender a confeccionar Massa, Arroz e Batatas
Esta é essencial para evitarem acompanhar tudo com batatas fritas. Mesmo que levem comida congelada de casa, podem sempre fazer um acompanhamento. Eu por exemplo não gosto de massa ou arroz requentado, por isso fui obrigada a aprender.
* Planear as Refeições
Esta dica é independente de saberem ou não cozinhar. É sempre bom fazerem uma ementa para a semana, assim sabem quantas refeições vão precisar e de ingredientes, o que vos permite, se conseguirem, levar de casa certos alimentos.
* Alimentos de Emergência
Nunca se sabe quando alguma refeição corre mal, se simplesmente fizeram mal as contas em relação às refeições, ou se tiveram de ficar mais tempo do previsto longe de casa. Deste modo é sempre bom ter alguns alimentos de emergência, por exemplo, eu tenho sempre ovos e salsichas a mais para se alguma coisa acontecer consigo desenrascar-me.

Uma receita útil
Para quem gosta de Esparguete à bolonhesa, tem aqui uma ótima oportunidade de refeição.
Sabe-se que não se deve congelar carne picada crua devido ao micróbios que se podem alojar na carne, principalmente por ela estar em pedaços tão pequenos, por isso podem comprar por exemplo 1kg de carne, cozinham-na toda e depois dividem em pequenos tupperwares, e levam convosco. Para a descongelar têm duas opções, ou colocam no microondas, ou num tacho e acrescentam massa de tomate, água, óleo (isto devido à receita que vos vou dar a seguir, pois o que acrescentam depende de como a bolonhesa é confeccionada), e na minha opinião fica com mais sabor e nem parece requentada.
Podem também fazer versão Almondegas, aqui em casa, as bolas fazem-se sem qualquer adição diferente da carne, só tem de se ter algum cuidado para que elas não se desfaçam. O truque é colocá-las a guisar antes da carne, para quando colocarem a carne elas já estarem mais consistentes.
Eu comprei uns tupperwares pequenos no Intermaché muito baratos, cerca de 0.4€, se não estou em erro, e são exactamente uma porção do que eu como. É costume misturar-se a carne na massa, para evitarem andar a comer massa sem carne, de no fim verem a carne toda no fundo da panela, não misturem. Aproveita-se muito mais a carne, e não andamos a comer massa com dentes sem necessidade.

Para quem nunca fez, ou nunca comeu esparguete à bolonhesa, deixo aqui a receita que a minha mãe costuma fazer. Existem muitas variações, vocês adaptam ao que gostam.

Receita do Esparguete à Bolonhesa
Ingredientes
- Carne picada
- Louro
- Alho
- Cerveja ou Vinho Branco
- Massa Tomate
- Colorau ou Piri-piri
- Oleo
- Sal
- Água (q.b)
- Cebola picada
- Esparguete

Procedimentos
- Colocar no tacho o louro, cebola, alho, cerveja, a massa de tomate, o colorau, oleo, e sal e deixar até ferver.
- Colocar a carne picada, e ir mexendo.
- Se o molho for pouco colocar um pouco de água.
- Deixar cerca de 45 minutos.

As quantidades depende muito da quantidade de carne, por isso tenham em atenção isso. Para quem gosta de acompanhar com queijo, apenas o coloque quando servir, como a comida vai estar quente, o queijo vai derreter.

Dicas para o Lanche

Acreditem que o lanche é mais importante do que se pensa!
Normalmente nas Escolas Secundárias os bares têm preços muito acessíveis, para mim foi um choque quando cheguei à universidade e vi os preços, na minha faculdade são, na minha opinião, muito caros. Assemelham-se às pastelarias normais, o que não é propriamente barato.
Então eu tenho algumas dicas para vos dar, não só porque gosto de poupar dinheiro, como sou bastante esquisita com a comida, e tive de arranjar opções.

* Levar comida de casa
Como poderam observar pelo meu texto acima, levar a comidinha de casa é muito mais barato, e acreditem que vão gastar o dinheiro noutras coisas, como livros, saídas, jantares de curso, não vos vão faltar opções.
*Tupperwares com Bolachas. 
Podem pensar: "Eu compro daquelas que vêm em saquinhos". Existem pelo menos três razões para não serem uma excelente opção.
1. São mais caras, do que comprarem um pacote normal, além de que existem certo tipo de bolachas que nem existem nesses pacotinhos.
2. Andam à balda na mala e ficam todas esmigalhadas.
3. Ficam moles mais depressa.
Os tupperwares resolvem os 3 problemas, não digo que não se podem partir, mas não ficam tão esmigalhadas como habitualmente. Eu já experimentei e pelo menos 2 dias conseguem ficar num tupperware sem ficar todas moles (nunca tive mais tempo, por isso não sem se aguentam mais, mas é capaz porque não estão expostas ao ar).
O lado bom é que podem levar qualquer bolacha!!
* Tupperwares com gelatina.
Existem também uns copinhos tipo de iorgurte de gelatina, que normalmente têm uma validade grande, mas se vocês fizerem vossa gelatina em casa com aqueles pacotes grandes que se compra, devem ser consumidos dentro de 48 horas, por isso imaginem o que é que eles metem lá dentro para durar tanto tempo...
Para quem gosta de gelatina podem usar os pequenos tupperwares, que normalmente é a dose de um copo que se compra.  Se for para comer em casa, podem também reutilizar copos de iorgurte, porque o tamanho é o mesmo e lavadinhos, estão como novos.
Esta é uma boa opção também devido ao preço dos feitos em relação aos para fazer. Quanto às 48 horas, é recomendável, mas não é por mais um dia, que vão morrer (o meu pai já comeu e não lhe aconteceu nada).
*Levem fruta
É algo que faz sempre bem, e que não ocupa assim tanto espaço!

São estas as minhas dicas. As do lanche não é apenas para quem vai para a universidade, mas para qualquer pessoa que tenha de levar comida para qualquer sítio.
Se tiverem alguma dúvida não hesitem em perguntar!

Até ao próximo post!!

Na TV: Dear White People


Nome: Dear White People
Género: Sátira
Número de Episódios: 10
Onde ver: Netflix

Sinopse:

A série acompanha um grupo de estudantes negros de uma importante universidade dos Estados Unidos, pertencente à Ivy League, cuja maioria dos alunos é branca. Dear White People retrata como esses personagens lidam com o racismo no campus da universidade. Depois de uma festa de Halloween, com a temática blackface, organizada por um grupo de alunos brancos, várias tensões raciais se desenrolam no ambiente acadêmico. São 10 episódios, cada um focando um dos personagens centrais, incluindo Sam White (Logan Browning), a criadora do programa de rádio que dá nome à série.


Trailer:




A Minha Opinião:
Ouvi falar da série através de blogues que diziam que para quem gostava da série do momento 13 reasons why, que também dei a minha opinião aqui, iria gostar desta.

A série aborda a vida de alguns dos estudantes negros na universidade, e a história começa com uma festa de halloween considerada racista chamada de Blackface, onde era suposto irem mascarados de negros. É com essa festinha que os movimentos contra o racismo começam com mais intensidade. Este é o ponto de partida da série, e depois assistimos à vida de alguns dos protagonistas. O nome da série bem do programa de rádio feito pela Sam, que se chama Dear White People, onde ela "acusa" os brancos de algumas coisas e expõe a sua opinião.

Eu achei a série interessante de certo modo, aqueles alunos tinham uma causa, que na minha opinião em certos aspectos um bocadinho exagerada. Como o facto de os chamarem de niggas, de acharem que estavam sempre contra eles. Também li diversos comentários menos positivos sobre o facto de os negros se vitalizarem, talvez... esse o foco do problema, verem situações racistas onde por vezes as pessoas não falavam por mal.
Claro que muitas coisas estavam erradas, a começar pela festa, que é no mínimo ridícula, ou  como o facto de estarem dois rapazes à luta e quando a polícia aparece só interpela o negro e inclusive lhe pergunta se ele estuda lá, ele resiste, insulta os polícias e eles apontam-lhe uma arma prontos a matar. A ideia que eles nos querem passar é que eles apenas pegaram na arma porque se tratava de negro, mas visto agora de fora, ele também insultou a autoridade, mesmo assim não era caso para tanta agressividade.

O final deixou a desejar, contudo tendo em conta que a Netfix já confirmou uma segunda temporada, talvez tenha alguma lógica, mas mesmo assim podia ter acabado muito melhor!

Em suma, eu gostei da série, mas não a achei assim tão parecida com a 13 reasons Why como diziam. Sim abordam a temas sensíveis na sociedade e talvez seja esse o objectivo da Netflix, consciencializar os jovens para o que passa e nesse sentido estão a ir bem e notável o que estão a fazer, e espero que o continuem a fazer.

A Minha Classificação:


Crítica Literária: Nicholas Sparks - Uma Escolha por Amor

Uma Escolha por Amor
de Nicholas Sparks 

ISBN: 9789892334349
Título Original: The Choice
Edição: 02-2016
Editor: Edições Asa
Páginas: 352
Género: Romance

Compre na Wook:
Livro: 16,90€
Ebook: 11,99€

Sinopse:

Travis Parker tinha tudo o que um homem podia desejar: um bom emprego, grandes amigos e uma casa de sonho. Não encontrara ainda a sua alma gémea, mas também não sentia a sua falta... pelo menos, até ao dia em que um mal-entendido levou Gabby Holland, a nova vizinha, a bater-lhe à porta.
Gabby também não tencionava sucumbir aos encantos de Travis. Para começar, tinha uma relação estável com um namorado de longa data… e o novo vizinho irritava-a imenso. Mas a animosidade depressa deu lugar a uma cordial amizade, e, aos poucos, a algo muito mais sério. Juntos, vão empreender uma jornada que dificilmente poderiam ter antecipado.
Agora, anos mais tarde, Travis está no hospital, a sua vida despedaçada, o futuro uma incógnita. Ele recorda o passado, todos os momentos que o levaram ali. Se ao menos pudesse fazer com que o tempo voltasse atrás... Pois Travis encontra-se perante uma escolha que ninguém deveria ter de fazer… nunca!
Valerá a pena quebrar a promessa que fez ao amor da sua vida?

Uma Escolha Por Amor é uma lição de vida sobre o poder do amor, da perseverança e da fé.

A Minha Opinião:
Eu ainda não vi o filme baseado no livro, e o qual dá capa ao livro, como vemos acima. Uma das razões que me fez ainda não me ter dedicado a isso foi o facto de apenas pelo trailer ter percebido que mudaram muitas coisas. Eu já sei como funciona, mas acrescentaram cenas que para mim não fazem qualquer falta. Talvez ainda chegue a ver o filme este ano, quem sabe...
Vamos então ao livro, a história divide-se em duas partes, a primeira onde nos é apresentado a forma como Travis e Gabby se conhecem e a forma como a sua relação evolui. Desde já digo que a forma como ele se conhecem é bastante engraçada, pois Gabby acusa o cão de Travis de ter engravidado a sua cadela, contudo ele foi castrado! Esse foi o momento para o que lhe acontece no futuro.
Depois vem a segunda parte, conhecemos todo o drama caracteristico dos romances do Nicholas Sparks que nos faz gastar os lenços de papel. Gabby que trabalhava como assistente médica, teve um caso de uma senhora que esteve em coma durante algum tempo e viu a vida dessa família estragada, então pede a Travis que se algo parecido acontecer com ela que ao fim de 3 meses mande desligar as máquinas. A questão é que realmente isso acontece com ela, e agora fica a dúvida, será que Travis cumpre o pedido de Gabby? Terão que ler o livro para saber!!
Ao nível da história não é muito diferente da fórmula que o autor nos habituou, na realidade até agora só um livro dele para mim foi diferente (lê a minha opinião aqui). O drama está sempre muito presente nos livros do Sparks, mas este traz também algo diferente. Faz-nos pensar o que as escolhas fazem na nossa vida, afinal ele tem a vida da esposa nas mãos.
Se tiverem oportunidade aconselho-vos a ler!!

A Minha Classificação: 




Outras capas: 



Vou Para a Universidade e Agora? - Arranjar Casa


Esta é uma dor de cabeça principalmente para os Caloiros que vêm de longe. Eu em 3 anos já vou para a minha 4ª casa, e saí de todas devido a algum problema, porque senão teria ficado e poupado uns bons dias de buscar por um novo lar. Eu admito tenho inveja de quem consegue estar 3 anos na faculdade e nunca mudar de casa!
O que venho fazer hoje é dar-vos algumas dicas de como arranjar casa, algumas delas tendo em conta os meus próprios erros, ou melhor, ignorância, porque tal coisa nunca me passou pela cabeça.

Então vamos lá começar!

Onde Encontrar Casa?

Obviamente que depende de cidade para cidade, mas normalmente em redor das Universidades costuma existir uma boa oferta de alojamento, nem que seja em quantidade, porque quanto à qualidade nem sempre é assim.

* Postes e árvores perto da Universidade/Faculdade
Em Coimbra é muito recorrente, as árvores em frente à minha faculdade estão carregadinhas de papel e fita cola! Foi assim que encontrei a minha primeira casa!
* Grupos do Facebook
Existem diversos grupos de aluguer de casas e quartos. Procurem por aluguer de quartos em X (cidade). A minha segunda casa foi encontrada assim!
*OLX
Existem diversos anúncios de casas, de quartos não só no OLX, mas em todos os sites do género. Esta foi a único sítio onde não nenhuma das minhas casas, mas cheguei a ir ver algumas.
* Bquarto
É um excelente site porque tem tudo muito organizado e podem procurar facilmente quartos, como colocar um anúncio e possíveis senhorios respondem-vos.
Foi assim que encontrei a minha 3ª casa e a meio do ano lectivo o que foi um achado!
* Conhecidos
Se conhecerem alguém que vai sair da universidade no ano antes de vocês entrarem, ou que vai mudar de casa, ou ainda que tem quartos vagos na casa onde está, é sempre uma boa hipótese porque vos vai dar uma opinião sobre como é viver lá e como são os senhorios.
E foi assim que encontrei a minha 4ª casa, a tal que vou este ano!

Perguntas a fazer quando estão a visitar a casa

Acreditem que existem sempre perguntas a fazer, e em quantas mais casas estão mais a lista cresce. Eu aprendi isto à minha custa, existem delas que nem sequer faziam sentido para mim, supostamente devia ser um dado adquirido, mas não...

* A Renda inclui Despesas?
Esta é uma pergunta básica. Existem casas onde quando pagam a renda já inclui as despesas de água, luz, gás e internet. Eu antes achava que eram melhores, mas sinceramente depende muito de casa para casa, porque já estive em casas onde as despesas eram gigantes com 4 pessoas, e numa com 8 que as despesas eram menores. Contudo as despesas por norma devem rondar os 30€ mais ao menos.
* É necessário caução para as despesas?
Nas casas onde não estão incluídas as despesas, alguns senhorios exigem uma caução de normalmente (pela minha experiência) de 50€, isto para quando se sai eles pagarem a nossa parte das contas, porque estas costumam vir com um mês de atraso.
Contudo é preciso ter o olho aberto, porque eles dizem que devolvem o resto, mas se não insistirem e pedirem o dinheiro provavelmente não o devolvem. Claro que não estou a dizer que todos são uns aldrabões, mas nas minhas duas primeiras casas exigiram, na primeira nunca me devolveu o restante e na segunda e gastei o meu saldo e insistir com a mulher para me devolvesse.
* A electricidade, o gás e a água estão ligados?
Esta pergunta é de loucos para mim, estou a arrendar um quarto e não uma casa e as coisas não estão ligadas...
Esta pergunta serve para garantir que têm água quente e luz, porque pode-vos acontecer, como aconteceu a mim, que cheguem à casa e não tenham gás. Estive 15 dias sem gás por incompetência do senhorio que não fez o pedido com antecedência, e ainda tive de pagar a instalação.
Essa é outra, perguntem se têm de pagar a instalação do gás, que são 50€.
É frisar que só me aconteceu uma vez, mas mais vale prevenir que remediar, acreditem que não ter gás é horrível, porque nem fogão se tinha.
* Se passam recibo.
Na minha experiência só numa é que não passavam, o que é um risco tanto para eles como para nós porque se são apanhados pagam os dois lados da barricada. Além de que o recebido dá para deduzir no IRS e ainda é uma despesa gordinha!
* Há internet?
Existem casas onde não há internet, os moradores é que têm de instalar. Hoje em dia a internet é vida por isso tenham em atenção porque os contratos são de normalmente 2 anos e nada garante que vão ficar na casa durante esse tempo.

Outras Dicas

Estas não são bem perguntas a fazer, mas sim cuidados a ter. Sempre ouvi dizer que mais vale prevenir que remediar, e não há nada como precaver diversos problemas futuros.

* Cuidado com as cauções monstruosas
Na maioria dos casos têm de pagar o primeiro mês e o último, é normal, contudo existem locais que em vez do último exigem uma caução que dizem devolver nada estiver estragado. Uma das casas que fui ver, pedia uma caução de 150€ que diziam devolver no fim...
Tenham cuidado com isto, porque tal como os 50€ das despesas, ninguém vos garante que eles vão devolver, e não estamos a falar de valores pequenos, muito pelo contrário.
* Cuidado com os pagamentos em dinheiro
Por norma os pagamentos são feitos por transferência bancária por comodidade, mas existem que queira pagar ou receber em dinheiro. Não é que vos vá valer de muito, mas arranjem algo onde cada vez que paguem a pessoa assine como recebeu o dinheiro, senão pode pedir-vos novamente.
* Sempre que possível vejam o que estão a alugar.
Para muitas pessoas de muito longe acredito que seja complicado ir visitar as casas, mas acreditem que é o melhor, nem que seja no dia da matrícula. As fotografias nem sempre são fiáveis, não existe nada melhor que verem os com os vossos próprios olhos, fazerem todas as perguntas possíveis e imaginárias.
O que podem fazer se forem de muito longe é reservar um dia e marcar o máximo de casas possíveis para esse dia.
* Cuidado com os prazos
O melhor sempre é assinar um contrato com senhorio, mas nem sempre acontece. Se isso for feito tenham em atenção as datas para a saída do quarto, por exemplo terem que avisar com X meses de antecedência por carta registada e aviso de recepção (que vai ser a vossa prova de como a carta chegou ao destino), o que acontece se não pagarem, e coisas do género. Tirem cópia do contrato para terem sempre acesso a ele.

Como puderam constatar pelos meus diversos comentários a minha experiência é muito diversificada. Se tudo tivesse corrido bem eu nunca teria saído das casas, e porque é que saí?
Simples, na primeira aconteceu a falta do gás, as contas exorbitantes, pedirmos ao senhorio para arranjar as coisas e ele pouco se importava, era ele que pagava as contas e fazia tudo fora dos prazos, resumido o senhorio não valia grande coisa, além de ter ficado com o resto dos meus 50€.
Na segunda, problemas de sáude, era um sotão, mas à primeira vista tudo muito bem acondicionado, excelente, até eu e as minhas 2 colegas começarmos a ficar cheias de borbulhas que só desapareciam quando voltávamos para casa ao fim de semana, e afinal eram ácaros.
Por fim a terceira, e admito que essa que custou muito sair, o senhorio era fantástico a casa fantástica, mas para reservar a casa para o próximo ano lectivo eu teria de pagar os meses de verão sem lá estar que eram 300€, não é propriamente uns tostões e lá fui eu novamente à procura de casa!

Eu espero que esta espécie de guia vos ajude, e se tiverem alguma pergunta ou dúvida não hesitem em fazê-lo!

Tag: Liebster Award

Hoje venho com uma tag! Fui nomeada pela Júlia do blogue Quantos infinitos, quem deste já agradeço a nomeação, mas vamos então à Tag!!

O que fazer se estás nomeado?
*Postar 11 factos sobre si mesmo (que ainda não tenha partilhado no seu blog).
*Responder às 11 perguntas feitas por quem o nomeou.
*Nomear 11 outros blogs à sua escolha.
*Fazer 11 novas perguntas para os seus nomeados.
*Deixe os seus nomeados saberem que eles foram escolhidos!
*Identificar a pessoa que te nomeou.

Factos sobre mim (que ainda não partilhei no blogue)

1| Sou filha única
2| Adoro chocolate
3| Não gosto de morangos, mas só como iogurtes de morango
4| Só gosto de sumos de laranja
5| Não gosto de gelatina
6| Sou louca por gomas
7| Não sou adepta de exercicio físico
8| Sou poupada
9| Tenho uma coleção gigante de filmes, mas não tenho tempo para os ver todos.
10| Não consigo passar um dia sem ouvir música
11| Adoro desenhos animados

Perguntas da Júlia:

1| Qual é o teu livro favorito?
No teu olhar do Nicholas Sparks (podem ver a minha opinião aqui)
2| Se só pudesses comer uma coisa para o resto da tua vida, o que seria?
Pão. Eu adoro pão.
3| Tens irmãos? Se sim, quantos?
Não, sou filha única.
4| Ter um blog é...
É um desafio constante. Tentar trazer conteúdos que goste, mas que também possam agradar ao público.
5| Ir a um concerto ou ir ao cinema?
Cinema
6| Se pudesses escolher um sítio qualquer para morar, onde seria?
Eu gosto do sítio onde moro, não tinha assim nenhum local em especial para assentar.
7| Qual é a tua maior qualidade?
Eu acho que é a sinceridade, mas existe quem não goste.
8| Tens alguma fobia? Se sim, qual?
Sim, pássaros.
9| Instagram ou Facebook?
Gosto dos dois, mas se tivesse de viver só com 1 deles, seria o facebook.
10| Como te vês daqui a 10 anos?
Espero estar de boa saúde, a trabalhar na minha área, e quem sabe casada!

11| Qual é o teu filme da Disney favorito?
É uma pergunta difícil, eu adoro os filmes da Disney, mas talvez o Ratatouille.


As Minhas Perguntas:

1| Qual o significado do nome do teu blogue?
2| Qual a música que te faz viajar para um mundo distante?
3| Chocolate branco ou negro?
4| Dois objectos que não faltam na tua mala?
5| Se pudesses escolher qual princesa da Disney serias e porquê?
6| Se a tua vida fosse um livro qual seria o título?
7| Como vês o teu blogue num futuro distante?
8| Qualidade que mais gostas numa pessoa
9| Se fosses para uma ilha quem levarias contigo?
10| Qual é a tua série favorita?
11| Que música adoras em segredo?

Os meus nomeados:
1| Gabiss Oliveira - Mundo de Gabiss
2| Cássia Adriane Lessa - Estante 450
3| Ana Luiza Andrade - Charmosas Ideias
4| Kyara Moreno Uliana - Blog da Kiara
5| Gabriella Ranieri Wallendszus - Ateliê da Bee
6| Tayh Albuquerke - Criando Asas
7| Mayra Andrade - Blog da May
8| Keila LM - Keily'ces!
9| Debora Daiane Souza - Tempo de Crescer
10| Aline Faustino Bitencourt - Aline Bitencourt
11| Celina Afonso - Only Dreamcatcher

Fico à espera das vossas respostas!!