, , , , ,

Opinião Literária: Deborah Smith - O Jardim das Flores de Pedra

O Jardim das Flores de Pedra
de Deborah Smith 
Título Original: The Stone Flower Garden
ISBN: 978-972-0-03205-8
Edição ou reimpressão: 06-2019
Editor: Porto Editora
Páginas: 320
Género: Romance
Compre
Wook
Livro (aqui) Ebook (Aqui)
Bertrand
Livro (Aqui) Ebook (Aqui)
Goodreads: 3,80✯ (aqui)

Sinopse
Para Darl Union, a vida em Burnt Stand, na Carolina do Norte, foi sempre uma estranha mistura de riqueza, privilégio e solidão. Criada pela avó, uma mulher tão fria e dura como a pedreira de mármore que é a herança da família, o amor é-lhe estranho até ao dia em que se apaixona perdidamente por Eli Wade, o filho de um canteiro.

Porém, o amor adolescente e puro cedo se vê comprometido por uma teia de mentiras e de morte: o pai de Eli é considerado o responsável pelo desaparecimento da tia-avó de Darl e, embora inocente, acaba por ser morto.

Mas agora, vinte e cinco anos depois, há segredos que podem literalmente vir à superfície – e Darl e Eli têm finalmente uma hipótese de enfrentar e resolver o passado.



Sobre a Autora
Deborah Smith é uma das autoras americanas mais lidas em todo o mundo: a sua obra já vendeu mais de três milhões de exemplares. Nomeada para diversos prémios

importantes, como o RITA Award da Romance Writers of America e o Best Contemporary Fiction da Romance Reviews Today, foi distinguida com o Prémio de Carreira atribuído pela Romantic Times Magazine. No catálogo da Porto Editora figuram os seus romances A Doçura da Chuva, Segredos do Passado, O Café do Amor, Milagre, Doces Silêncios e Regresso a Casa, que obtiveram assinalável êxito junto dos leitores portugueses.


A Minha Opinião
Foi a minha estreia com a autora, mas a verdade é que já há muito tempo que andava a namorar os livros dela!
Este livro passa-se em dois momentos quando Eli e Darl são crianças e passado 25 anos. O que estas crianças têm em comum é a amizade de certa forma indestrutível, mas de resto as suas vidas são completamente diferentes. Darl é neta de uma senhora muito poderosa na região, dona de uma empresa de mármore, e que acredita que consegue tudo o que deseja. Já Eli é filho de um canteiro, o pai apesar de muito talentoso com a pedra não tinha estudos, nem sabia ler, já Eli revela-se um prodígio da matemática. Mas quando o pai de Eli é morto devido a ser acusado do desaparecimento da tia-avó de Darl, as vidas das duas crianças separam-se e só passado 25 anos se encontram novamente.

O que é que eu achei deste livro... demorei muito tempo a lê-lo, principalmente para os meus padrões e isso não um bom indicador. É verdade que só lia no comboio, mas mesmo assim, demorei mais do que o habitual, e a razão é simples, o livro não me cativou logo de inicio. Eu não consegui estabelecer empatia com as personagens, nem com a história em si.
Todo o "mundo" em que a Darl vivia parecia-me irreal, havia tanta coisa por explicar, tanta coincidência, que para mim não fazia sentido, o que fez com que não me conseguisse apegar, principalmente com a primeira parte da história, porque com a segunda a coisa melhorou.
Primeiro senti o Eli mais presente na segunda parte, digamos que a história se centra mais nele, mas eu nem criei muita empatia, só gostei mais do rumo das coisas.
E não criei empatia porquê? Achei-o por um lado um bocado banana, eu percebo as razões, mas acho que ele deveria ter outra atitude (sim, eu sou exigente), e depois faltou explicar muita coisa sobre ele, foi tudo muito superficial e não me agradou lá muito.

Eu só apresentei pontos negativos até agora, mas eu comecei a gostar do livro, só que foi quando ele estava no fim, algo que se está a tornar recorrente. Além disso gostei da escrita da autora, e tenciono ler mais livros dela, porque o meu problema foi definitivamente com a história. Eu já previa que não fosse algo estrondoso para os meus gostos literários, quando mete à mistura muitas guerras familiares, não me costuma entusiasmar, mas a verdade é que eu me perdi nas guerras, nas relações...

Em suma, que eu acho que ficou confuso, de uma maneira geral foi um livro agradável, só não me manteve constantemente cativada ao longo da leitura, pelo menos até metade, e sem dúvida que isso afetou a minha percepção do livro. Todavia o livro tem excelentes críticas, principalmente de leitores portugueses, por isso acho que depende muito do gosto pessoal de cada um. Mas quem gosta dramas familiares, de certeza que vai gostar.

Classificação

Leitura com Apoio
Edições Pelo Mundo Fora


P.S: Este post contém links de afiliados. Para saber mais sobre clique aqui.
Share:
Read More
, ,

Cover Reveal: Kayley Loring - Sleeper


O que trago hoje é um segmento diferente para o blogue, que é a partilha da capa de um livro que sairá em Dezembro, infelizmente não é um lançamento nacional, talvez seja nisto que Portugal tem que evoluir. 

Sinopse
Inglês

"SHANE MILLER SLEEP DIARY:
Went to bed at: Late.
How long it took to fall asleep: Forever. I have insomnia. Duh.
Number of caffeinated beverages you had consumed: Zero. Thanks for advising me to quit!
My stress level is off the charts.
I can’t sleep right on a normal day, and lately my days are filled with the best kind of chaos.
My ex-wife and husband number two are filming in Poland for three months, so I’m turning down movie parts to focus on the most important role of my life— impossibly charming and somewhat capable young single dad.
My son won’t stop asking questions.
My daughter won’t brush her teeth unless I sing her showtunes.
Our regular nanny quit.
The only person I could trust to hire as a temp nanny is my best friend’s sister.
If Mary Poppins and Bill Murray had a baby it would be Willa.
Fresh out of grad school and beautifully weird.
She hates my movies, and my kids adore her.
I couldn’t sleep last night because she wasn’t here.
Turns out I can’t sleep unless she’s in my house now.
Turns out she’s what’s been missing from my life all along.
If my friend had any idea what I want to do to his gorgeous troublemaker of a sister, he would smother me with a pillow.
The chances of us succeeding as a couple are about as good as that little indie movie that I made being a huge hit.
But it’s a chance I’m going to take."
Português 

"DIÁRIO DO SONO DE SHANE MILLER:
Fui para a cama às: Tarde.
Quanto tempo levou para adormecer: Para sempre. Eu tenho insónias. Duh.
Número de bebidas com cafeína que consumiu: Zero. Obrigado por me aconselhar a sair!
Meu nível de stress está fora dos padrões.
Não consigo dormir direito num dia normal e, ultimamente, meus dias estão cheios do melhor tipo de caos.
Minha ex-mulher e marido número dois estão a filmar na Polónia por três meses, então, estou recusando partes do filme para focar no papel mais importante da minha vida pai solteiro jovem impossivelmente encantador e um tanto capaz.
O meu filho não para de fazer perguntas.
A minha filha não vai escovar os dentes, a menos que eu cante nos seus espectáculos.
A nossa babysitter do costume desistiu.
A única pessoa em quem eu poderia confiar para contratar como babysitter temporária é a irmã do meu melhor amigo.
Se Mary Poppins e Bill Murray tivessem um bebé, seria a Willa.
Fresca fora da escola e lindamente estranha.
Ela odeia meus filmes e meus filhos adoram-na.
Eu não consegui dormir ontem à noite porque ela não estava aqui.
Acontece que eu não consigo dormir a menos que ela esteja em minha casa.
Acontece que ela é o que está a fazer falta na minha vida o tempo todo.
Se o meu amigo teve alguma ideia do que eu quero fazer com a sua linda metediça irmã, ele sufocaria-me com um travesseiro.
As hipóteses de termos sucesso como casal são tão boas quanto aquele pequeno filme independente que eu fiz ser um grande sucesso.
Mas é uma oportunidade que eu vou aproveitar."

Fiquei bastante curiosa com esta sinopse, já quero ler este livro para ontem!! 

Sobre a Autora
Antes de escrever comédias romântica, Kayley Loring teve uma carreira de quinze anos como guionista em Los Angeles (mas com um nome diferente). Escreveu principalmente comédias familiares pelas quais os estúdios pagavam muito dinheiro e nunca transformavam em filmes. Em 2017, ela decidiu mudar-se para o noroeste do Pacífico e escrever sobre todas as coisas divertidas sobre as quais não podia escrever nesses trabalhos. Agora está a respirar um ar mais limpo e escrevendo palavras mais sujas. É um ajuste com o qual ela está felizmente se acostumando.


Links Úteis
Site    
Goodreads da autora
Amazon   

Eu já adicionei à minha wishlist, e vocês ficaram curiosos com este livro?

Share:
Read More
, , ,

Projeto #Lerelizabethadler - Livro de Dezembro

Já estamos quase a meio do mês? ⁠
É impressão minha ou o tempo anda a passar muito depressa?⁠
Eu ainda nem tive tempo de ler o livro de novembro, porque até agora o estágio e o mestrado têm dado cabo de mim, e como é um bisonte de livro a edição que tenho, não dá para levar para ler no comboio, mas vou ler até ao fim do mês! (pelo menos assim espero).⁠
Para dezembro continuamos a nossa viagem por terras italianas, que apesar de nunca ter visitado, pelas fotos é uma ilha lindíssima! ⁠
Andei a ver opiniões no goodreads, e são positivas, por isso estou ansiosa pela leitura!!⁠

Deixo-vos a sinopse:

"Quando o magnata inglês Sir Robert Waldo Hardwick morre de forma misteriosa num acidente de viação, deixa uma carta a nomear seis pessoas que suspeita lhe tenham desejado a morte. Daisy Keane e o investigador Harry Montana juntam-se para levar os suspeitos (e outros convidados como manobra de diversão) num fabuloso cruzeiro pelo Mediterrâneo, com todas as despesas pagas pelo falecido Sir Robert. O mistério aumenta à medida que vão aportando em Monte Carlo, Saint-Tropez e Sorrento. E as reviravoltas inesperadas são apenas o princípio.
Por fim, chegam à bela Villa Belkiss em Capri, onde será lido o testamento de Sir Robert... e o assassino desmascarado. Com a beleza da paisagem do Yorkshire, as estâncias do Mediterrâneo e o magnífico iate de cruzeiro, mais a atracção intensa entre o solitário Harry Montana e a desconfiada Daisy, as paixões inflamam-se e o encanto da Villa Belkiss deslumbra.
Ninguém escreve viagens maravilhosas ou suspense como Elizabeth Adler."
É com muita tristeza que digo que o livro se encontra esgotado nas livrarias. Entretanto a editora lançou uma compilação de três livros, "Encontra-me em Itália", que inclui este. 
Todavia é um livro que se encontra facilmente em segunda mão e a preços acessíveis, bem como em bibliotecas.

E vocês continuam comigo nesta aventura?⁠
Share:
Read More
, , , , , , ,

Opinião Literária: Maya Banks - Fogo

Fogo
(Sem Fôlego #3)
de Maya Banks
Título Original: Burn
ISBN: 9789722527477
Edição ou reimpressão: 01-2014
Editor: Bertrand Editora
Páginas: 336
Género: Romance, Literatura Erótica
Compre
Wook
Livro (aqui) Ebook (Aqui)
Livro de Bolso (aqui)
Bertrand
Livro (Aqui) Ebook (Aqui)
Livro de Bolso (Aqui)
Goodreads: 4,01✯ (aqui)


Sinopse
Gabe, Jace e Ash: três dos homens mais ricos e mais poderosos do país. Estão habituados a conseguir tudo aquilo que querem. Tudo mesmo. Para Ash, trata-se de uma mulher submissa que o faz esquecer todas as outras...
No que toca ao sexo, Ash sempre gostou de explorar o seu lado mais radical. Exige dominar e prefere as mulheres que gostam das coisas assim. Até mesmo as que partilha com o melhor amigo, Jace. Mas Jace envolveu-se com uma mulher que não quer partilhar. E agora até Gabe, o amigo dos dois, assentou numa relação com uma mulher que lhe dá tudo aquilo de que ele necessita, deixando Ash a sentir-se inquieto e frustrado. É então que Ash conhece Josie, que parece ser imune aos encantos e à riqueza dele. Intrigado, dá início a uma perseguição inabalável, determinado que está a não a deixar escapar.

A Minha Opinião
Este é o último livro da trilogia "Sem Folêgo", e acompanha o último dos três amigos, Ash, o único que continua solteiro. Isso supostamente não o incomoda, mas a verdade é que os amigos têm as suas mulheres, e por mais tentem ele sente-se muitas vezes de parte. Até que um dia vai ao parque e se encanta por uma mulher que está a desenhar,e só descansa quando a convence a ir jantar consigo, e apresenta-lhe uma proposta para ser sua submissa, mas para ele é muito mais que isso, porque ele acredita que ela é a mulher da vida dele.

Então o que é que eu achei sobre este livro, sinceramente, senti que era um pouco mais do mesmo... Ando a sentir isso com as séries, e esta não foi excepção. Primeiro achei tudo muito rápido, e apesar de sempre ouvi dizer "não interessa o tempo, mas sim a intensidade", a verdade é que aqui o tempo é muito curto. Parece que tudo acontece num folêgo, e tal como no livro anterior, isso afetou a minha opinião global do livro. Contudo, durante a leitura não dá essa impressão, porque parece que tudo está a acontecer bem, e a intensidade da relação deles é tanta que nem notamos que eles só se conhecem à meia dúzia de dias.

No que diz respeito às personagens, gostei da Josie, apesar de estar no papel de submissa, para ela tem que ser uma opção e não uma necessidade, e isso é sem dúvida uma boa forma de ver as coisas. Ela vive com o Ash, mas a qualquer momento se quiser sair quer ter essa oportunidade, e principalmente recursos próprios para isso.  Já o Ash, tal como os seus amigos, não desiste aquilo que quer, dê por onde der... Por um lado é bom, por outro é precipitado, e insistente, eu denunciava-o por perseguição, para ser sincera...

Em suma, para quem gosta de literatura erótica leia este livro, porque vai gostar, todavia para quem procura um erótico romântico este não é uma boa opção...

Classificação

Edições Pelo Mundo Fora

Opinião de Outros Livros da Série

Nota: Ao clicar nesta imagem será dirigido para as diversas opiniões de outros livros da Trilogia. Estará sempre atualizado, fazendo com que possa haver mais livros do que os que aparecem na imagem.
Para aceder a todos os livros da autora com opinião aqui no blogue basta carregar aqui.


P.S: Este post contém links de afiliados. Para saber mais sobre clique aqui.
Share:
Read More
, , , , , , ,

Mini-Opiniões Literárias: Angel Devlin - His Bird of Paradise & Laney Powell - His Buttercup

His Bird of Paradise
(The May Flowers)
de Angel Devlin
ASIN: B07RXNHNX2
Edição ou reimpressão: 05-2019
Páginas: 40
Género: Romance
Goodreads: 4,02✮ (aqui)



Sinopse
Quando Riley conheceu Dante no Texas, ela não esperava trazer de volta mais do que  lembranças de uma aventura de férias apaixonada. Ela certamente não esperava estar esperando...
Dante perdeu o número de Riley, mas calcula que se ela estivesse interessada, teria entrado em contato com ele. O problema é que ele ainda está muito interessado nela. Uma noite no clube de strip Bird of Paradise traz surpresas para ambos.

A Minha Opinião
Nesta novella conhecemos a Riley, que numa espécie de despedida de solteira no Texas conhece Dante, só que ela mostra ser uma rapariga muito diferente do que ela é, porque nunca mais o iria ver, o problema é quando percebe que tem que falar com ele, e antes de o contactar descobre-o num clube de strip.

Infelizmente esta história não me agradou tanto como as outras, porque também acaba por ser rápida demais, acontece tudo de uma só vez, é muita história para apenas 40 páginas... todavia é uma história gira, só podia ser muito maior... 
Classificação

His Buttercup
(The May Flowers)
de Laney Powell
ASIN: B07RNM76NM
Edição ou reimpressão: 05-2019
Páginas: 65
Género: Romance
Goodreads: 4,16✮ (aqui)

Sinopse
Kane
Elspeth Crandall é o pedaço mais delicioso na sala, e eu sou um homem faminto. No entanto, fico surpreso quando ela aceita minha oferta para passar tempo sozinhos na minha casa. Ela não parece uma megera, mas ela tem o que eu desejo, e quem sou eu para questionar o destino?
Em nosso curto período de tempo juntos, eu percebo que ela é mais do que eu sonhei, e como um tolo, deixei ela sair pela porta.

Elspeth
Kane Raventon um sexo numa vara. Ele não é o tipo de homem que percebe mulheres como eu. Quando ele vem em meu socorro com um convite para escapar de uma situação ruim, eu não resisto. Ele não é nada como eu esperava. Então uma voz do meu passado me lembra como isso vai acabar, e eu sei o que tenho que fazer.
Não vou continuar cometendo os mesmos erros, nem mesmo para Kane Raventon.

A Minha Opinião
Neste livrinho muito pequeno temos Elspeth, uma mulher que trabalha na informática de um banco, que não usa as roupas mais sexys, e que basicamente tem pouca sorte no que diz respeito ao amor e aos homens em geral. É arrastada pela melhor amiga para um bar para uma noite chique, e conhece o dono Kane, um homem lindíssimo que a deixa a suspirar, o que a surpreende é que ele também está interessando nela.

Estes livros são sempre rápidos, e isso é bom, mas às vezes falta algo, para que nos entrelacemos na história, nem todas conseguem esse feito em tão poucas páginas, este foi um desses. Gostei, foi agradável, mas não me apaixonou. Contudo gostei bastante da forma com a história de desenrolou, e de ver que por mais que um homem possa ter todas as mulheres que quer, às vezes tem que se esforçar para ter a que realmente deseja. 
Classificação

Share:
Read More
, , , , ,

Opinião Literária: Nora Roberts - Uma Nova Promessa

Uma Nova Promessa
(Hotel das Recordações #3)
de Nora Roberts 
Título Original: The Perfect Hope
ISBN: 9789897102776
Edição ou reimpressão: 01-2017
Editor: Edições Chá das Cinco
Páginas: 320
Género: Romance
Compre
Wook
Livro (aqui)
Bertrand
Livro (Aqui)
Goodreads: 4,16✯ (aqui)


Sinopse
Na família Montgomery, Ryder é o irmão mais difícil de decifrar e é conhecido pelo seu feitio antissocial, mas quando deita mãos ao trabalho, nenhuma mulher resiste ao seu apelo sensual. Exceto Hope Beaumont, a gerente que trabalha para ele no Hotel Boonsboro. Como ex-gerente de um hotel em Washington, Hope está habituada a excitação e glamour, mas isso não a impede de desfrutar dos prazeres de viver numa pequena cidade. Alcançou tudo o que queria - exceto na vida amorosa. A sua única interação com o sexo oposto são as constantes lutas com o exasperante dono, Ryder Montgomery.

Mas ninguém consegue negar a química entre eles… que se incendeia ainda mais com um beijo na noite do Ano Novo. Quando tudo parece estar a correr bem no hotel graças à experiência de Hope, e surge no horizonte a promessa de felicidade, o seu passado na cidade regressa e faz-lhe uma visita indesejada. Ao ver Hope tão vulnerável, Ryder terá de decidir entre deixar-se afetar pelo passado ou ceder à paixão…

Minha Opinião
O que é que eu vou dizer sobre este livro...
Este é o último livro da Trilogia, intitulada em Portugal de "Hotel das Recordações", nele conhecemos o último dos Montgomery, Ryder e a última das três amigas que está solteira a Hope. Eles são basicamente o oposto um do outro, principalmente no que diz respeito a socializar. Hope é a gerente do Hotel, tem anos de experiência e é otima a lidar com pessoas, enquanto Ryder é conhecido por ser antissocial, mas nenhuma mulher lhe resiste, e ele acredita ser o último Montgomery solteiro o faz ser ainda mais apetecível, mas a verdade é que desde que a Hope apareceu que lhe tem feito muita confusão a sua presença, e para ela não é diferente visto que Ryder a trata com três pedras na mão, até que algo os faz aproximarem-se, e perceberem a atração que sentem um pelo outro. 

O que eu achei... então eu gostei bastante das personagens, e tinha expectativas altíssimas para este livro, porque o que já tinha lido nos anteriores me deu esperanças, mas acabei por me desiludir. 
As personagens muito bem construídas, adorei a Hope, a forma como ela lida com as situações, e o mesmo com o Ryder, o que se pode considerar o típico Bad boy bonzão.
Também gostei bastante do desenvolvimento da história de fundo, a do fantasma que vivia no hotel, foi um bom desfecho para a história e acima de tudo bonito.

Então qual é o teu problema?
A história base do livro, o romance entre a Hope e o Ryder, falta algo, talvez drama, é tudo simples de mais, sem complicações, ou pelo menos que sejam bem exploradas. É o que eu chamo de uma relação morna, e isso desiludiu-me, porque mais uma vez eu esperava um desfecho de série brutal, e mais uma vez volto a perceber que não é isso que acontece...
Talvez esteja na altura de fazer uma pausa de Nora Roberts, apesar de saber que provavelmente não vai ser fácil...

Contudo se me perguntarem, o livro é mau? Não, eu li-o numa tarde, por isso ele não é mau, lê-se muito bem, e eu só queria ler para ver se ia acontecer alguma coisa espectacular. Talvez fosse com expectativas demasiado altas, se não as tivesse provavelmente iria gostar muito mais. Mesmo assim, dou 3,5 estrelas, por ser um livro da Nora, e por todo o livro no seu conjunto, mas infelizmente não chega às 4.
Todavia, para quem gosta dos livros da Nora Roberts, recomendo que leiam a trilogia, é um romance com uma pitada de fantasia que vale a pena!
Classificação

Edições Pelo Mundo Fora

Opinião dos Outros Livros da Série
Nota: Ao clicar nesta imagem será dirigido para as diversas opiniões de outros livros da Trilogia. Estará sempre atualizado, fazendo com que possa haver mais livros do que os que aparecem na imagem.
Para aceder a todos os livros da autora com opinião aqui no blogue basta carregar aqui.


P.S: Este post contém links de afiliados. Para saber mais sobre clique aqui.
Share:
Read More
, , , , , ,

Cinema: Bridal Wave & Christmas in the Air

De: Michael Scott
Com:  Arielle Kebbel, Andrew W. Walker, David Haydn-Jones 
Género: Comédia, Familiar, Romance
País: Estados Unidos da América
Duração: 88 Minutos
Ano: 2015
IMDB: 6,4/10 ✮

Trailer



Sinopse
Com o dia do seu casamento a aproximar-se, Georgie Dwyer (Arielle Kebbel) tem dúvidas sobre seus planos de se casar com o Dr. Phillip Hamilton (David Haydn-Jones), um cirurgião plástico arrojado e proeminente. Embora Phillip se qualifique como o noivo "perfeito", Georgie sente que falta uma faísca romântica no seu relacionamento. As tensões aumentam ainda mais quando a sofisticada mãe de Phillip, Felice (Jaclyn Smith), franze a testa descaradamente sobre as origens da classe trabalhadora de Georgie. Na ilha pitoresca, Georgie continua encontrando-se casualmrnte com Luke Griggs (Andrew W. Walker), um ex-arquiteto bonito, que se afastou de uma firma de arquitetura de ponta para desfrutar de uma vida simples e sem frescuras. Quando uma química inegável se desenvolve entre Georgie e Luke, Georgie deve decidir se ela vai seguir em frente o seu casamento.

A Minha Opinião
Mais um dos filmes que estava na box à espera que eu lhe desse uma oportunidade!
Neste temos a Georgie que se prepara para casar, com o seu patrão o Dr. Phillip Hamilton, só que não está muito entusiasmada com o casamento, e não sabe se realmente se quer casar, mas com toda a família animada e entusiasmada, ela não tem coragem para falar com o noivo. Quando se prepara para ir para o barco para se deslocar para o hotel onde será o casamento que fica numa ilha, conhece Luke, que vive na ilha, e que não se consegue adaptar ao que está acontecer, porque acorda com músicas de casamentos e adormece com elas, ele está a dar em doido. 
Voltam a encontrar-se na ilha, e conhecem-se, questionando tudo em que pensavam. 
Foi um filme giro, fofo, que entreteve, mas não trouxe nada de novo. Acho que a mensagem que passa é que de devemos fazer o que realmente queremos e tentar não nos levar pelo meio envolvente, muito menos pelas pessoas em nosso redor. 
Para quem gosta de comédias românticas, é um filme que deve ver!
Classificação



De: Martin Wood
Com: Catherine Bell, Eric Close, Ken Tremblett
Género: Romance
País: Estados Unidos da América
Duração: 84 Minutos
Ano: 2017
IMDB: 6,3/10 ✮

Sinopse
Lydia, uma organizadora profissional de sucesso, está constantemente tentando expandir seus negócios, mas até sua ambição fica atrás quando se encontra com Robert, um viúvo cansado com dois filhos pequenos. Um inventor de brinquedos, Robert é convidado a apresentar a sua nova linha de brinquedos de Natal para uma cadeia de lojas. Seu desafio é que ele só tem 12 dias para colocar sua vida e seus negócios em ordem. Fala sobre uma correria de Natal! Lydia mostra a Robert que essa tarefa é muito mais profunda do que as bagunçadas gavetas de lixo e abrange todos os aspectos de sua vida. Enquanto ela pretende ajudá-lo a corrigir os detalhes que ele ignorou há muito tempo, Robert ensina a Lydia que a bagunça pode ser uma parte deliciosa da vida. Estrelando Catherine Bell e Eric Close.

A Minha Opinião
Ainda falta para o Natal, mas estes filmes são do ano todo! Este estava na box desde do natal do ano passado, e já esperava por mim. 
Conhecemos o Robert, um inventor de brinquedos, viúvo e pai de duas crianças maravilhosas, que vive atarefado entre o trabalho e a família, e sempre alguma coisa fica para trás, e infelizmente têm sido os filhos, algo que o deixa triste. Até que num dia atarefado conhece numa loja Lydia, uma organizadora profissional, que o promete ajudar a balancear a sua vida, ao inicio ele está reticente, mas quando começa a perceber que a ajuda dela está a ser muito útil, começa a perceber a importância da organização e de Lydia na sua vida
Estes filmes são sempre adoráveis, e eu gostei particularmente de incluir a veia da organização, porque eu sou um tipo de pessoa que tanto sou bastante organizada, ou sou completamente o oposto, mas sem dúvida que reconheço que por mais preenchida que seja a nossa vida, com um pouco de organização tudo é possível de realizar. 
Adorei a profissão do Robert, de inventar brinquedos, e os filhos dele, que são crianças adoráveis, todavia, o filme não trás nada de novo, é agradável, entretém e cumpre o seu objetivo. 
O natal vem aí, se o apanharem na televisão vejam!
Share:
Read More
, , , , , , ,

Opinião Literária: James Patterson - NYPD Red

NYPD Red
(NYPD Red #1)
de James Patterson e Marshall Karp
ISBN: 9789898626202
Edição ou reimpressão: 09-2013
Editor: TopSeller
Páginas: 336
Género: Policial e Thriller
Compre
Wook
Livro (aqui) Livro de Bolso (Aqui)
Bertrand
Livro (Aqui) Livro de Bolso (Aqui)
Goodreads: 4,11✯ (aqui)


Sinopse
Existem 35 mil polícias em Nova Iorque. Apenas 75 pertencem à unidade especial que protege os mais ricos e poderosos. A NYPD Red é uma unidade especial da polícia de Nova Iorque, encarregada de proteger os interesses dos cidadãos mais ricos e poderosos de Manhattan. Quando um produtor de cinema mundialmente famoso é envenenado no primeiro dia de um festival de cinema de Nova Iorque, a unidade NYPD Red é a primeira a ser chamada. A este crime hão de seguir-se o assassínio de um ator no local de filmagens e a explosão de um cocktail molotov durante um dos eventos do festival. O detetive Zach Jordan e a sua nova parceira e ex-namorada, a detetive Kylie MacDonald, são destacados para o caso. O assassino planeou cada homicídio e cada fuga até ao último pormenor, como se do guião de um filme se tratasse. E concebeu um final explosivo que irá arrasar Nova Iorque e Hollywood. Mais um policial explosivo!

Críticas da Imprensa
«James Patterson é absolutamente genial e bom em tudo o que faz. Sempre que pego num dos livros dele, não consigo pousá-lo até o acabar.»
Larry King, USA Today

«Patterson é o melhor contador de histórias da América.»
Forbes

A Minha Opinião
Este livro é o primeiro da série, em que acompanhamos o NYPD Red, que é uma secção da polícia de Nova Iorque que protege os ricos e poderosos. Acompanhamos o detective Zach Jordan que está sem parceiro porque o seu se lesionou e prepara-se para receber uma nova parceira Kylie MacDonald, que por acaso é uma espécie de ex-namorada dele, e por quem está ainda apaixonado. 
Nova Iorque prepara-se para ter uma semana de Hollywood, com festas, eventos de modo a atrair o pessoal dos filmes para gravar na cidade. Mas logo no primeiro dia começam a acontecer mortes estranhas de poderosos do cinema, que nós sabemos terem a mão de um homem que se intitula Camaleão, e Zach e Kylie são destacados para descobrir o que se está a passar e evitar que hajam mais mortes. 

Eu tinha tantas expectativas para este livro, e fiquei completamente desiludida. Primeiro o livro tem um foque muito maior no Camaleão do que nos detetives, e se até certo ponto foi interessante, depois começou a ser demais. Os detetives, supostamente, melhores dos melhores, pareciam muito atados, a própria polícia parecia não saber fazer o seu trabalho. 
Assim, acabou por haver pouco espaço para conhecer-mos as personagens, e eu não criei empatia com elas. Pelo menos com a Kylie, que é esposa de um produtor, ou algo assim, e conhece os famosos todos, o que sem dúvida que é bom para um disfarce... além disso é bastante impulsiva de forma negativa, pois quer o lugar definitivo na NYPD Red, e promete coisas a mais, não gostei muito dela. Gostei mais do Zach, que me pareceu ser um inspetor porreiro, com capacidades. Nós temos acesso ao ponto de vista dele, talvez seja por isso que me identifiquei mais.

Ou seja, desiludi-me, mas mesmo assim comprei o livro seguinte. Eu sou estranha... comprei ambos em formato de bolso, por volta dos 5€ e tal na Wook, novinhos, por isso não foi um risco tão grande para a minha carteira, e tenho real esperança que o segundo seja melhor. Afinal a série tem muitos livros editados em inglês, apesar de em português, segundo sei, só haverem dois, o que é uma pena, mas é o normal neste país. 

Em suma, não foi a minha melhor leitura, mas eu sou teimosa, e vou tentar mais uma vez. Todavia o crime é interessante, só a forma como os autores decidiram explorá-lo é que podia realmente ser melhor. 

Classificação

Edições Pelo Mundo Fora

Opiniões de Outros livros do Autor
Nota: Ao clicar nesta imagem será dirigido para as diversas opiniões de outros livros do autor. Estará sempre atualizado, fazendo com que possa haver mais livros do que os que aparecem na imagem.


P.S: Este post contém links de afiliados. Para saber mais sobre clique aqui.

Share:
Read More
, , , , ,

Cinema: Reap What You Sew: An Aurora Teagarden Mystery & Aurora Teagarden Mysteries: The Disappearing Game

De: Terry Ingram
Com:  Candace Cameron Bure, Lexa Doig, Marilu Henner
Género: Crime, Drama, Mistério
País: Estados Unidos da América
Duração: 90 Minutos
Ano: 2018
IMDB: 7,1/10 ✮

Trailer



Sinopse
Quando Aurora encontra Poppy assassinada na sua casa, os membros do clube "Real Crime" reúnem-se para discutir o caso e terminam com quatro suspeitos e quatro motivos.

A Minha Opinião
Este não é o primeiro filme que eu vejo da bibliotecária detetive, Aurora Teagarden, mas que todos tratam por Roe, eu ainda não percebi o porquê. Além de bibliotecária e metediça, ela é a presidente do clube de investigação "Real Crime", onde por norma eles tanto analisam casos reais como de livros.

Neste filme, o mistério é intimamente ligado a Aurora. Ela encontra uma grande amiga morta, Poppy, quando vai a casa dela ver se ela está bem, pois a Poppy estava atrasada para um grande evento. Ela e a melhor amiga, jornalista Sally, encontram o corpo e algumas pistas que não revelam à polícia. O problema é que há muitos suspeitos, e a polícia não tem mãos a medir, nem o clube dos crimes!

Eu gostei bastante, e desconfiei desde do inicio sobre o culpado, mas sem dúvida que todo o filme está muito bem pensado, não fosse baseado num livro da Charlaine Harris, conhecida pela série Sangue Fresco. 
Toda a capacidade de raciocínio da Aurora, e mesmo de todo o clube, e a forma como eles comparam os mais diversos casos, e começam a fazer comparações entre o que estão a tentar resolver e alguns que já analisaram no clube é interessante. E é de ressalvar que a Aurora, chega sempre primeiro ao culpado que a polícia!

Classificação 



De: Terry Ingram
Com:  Candace Cameron Bure, Lexa Doig, Marilu Henner
Género: Crime, Drama, Mistério
País: Estados Unidos da América
Duração: 83 Minutos
Ano: 2018
IMDB: 6,9/10 ✮

Trailer



Sinopse
Quando seu sobrinho e seu colega de quarto desaparecem, após a morte suspeita da namorada do companheiro de quarto, Aurora investiga. Contando com a ajuda de suas amigas, ela também é auxiliada por seu novo vizinho, o professor universitário Nick Miller.

A Minha Opinião
Neste filme voltamos a ter Aurora envolvida num caso familiar. No dia de anos do primo, Aurora e a mãe dela combinam ir jantar com ele para festejar, só que em cima da hora ele cancela, com uma desculpa pouco convincente, dizendo que estava doente. Aurora preocupada vai até ao dormitório da universidade com uma sopa para ver se o primo está bem, mas não o encontra, nem a ele, nem ao companheiro de quarto. Tenta encontrar a namorada do colega de quarto do primo que conheceu nessa tarde, e que supostamente também ia ao jantar, mas também ninguém sabe dela. Aurora começa a temer o pior, e chama Sally para começarem a investigar. O ponto de partida é o cabeleireiro onde a namorada do colega de quarto do primo ia antes do jantar, eles iriam buscá-la depois. Só que nas traseiras do salão elas encontram-na, morta, e os dois rapazes estão desaparecidos. 

Mais uma vez são vários os suspeitos do crime, começando pelos desaparecidos, que a policia pensa que a mataram e fugiram, mas Aurora tem fé no primo, e não acredita que ele fugisse se a tivesse atropelado sem querer. Assim, ela acaba por ter um motivo extra para descobrir o que se passou, encontrar o primo e provar que ele é inocente. 

Adorei a forma como ela lida com a polícia, consegue sempre tirar informações ao Arthur, o inspetor, e como consegue envolver todos no caso, até a mãe contra a sua vontade acaba por se meter na investigação. Mas é isto que tem graça nestes filmes, a forma como a personagem principal consegue deslindar tudo. 

Eu sou fã destes filmes da Hallmark, por isso super recomendo que vejam, eles volta e meia passam na Fox Life!

Classificação

Share:
Read More
, , , , , , ,

Opinião Literária: Tara Sue Me - A Iniciação

A Iniciação
(A Submissa #3)
de Tara Sue Me
Título Original: The Training
ISBN: 9789892327693
Edição ou reimpressão: 07-2014
Editor: Lua de Papel
Páginas: 312
Coleção: Trilogia A Submissa
Género: Romance, Literatura Erótica
Compre
Wook
Livro (aqui)
Bertrand
Livro (Aqui)
Goodreads: 4,02✮ (aqui)


Sinopse
Abby jurou ser uma submissa exemplar, e tem cumprido o seu papel. Dia após dia, satisfaz todos os loucos caprichos do insaciável Nathaniel West. Mas, por mais que se esforce, sente sempre que fica um pouco aquém dos desejos do seu milionário sedutor…
Abby, porém, não desiste. Ela acredita cegamente que, por trás da aparente frieza de Nathaniel, se encontra um homem que apenas a quer amar - mas não sabe como. Apostada em ultrapassar as barreiras que os separam, e a conhecer os dramáticos segredos que o seu Mestre esconde, ela decide aventurar-se ainda mais no jogo erótico que os une - sem se aperceber de que é um caminho sem retorno…
Agora sim, começa verdadeiramente A Iniciação… E nunca a dor foi tão atraente, a humilhação tão recompensadora, o prazer tão intenso…

Muito antes de As Cinquenta Sombras de Grey, Oito milhões de ávidas leitoras devoraram a trilogia A Submissa - que agora chega ao fim.

A Minha Opinião
Tinha expectativas altas para este livro.

Neste livro continuamos a acompanhar a história da Abby e do Nathaniel, que partem agora para uma nova fase da sua relação, durante a semana são um casal normal, e durante o fim de semana mantém uma relação de submissa e dominador. Todo o livro acompanhamos a dualidade desta relação e a maneira como eles lidam com todas as novas situações que acontecem. 

Este livro desiludiu-me, não por ser mau, mas por eu esperar muito mais ação, não no sentido de pancadaria nem sexual, mas na relação deles enquanto dois seres humanos. O livro é estático, não há brigas, não há nada entre eles de novo, parece que deram tudo o que tinham a dar nos outros livros e que agora já se dão muito bem, comunicam, o que é fantástico, mas uma pessoa gosta de um bocadinho de drama. 
Mas ultrapassado este problema, é um livro que se lê num instante, vai alternando entre os pontos de vista deles, dando-nos uma maior abrangência do que vai na cabeça deles, e isso só melhora o livro na minha opinião, e sem dúvida que o facto de a autora o ter feito neste livro ao contrário dos anteriores é um ponto positivo. 

Depois, apesar de eu achar chato, é bom ver a evolução do Nathaniel e do que a Abby representa para ele e vice versa, nota-se que estão mais maduros e que isso só é bom para eles. A autora dá-nos também a conhecer um pouco do mundo em que eles se inserem, como festas e assim, o que torna mais real o BDSM, e nota-se que teve de fazer trabalho de pesquisa. 

Estive a ver e há mais livros da série editados, mas infelizmente em Portugal só temos mais um, que nem é deste casal, o que é uma pena. Principalmente por este livro estar atualmente esgotado, o que quer dizer que as pessoas gostam desta autora... é esperar para ver se a editora aposta em mais livros.

Em suma, recomendo se quiserem ler este, leiam pelo menos um dos outros primeiro, porque senão a história pode não fazer muito sentido. Se não gostarem de ler cenas de sexo explicito, não leiam esta série, as cenas são explícitas e ardentes, mas se gostarem percam um tempinho e leiam toda a série, de certeza que vão adorar.

Classificação

Edições Pelo Mundo Fora

Opinião dos Outros Livros da Série
Nota: Ao clicar nesta imagem será dirigido para as diversas opiniões de outros livros da série. Estará sempre atualizado, fazendo com que possa haver mais livros do que os que aparecem na imagem.


P.S: Este post contém links de afiliados. Para saber mais sobre clique aqui.
Share:
Read More